12°/ 20°
Belo Horizonte,
29/JUL/2014
  • (14) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Justiça suspende aumento das passagens de ônibus na capital Ação movida pelo Ministério Público de Minas Gerais obteve liminar que revogou reajuste de 7,5%. Novos valores passariam a vigorar a partir das 0h do dia 6 de abril

Clarissa Damas

Publicação: 04/04/2014 19:27 Atualização: 04/04/2014 19:54

A 4ª Vara de Feitos da Fazenda Municipal de Belo Horizonte deferiu, na tarde desta sexta-feira, liminar determinando a suspensão do aumento de 7,5% nas tarifas das passagens de ônibus. De acordo com informações do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), a suspensão é válida por pelo menos 30 dias, período em que deve ser concluída a perícia técnica nos dados que constam no relatório feito pela consultoria Ernst & Young e que serviu de base para o reajuste.

Segundo informou o Ministério Público, apesar de a instituição ter solicitado, desde novembro do ano passado, que a BHTrans enviasse o relatório de auditoria ou pelo menos elementos parciais do texto, o documento foi entregue apenas no dia 31 de março. O anúncio do reajuste foi feito pela Prefeitura de Belo Horizonte no dia 3 de abril, sem que o MPMG tivesse tempo hábil para analisar os dados.

Ainda de acordo com o Ministério Público, o relatório apresentado é passível de questionamentos e será analisado por quatro peritos. Os principais pontos destacados pelo MPMG são o fato de não ter sido analisada a contabilidade das empresas; que o trabalho não se tratou de auditoria, mas, sim, de verificação independente de custos; que o trabalho se baseou, em muitos pontos, em pesquisa de mercado; que não houve acesso à movimentação financeira dos consórcios concessionários e que o trabalho foi feito por amostragem.

Procurada pela reportagem do em.com.br, a assessoria da Prefeitura de Belo Horizonte informou que ainda não foi notificada sobre a decisão da Justiça.

Contribuição da população

O MPMG disponibilizou o correio eletrônico periciatarifa@gmail.com para que os interessados enviem sugestões e análises que possam contribuir com o trabalho dos peritos. Documentos que tenham ligação com o tema também podem ser encaminhados ao MPMG, no endereço: rua Dias Adorno, 367, 5º andar, Bairro Santo Agostinho, na Região centro-Sul de BH, com os dizeres Perícia Transporte Urbano.

Aumento suspenso

No último dia 3 de abril, a Prefeitura de Belo Horizonte publicou no Diário Oficial do Município o reajuste de 7,5% nas tarifas de transporte coletivo. O aumento passaria a vigorar a partir das 0h de domingo, dia 6, e previa que as linhas diametrais, troncais, radiais, semi-expressas e perimetrais iriam de R$ 2,65 a R$ 2,85. Já as passagens das linhas circulares e alimentadoras iriam de R$ 1,90 para R$ 2,05, e as passagens do transporte suplementar iriam de R$ 1,90 a R$ 2,05; R$ 2,15 a R$ 2,35 e R$ 2,65 para R$ 2,85.
Tags:

Esta matéria tem: (14) comentários

Autor: Cleber Douglas
ISSO SE CHAMA EFEITO MANIFESTAÇÃO! | Denuncie |

Autor: Teo Fernandes
Nem a favor, nem contra o aumento. Mas as empresas vão começar a colocar veículos sem manutenção, para abaixar os custos de operação. Acaba o povo pagando do mesmo jeito. | Denuncie |

Autor: Robério Pe
Concordo com Vc.Edson Souza , eu nasci em Carmésia Mg Aonde a Saritur começou a dar os seus primos passos, através dos Irmãos Lessa. O patriarca da Saritur chamava-se Sr Jojo grande amigo companheiro nosso,gostava de uma pinguinha boa .Saudades jojo, GRANDE AMIGO. | Denuncie |

Autor: Júlio Araújo
Game over empresários, dessa vez não vai ter a segunda caixinha de natal, continuem com a caixinha 1 que já está entornando dinheiro. | Denuncie |

Autor: A. júnior
Os brasileiros precisam tomar vergonha na cara.. nessa última greve , um motorista me disse que era a mando dos donos da empresa, o movimento contra os preços foi outro dia mesmo... | Denuncie |

Autor: Luiz MArks
Verdade Edson...A transimão então é a pior empresa que opera em BH. Tenho conhecidos que trabalham la dentro e dizem que eles reaproveitam peças usadas na manutenção dos carros.Por isso vivem estragando. Uma Vergonha, coloca em riso varias vidas e ninguem faz nada. | Denuncie |

Autor: Geraldo Geraldo
Sinceramente, o MP de Minas Gerais não tem nenhuma "credibilidade", uma vez que "engavetou" um processo contra o ex-governador e atual "senador carioca". Não passa de lero-lero. Daqui 1(um) mês, este mesmo MP dirá que está tudo certo, que as empresas têm razão em aumentar o preço da passagem. | Denuncie |

Autor: Edson Fonseca
Em Brasília - DF já tivemos o monopólio no transporte, tudo girava na mão de três empresários. | Denuncie |

Autor: Denver Gomes
Parabéns MPMG. | Denuncie |

Autor: marcelo eustaquio carneiro
Tó contigo EDSON SOUZA, MONOPÓLIO COM CHANCELA DO GOVERNO. TEM GENTE COMENDO DE "COLHER"!!!!!!!!! | Denuncie |

Autor: Marco Pereira
O momento é melindroso, cuidadoso...tem que se ter cuidado com aumentos que atijem a população porque, os salários não sobem de jeito algum e isso causa revolta e o perigo de retaliações, é eminente. Na copa, veremos infelizmente mais quebradeiras e como evitar? NÃO SEI... | Denuncie |

Autor: Rodrigo Andrade
Acho que antes de aumentarem a passagem deveriam pensar em colocar pelo menos ar condicionado nos veículos. Faria uma diferença grande em relação a conforto e acredito que mais pessoas utilizariam o transporte público apenas por essa modificação. | Denuncie |

Autor: Flávio Boaventura
Excepcional serviço prestado. Parabéns, Ministério Público de Minas Gerais! | Denuncie |

Autor: EDSON SOUZA
si eu fosse o ministério publico investigaria a trasimao, saritur e Viação Santa Edwiges criou em BH e região metropolitana um monopólio estas três empresas dominam BH contagem e Betim | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.