12°/ 23°
Belo Horizonte,
23/JUL/2014
  • (29) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Rodovias federais de Minas Gerais terão mais 121 radares Novos equipamentos vão se juntar aos atuais 309 aparelhos mantidos pelo órgão

Guilherme Paranaiba

Luiz Ribeiro

Publicação: 14/02/2014 06:00 Atualização: 14/02/2014 09:38

Radar na BR-040: no fim de 2013, Dnit reconheceu que só 0,59% das 290 mil multas emitidas a partir de agosto de 2012 em Minas tinham gerado arrecadação (LEANDRO COURI/EM/D.A PRESS)
Radar na BR-040: no fim de 2013, Dnit reconheceu que só 0,59% das 290 mil multas emitidas a partir de agosto de 2012 em Minas tinham gerado arrecadação

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) em Minas aguarda a conclusão de estudos técnicos para iniciar a implantação de fiscalização eletrônica em mais 121 pontos de rodovias federais no estado. Os novos radares vão se juntar aos atuais 309 equipamentos mantidos pelo órgão no estado, totalizando 430 “olhos eletrônicos”. Apesar dos planos de expansão, o departamento não esclareceu se conseguirá acelerar a emissão de multas e garantir punição a motoristas que desrespeitarem limites de velocidade.

Em novembro de 2013, o Dnit reconheceu que só houve arrecadação em 0,59% das quase 290 mil infrações por excesso de velocidade em Minas Gerais a partir de agosto de 2012, quando os radares foram regularizados. Na ocasião, o departamento informou que só houve pagamento nos casos em que o motorista se antecipou ao recebimento da notificação da penalidade e quitou o débito ainda na fase de notificação de autuação. Para explicar a razão de tantas multas e quase nenhuma arrecadação, o Dnit culpou, à época, a legislação e os prazos permitidos para recursos. Questionada novamente sobre o problema desde 6 de fevereiro, a assessoria do departamento em Brasília não deu explicações até o fechamento desta edição.

Embora não informe se será possível acelerar a emissão de multas, o Dnit planeja que parte dos novos radares sejam instalados em rodovias consideradas secundárias, que normalmente ficam em segundo plano na hora de receber investimentos. A BR-354 vai ganhar 15 radares, liderando o ranking de novos aparelhos por BR. A estrada sai da BR-381, em Perdões, no Sul do estado, cruza a BR-262 e chega até Patos de Minas, Alto Paranaíba, na BR-365. Outra estrada escolhida, com 10 equipamentos, é a BR-251, uma das mais perigosas de Minas.

De acordo com o Dnit em Minas, a planilha com os pontos escolhidos já está com o consórcio de empresas responsável pela manutenção e operação dos radares no estado para que sejam elaborados os estudos técnicos. “Os locais em que serão implantados os novos equipamentos foram escolhidos com base em demandas apresentadas pelos próprios usuários das rodovias. Também foram eleitos locais que apresentam riscos ou histórico de acidentes”, disse o superintendente do Dnit em Minas, Álvaro Campos de Carvalho. O Dnit em Minas não informou quando os novos equipamentos estarão operando nem o valor investido na expansão, mas garantiu que todo o procedimento já foi aprovado.

Para especialistas, a instalação de mais radares, sobretudo em estradas secundárias, é importante desde que o problema dos prazos para emissão de multas seja resolvido. “Normalmente, as condições dessas rodovias são piores. A alta velocidade pode, então, causar acidentes muito mais graves. Portanto, a velocidade tem que ser fiscalizada”, opina o especialista. Para o chefe do Departamento de Transportes da Fumec, Márcio Aguiar, a instalação dos radares tem que vir junto com a regularização das multas, para que a medida não seja inócua.

Perigo Uma das rodovias que devem receber radares, a BR-251 registrou aumento de mortes e acidentes em 2013. Na estrada, que totaliza 300 quilômetros de extensão entre Montes Claros e o entroncamento com a BR-116 (Rio-Bahia) e tem tráfego intenso de caminhões e carretas, foram registradas 56 mortes no ano passado, alta de 27% em relação a 2012 (44 mortes). Houve 404 feridos, 32% a mais do que os registros do ano anterior (306). O total de acidentes registrados na BR-251 em 2013 foi de 508 – aumento de 16,5% em relação a 2012 (436 ocorrências). Ao longo da BR-251 serão instalados radares e lombadas eletrônicas em 10 locais. Um deles é a serra de Francisco Sá, um dos trechos mais perigosos da rodovia, onde acidentes são constantes.

Na serra de Francisco Sá, há uma sequência de curvas e diversas placas de advertência sobre o perigo e o limite de velocidade para o local (40 km/h), mas boa parte dos motoristas não obedece à sinalização, como constatou a reportagem do Estado de Minas ao percorrer a rodovia. O caminhoneiro João Andrade Santana, que mora em SP e sempre percorre as rodovias federais mineiras levando cargas para o Nordeste, acredita que somente a instalação de pardais e das lombadas eletrônicas não resolverá o problema. “As condições dessa estrada são muito ruins. A pista é estreita e não tem acostamento. Antes do radar, tem que melhorar a situação da pista. Se for feito isso, os acidentes não vão diminuir”, defende Santana, que tem 12 anos de profissão.

O inspetor Aristides Júnior, chefe da comunicação social da Polícia Rodoviária Federal (PRF), cita outros dois trechos mais preocupantes que precisam de um controle de velocidade, além da temida BR-251. São eles a BR-135 e a serra de Campos Altos, no Alto Paranaíba, na BR-262. “Infelizmente, só os alertas e avisos não surtem o efeito desejado. O radar mexe no bolso e obriga as pessoas a diminuírem a velocidade”, diz Júnior. Segundo a PRF, 1.202 pessoas morreram em 2013 nas federais de responsabilidade da corporação em 24,6 mil acidentes.

Enquanto isso...

...Radares inativos na Fernão Dias

Previstos para estar prontos para multar até o fim de dezembro, os 19 radares da Rodovia Fernão Dias, 13 deles em Minas Gerais, ficaram para, pelo menos, o fim de fevereiro. A Autopista Fernão Dias, concessionária responsável pelo trecho, informou, por meio de nota, que os equipamentos ainda estão em fase final de testes e aferições. A previsão contraria a expectativa do superintendente da empresa, Helvécio Tamm, que em entrevista ao Estado de Minas em novembro do ano passado garantiu que os aparelhos teriam condições de começar a funcionar até 31 de dezembro de 2013. O prazo pode se estender, já que a concessionária é responsável apenas por garantir a infraestrutura. As autuações ainda dependem de um convênio entre a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Enquanto isso, os radares que não funcionam continuam confundindo motoristas. Segundo a assessoria da PRF em Minas, agentes da corporação estão em Brasília para definir, entre outros temas, o convênio que vai possibilitar o funcionamento de radares em rodovias privatizadas.
 
 (ARTE EM)
 
Tags:

Esta matéria tem: (29) comentários

Autor: Marcos Drummond
Vamos arrecadar gente!!! | Denuncie |

Autor: Omega Menem
que merda que esta ficando este país!!, cada dia pior... Em lugar de melhorar as estradas e construir ferrovias para acelerar o crescimento.... Enche as BRs de radares de 30Km/h como na 040 em Ewbank da camara.... | Denuncie |

Autor: mozart silva
Os radares nas rodovias federais é um fundo de investimento com rendimento garantido. Eles dão pouco trabalho, rende muito, a custo quase zero para os seus interessados. Ao povo resta o susto com estas famigeradas maquinhas cassa Níquel nas estradas mal conservadas do nosso querido País. | Denuncie |

Autor: mozart silva
Os radares nas rodovias federais é um fundo de investimento com rendimento garantido. Eles dão pouco trabalho, rende muito, a custo quase zero para os seus interessados. Ao povo resta o susto com estas famigeradas maquinhas cassa Níquel nas estradas mal conservadas do nosso querido País. | Denuncie |

Autor: Antônio Antônio Macedo Filho
Estrada perigosa com a tecnologia de hoje? O mais certo seria dizer incompetência de governos corruptos, coloca toda população brasileira em risco por meio de rodovias inseguras. Como a incompetência e corrupção desses governos bandidos não tem solução, vamos colocar radares para arrecadar mais!!! | Denuncie |

Autor: Marcos Pimenta
O caminhoneiro resumiu bem: %u201CAs condições dessa estrada são muito ruins. A pista é estreita e não tem acostamento. Antes do radar, tem que melhorar a situação da pista. Se for feito isso, os acidentes não vão diminuir%u201D, defende Santana, que tem 12 anos de profissão. No entanto,radares nunca | Denuncie |

Autor: Carlos B.
Com tantos motoristas mal-educados, não tem outra solução! Se a estrada é ruim o pessoal não respeita, vejam o que fazem na 381. Se é boa também não respeitam nada! Foi só colocarem radares na 381, mesmo sem alguns funcionarem, que os acidentes diminuiram! O Brasileiro funciona na base da punição! | Denuncie |

Autor: francisco fornero
achei a solucao contra estes radares como falsificar qualquer coisa nesste pais e facil,vamos la fa ca duas placas falsa quando entrar numa rodovia coloque uma placa em cim da outra ai quero ver eles multarem mais pois o ceerto seria rodovias mas como nao fazem esta e a solucao | Denuncie |

Autor: hernani de paula roberto
e a mineira dos palanques,dona terrorista dilma,nem fala mais na duplicacao da br 381,norte,cade o dinheiro que ela disse que tava garantido,sera que foi usado para pagar as multas dos seus cumplices mensaleiros jose genuino,ela ainda tem a cara de pau,de se recandidatar a presidencia,nos mineiros | Denuncie |

Autor: Roberto Cunha
A hipocrisia nesse país é lamentável. Se a lei diz que a rodovia tem limite máximo e mínimo, pq só multam de um lado. Queria ver os caminhões com sobrepeso e andando a 10km/h serem multados também. Ou, nesse caso, a lei não vale pq vai contra algum interesse não revelado? | Denuncie |

Autor: Roberto Cunha
Meu sonho era poder pegar a 040 pra brasília, q é uma reta só, e programar o piloto automático do carro a 110km/h sem me preocupar se depois da curva terá um radar de 40, 60, 70, 25 ou 98km/h. Mas aí eu não seria multado e não é isso q o governo quer, pq eu pago pouco imposto né? | Denuncie |

Autor: Roberto Cunha
E alguém pode me dizer o que uma placa de 40km/h está fazendo numa rodovia federal? E isso lá é bom senso? O cara sai de SP pro Nordeste e se for a 40km/h vai gastar um ano pra chegar... país atrasado e ridículo... | Denuncie |

Autor: Marcio Correa Filho
O governo arecada porque existem porcos como vocês que não respeitam o limite de velocidade! | Denuncie |

Autor: Sao Melo
Já que assunto é radar, alguem poderia explicar tecnicamente porque a velocidade máxima da Via Expressa cai de 80Km/h para 60Km/h quando entra em Contagem. | Denuncie |

Autor: fernando fernando oliveira botelho
Investir em radares é mais lucrativo do que investir em estradas. D. Dilma e esse governo corrupto só pensa em arrecadar !!!!!!!! fóra Dilma !!!!!!! | Denuncie |

Autor: igor dias
Consertar as estradas, ou criar novas com as curvas em inclinação correta não fazem, agora instalar radares, para arrecadação. Estou cansado desse brasil. O governo até conserta algumas estradas pra depois privatizar e termos q pagar pedágios absurdos como o da 040(rio), mesmo pagando IPVA e outros. | Denuncie |

Autor: THiago Lobato
Policia nas ruas só para multar, radares só pra arrecadas dinheiro. Bhtrans só pra atrapalhar. brasil, a mafia dos impostos. | Denuncie |

Autor: José Resende
Garantir boas estradas, nada. Mas colocar radares para pagar eleições é uma certeza. Nível altíssimo de safadeza, incompetência e cara de pau. Difícil imaginar a porcentagem que vai direto para os partidos políticos... | Denuncie |

Autor: GILBERTO ROCHA
CONT. O usuario no caminho 040 e obrigado a reduzir para 60 KM por mais de 40 vezes, por causa dos famigerados radares, que e uma verdadeira fabrica de dinheiro ilicito. Se voce puder evitar o trecho entre BH e Lafaiete, faca-o. | Denuncie |

Autor: GILBERTO ROCHA
cont. E O MAIS SERIO : O CAMINHO 040 SERA PRIVATIZADO. A POPULACAO TEM QUE REAGIR... NAO PODEMOS PERMITIR QUE ISSO ACONTECA. | Denuncie |

Autor: GILBERTO ROCHA
cont. 6. Voce ja viu em pais de primeiro mundo, auto estradas cortando cidades, pelo meio ? 7. O trecho entre Belo Horizonte e Lafaiete e uma calamidade publica. Os caminhoes de minerios sao dirigidos por verdadeiros marginais que alem de colocarem em risco os outros veiculos, sujam tudo... | Denuncie |

Autor: GILBERTO ROCHA
As estradas, no Brasil, sao verdadeiras armadilhas. Vejamos : 1. Aqui, nao temos auto estradas e nem rodovias. Temos estradas ou caminhos; 2. Via de regra, nao ha acostamentos; 3. As curvas sao uma tonica perigosa; 4. Os caminhoes de minerio na 040 sao verdadeiras armas; 5. O pavimento e o fim. | Denuncie |

Autor: Eduardo Oliveira
É uma vergonha, um país que só se fala em mexer mo bolso do povo, será que não existem outras formas de conter o excesso de velocidade. | Denuncie |

Autor: rodrigo soares
radar é uma forma paliativa de se tentar resolver um problema!! O nosso sistema esta pouco se lixando pra quem esta morrendo ou deixando de morrer!! Eles só visam a arrecadação, é a única coisa que vc consegue rapidinho com eles! se vc pedir um radar na sua rua sai rapidinho | Denuncie |

Autor: Alcides Silva
Será que é possivel acelerar a recuperação das estradas na mesma velocidade em que se implanta radares? | Denuncie |

Autor: Bruno ..
Podiam aproveitar esses radares para multar quem trafega pela esquerda (em pistas duplicadas) e abaixo do mínimo permitido (tem muitos caminhões a 10, 15km/h em estradas secundárias que podem causar acidentes em trechos sinuosos) | Denuncie |

Autor: Bruno ..
Estes novos da Fernão Dias tem a única intenção de gerar receita, uma reta enorme tem um de 80km/h, outro depois de uma curva comprida.... | Denuncie |

Autor: Eduardo de Souza Pinto
Bom mesmo é a MG 050. A melhor estrada do Brasil e um exemplo a ser seguido. Ah, faça-me o favor. Chega de hipocrisia... | Denuncie |

Autor: Voltaire Lemos
Competência pra arrumar as estradas, esse Dnit não tem não, mas pra instalar radar, aí é uma beleza. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.