• (23) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Tragédia familiar » Motorista bêbado bate carro em poste e filho de 12 anos morre no acidente O pai passou pelo teste do bafômetro e ficou comprovada a embriaguez. A esposa e outros dois filhos adolescentes estão no hospital. Acidente foi na altura do Bairro Califórnia no Anel Rodoviário

Luana Cruz

Publicação: 19/01/2014 07:38 Atualização: 19/01/2014 10:01

Leonardo ficou sob escolta policial no hospital e será encaminhado ao Detran para autuação (Cristina Horta/EM DA Press)
Leonardo ficou sob escolta policial no hospital e será encaminhado ao Detran para autuação
Uma tragédia familiar marcou a noite desse sábado no Anel Rodoviário de Belo Horizonte. O pai bêbado bateu o carro contra um poste e o filho de 12 anos morreu no local do acidente. A esposa e outros dois filhos - um adolescente de 14 anos e outra jovem de 16 -  foram socorridos para o Hospital João XXIII, onde continuam internados. O motorista passou pelo teste do bafômetro no mesmo hospital e ficou comprovada a embriaguez.

De acordo com a Polícia Militar (PM), por volta de 22h50, o Fusca, placa KSW 1092, rodou na pista e derrubou o poste às margens da rodovia. O condutor, Leonardo Lima Ferreira da Silva, 37 anos, disse que outro carro invadiu a contramão e bateu contra ele, provocando a saída de pista. No entanto, os policiais não encontraram outro veículo no trecho da batida, altura do km 11 no Bairro Califórnia, Região Noroeste de Belo Horizonte. Os policiais acreditam que Leonardo tenha perdido o controle da direção sozinho. A Cemig foi acionada para reparar os danos do poste.

Conforme a PM, o motorista apresentou sinais de embriaguez, mas como precisou de atendimento médico não passou pelo bafômetro na rodovia. No hospital, os militares submeteram Leonardo ao exame que apontou 0,49 miligramas de álcool por ar expelido do pulmão, valor considerado crime de trânsito. Na repetição do exame, a taxa foi de 0,41 e confirmou a embriaguez. Leonardo ficou sob escolta policial no hospital e será encaminhado ao Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran/MG) assim que receber alta.
Tags:

Esta matéria tem: (23) comentários

Autor: mauro almeida
Merecia o mesmo tratamento dado ao major que atropelou e matou na linha verde, somos todos iguais perante as leis. | Denuncie |

Autor: Hélcio Brasil
Infelizmente isto é o Brasil. Propaganda a vontade de bebida alcólica. Educação zero. Lei seca que só funciona para pessoas comuns (políticos, juizes, delegados, endinheirados etc estão fora). Vamos continuar sobrevivendo na guerra do trânsito... | Denuncie |

Autor: Carmen Goularte
Ninguem fica bebado com este teor de alcool. | Denuncie |

Autor: JOSE CARLOS VIANA
Pois é..... E tem gente que ainda é contra a lei seca. | Denuncie |

Autor: Saulo Reis
Tatiana! Ele passou pelo teste de bafometro no hospital...é o que está escrito na matéria...presta mais atenção | Denuncie |

Autor: Carlos Ma
Que tristeza ! Quantas famílias vão continuar sendo destruídas pela bebida . Mas eu concordo com VC Paulo César onde está o bafômetro do major da pm . | Denuncie |

Autor: Antonio Alves Diniz Filho
José Neto, coitado porque? O irresponsável colocou toda uma família em risco ao beber e dirigir e você vem dizer coitado? Não é a palavra bêbado que massacra e sim a irresponsabilidade. Ele deveria ser preso agora e cumprir a pena de 30 anos sem direito a condicional. Coitado do filho que morreu. | Denuncie |

Autor: tatiana queiroz
Pessoal, leiam a matéria. Como ele precisou ser socorrido,não foi realizado o bafômetro e sim no hospital o teste sanguíneo, o qual qualquer motorista faz se for encaminhado ao IML. No bafômetro o motorista com taxa elevada é encaminhado ao IML para realizar o exame de sangue. | Denuncie |

Autor: marcos Assunçao
QUES ILUME ESTE PAI, TODOS ERRAMOS O UNICO QUE PASSOU POR ESTA TERRA E NAO ERROU FOI JESUS E SUA SAGRADA FAMILIA. EU BEBO, DEUS ME DEU A FELICIDADE DE NAO PASSAR POR ISTO, NAO SEJAMOS HIPOCRITAS, A DOR E MUITO FORTE , PEÇAMOS A DEUS QUE CONFORTE ESTE PAI E SUA FAMILIA | Denuncie |

Autor: rachel oliveira silva
Jose Neto, me desculpe, mas ele estava sóbrio? A reportagem está corretíssima,é um pai bêbado e irresponsável que ao pegar o volante apos beber assumiu o risco de colocar a vida de toda a sua familia em perigo. Infelizmente é um triste exemplo,que pelo menos sirva para outros pais que fazem o mesmo | Denuncie |

Autor: Renato Rêgo
Pagou da pior forma possível. | Denuncie |

Autor: carlos bertoline
Infelizmente para um b... como esse, a morte do filho não será motivo para parar de beber. B... não se sente culpado. Ao contrário, vai culpar o anel, a polícia e o fabricante do carro. Ele não ficará com remorso e vai continuar matando. P.S. o "B" não é de bebum não e sim aquilo que cheira mal. | Denuncie |

Autor: Paulo Oliveira
Quem está na direção de um veículo, tendo ingerido bebida alcólica ou não, está sujeito a acidentes mas, quem bebeu e provocou um acidente ainda mais com vítima fatal, tem que ser punido. Este aí pagou caro com a morte do filho, essa é a sua maior condenação, vai sofrer pelo resto da vida. | Denuncie |

Autor: josé alves
Coitado do filho!Coitados dos restantes...Felizmente,não matou outros inocentes...Quem bebe e dirige precisa ser preso imediatamente.Por esse fato,deveria ser condenado por tentativa de homicídio.Quem mata no trânsito bêbado,precisa ser condenado por dolo.Tem que ser penas duras...Assassino! | Denuncie |

Autor: Paulo pereira
O pinguço se ferrou! Pena que não foi ele e, melhor que não foi o filho de outro. Jaula pra mãe também, porque colocar família em carro conduzido por motorista bêbado e tão irresponsável quanto... | Denuncie |

Autor: Paulo César
Deputado Durval Ângelo e João Leite, chamem na comissão de Direitos Humanos, os policiais que fizeram a ocorrência do acidente do Major, para eles explicarem o motivo real pelo qual nao firam ao hospital fazer o teste do bsfometro? | Denuncie |

Autor: Marcos marcos
Casos como este, que mais uma vez me faz ficar indignado com a nossa educação, uma família acometida pela ignorância de um Pai , sendo que o mesmo vai viver um vida com o pesadelo do acidente. Muito triste !! EDUCAÇÃO DE TRANSITO NA ESCOLAS JÁ !!! Muda BRASIL !!! | Denuncie |

Autor: Paulo César
A diferença é que um conduzia um fusca e o outro é um oficial da PM. Onde está os direitos Humanos? Será que algum deles visitou essa familia que perdeu uma criança? | Denuncie |

Autor: Paulo César
Estranho, muito estranho! Esse condutor teve de ser sicorrido ao hospital, e mesmo assim os policiais foram até ele e fizeram o teste di bafometro. Porque naquele acidente com um Major da PM na MG 010, em que ele atropelou 5 pessoas e matando uma, nao fez o teste por ter sido socorrido so hospital? | Denuncie |

Autor: José Neto
Coitado ! está penalizado para o resto da vida. O titulo deveria ser : "Ao retornar de festa, família sofre acidente e filho de doze anos morre". a palavra Bêbado no titulo massacra mais ainda o pai. | Denuncie |

Autor: Cleber Moraes
Esse já ta condenado a viver com a culpa. | Denuncie |

Autor: Felizberto Duarte
Triste notícia, pagou um preço caro pela bebedeira. Tem mais que perder a CNH. | Denuncie |

Autor: mauro gomes
Que castigo para a família dele, hein? Pois o tipo de indivíduo que põe a família no automóvel, após encher a cara, também é tipo de indivíduo que não tá nem aí para as consequências.Com certeza absoluta a família dele sente muito. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.