18°/ 24°
Belo Horizonte,
22/OUT/2014
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Bancário é assassinado em apartamento no Bairro Prado A vítima foi encontrada com marcas de violência no pescoço e com vestígios de violência sexual. O suspeito do crime seria ex-companheiro do bancário

João Henrique do Vale

Pedro Ferreira

Publicação: 10/10/2013 08:27 Atualização: 10/10/2013 14:46

Um bancário da Caixa Econômica Federal (CEF) de 40 anos foi assassinado dentro de um apartamento no Bairro Prado, na Região Oeste de Belo Horizonte, na manhã desta quinta-feira. O homem foi encontrado morto pela irmã com marcas de violência no pescoço. O suspeito do crime é um ex-companheiro da vítima que deixou o imóvel por volta das 3h30. O criminoso ainda usou um cabo de vassoura para violentar sexualmente a vítima. Ele ainda é procurado.

O criminoso, que é ex-companheiro do bancário e já havia morado no prédio, localizado na Rua dos Pampas, chegou no local por volta das 1h30. O porteiro comunicou ao proprietário do imóvel que autorizou que ele subisse até o apartamento 603. Câmeras de segurança flagraram quando o suspeito deixou o edifício por volta das 3h30.

A irmã da vítima tentou ligar para ela, mas ninguém atendeu as ligações. Preocupada, ela foi até o imóvel. O porteiro interfonou para o apartamento, porém, não obteve sucesso. Por causa disso, a mulher, que tem as chaves da casa, foi até o local e encontrou a triste cena.

 

Ronaldo Araújo Caldas estava caído no chão da sala de barriga para cima com marcas de violência no pescoço. A suspeita da PM é que ele tenha tido a cervical quebrada. 


Não foi encontrada nenhuma marca de arrombamento na porta do apartamento. A PM tenta identificar se algum material foi roubado no local, pois o suspeito seria usuário de drogas. O homem ainda não foi encontrado.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Bruno Alberto
será que é mesmo necessário dar detalhes tão pormenorizados sobre o estado em que o corpo foi encontrado, seus jornalistas? quanto sensacionalismo! noticiem, mas respeitem, né? | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.