Pai e filho são presos na BR-381 com veículo clonado de promotora

O carro foi parado durante uma blitz de rotina da Polícia Rodoviária Federal em Sabará

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 11/02/2014 20:31 / atualizado em 11/02/2014 21:02

João Henrique do Vale

Polícia Rodoviária Federal / Divulgação

Uma blitz de rotina da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR-381, em Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, terminou com pai e filho presos com um carro clonado na noite desta terça-feira. O veículo usava placas idênticas ao automóvel de uma promotora de justiça de Salvador. A dupla negou o crime e afirmou que pegou o Sandero Stepway emprestado com um amigo que mora em Almenara.

Policiais do posto da PRF de Sabará faziam uma blitz na rodovia no sentido Belo Horizonte / Sabará quando abordaram o veículo com placa de Ilhéus. “Ao verificar os itens de segurança do veículo, observamos que se tratava de um veículo adulterado. O número do chassi não batia com o da placa”, explica o inspetor Carlos.

Ao consultar o sistema da polícia, foi verificado que o Sandero foi roubado em Salvador e foi adulterado. “A placa constava que o veículo era de uma promotora de Justiça. Ligamos para ela que disse que o carro dela estava na garagem”, afirma o inspetor.

Ao serem questionados, os suspeitos, de 45 e 26 anos, que não tiveram os nomes divulgados, afirmaram que estavam de mudança de Almenara para Belo Horizonte. Eles vieram em um Celta e iriam voltar no Sandero a pedido de um amigo da cidade. “Em tese, eles foram ludibriados por outro rapaz. Os dois não têm ficha criminal e parecem ser pessoas de bem. Mas ainda é cedo para julgar”, comentou o policial.

Pai e filho foram encaminhados para a delegacia de plantão de Sabará, onde serão ouvidos pelo delegado.
Tags: