19°/ 31°
Belo Horizonte,
02/OUT/2014
  • (15) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Jovem é estuprada e torturada por oito em Contagem Delegada abriu inquérito na tarde de quarta-feira, mas o crime aconteceu em 10 de junho. A jovem foi embebedada em uma festa no Bairro Nova Contagem e atacada por um grupo

Bárbara Ferreira

Publicação: 18/07/2013 08:07 Atualização:

Uma adolescente de 15 anos foi estuprada, agredida e torturada por oito jovens em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Com medo de retaliações, a família demorou alguns dias para procurar a polícia. Por isso, segundo a delegada Marina Cardoso Nascimento, da Delegacia de Mulheres da cidade, o inquérito de estupro só teve início na tarde de quarta-feira. O crime aconteceu em 10 de junho, quando a jovem saiu para uma festa junina na companhia de um primo e amigos do Bairro Nova Contagem. Na festa, os garotos teriam embebedado a jovem e a levado para o cemitério da região. No local, a vítima foi estuprada, obrigada a fazer sexo oral, mordida e torturada. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil, que já identificou os suspeitos.

A irmã da vítima contou ainda que a adolescente está muito deprimida e sob forte medicação. “Não sabíamos de nada. Só a víamos chorando dia e noite. Chegou uma hora que ela acabou contando tudo o que tinha acontecido”, conta. Segundo relato, a jovem e os suspeitos foram para a festa junina e tomaram um drink famoso: o bacardi big apple misturado com schweppes. A irmã da vítima disse ainda que a menina contou que os envolvidos cheiraram cocaína.

Bêbada, a vítima teria sido levada para o cemitério. Depois de uma seção de tortura e abusos sexuais, a menina acabou perdendo a consciência. Ela chegou a ser abandonada, mas, percebendo que estava tendo convulsões, os suspeitos retornaram para socorrê-la. Eles a levaram para uma Unidade de Pronto Atendimento do bairro. Sob ameaças, a vítima voltou para casa como se nada tivesse acontecido.

Segundo a família, muito deprimida, a adolescente não suportou e revelou o crime depois de alguns dias. A partir daí, as ameaças se intensificaram e a família procurou a polícia. A delegada Marina Nascimento disse que foi gerado um boletim de ocorrência em 14 de junho com relato de agressão e ameaças, mas, como estava fora da situação de flagrante, os policiais não puderam prender os suspeitos.

Investigação

Na Delegacia de Mulheres, o inquérito começou na tarde de ontem, com o depoimento da vítima e familiares. A delegada espera concluir o inquérito e prender os responsáveis dentro do prazo previsto para as investigações: um mês. Caso seja necessário, a delegada vai solicitar medidas protetivas para a jovem. A irmã da vítima revelou que a família se mudou com medo de retaliações. Ela ainda denuncia que um dos suspeitos está sob regime de liberdade condicional e já cumpriu pena por tráfico de drogas. O caso continuará a ser investigado na Delegacia de Mulheres de Contagem.
Tags:

Esta matéria tem: (15) comentários

Autor: Max Capivara
Isto é reflexo do que é pregado hoje. A banalização do sexo, Funks denegrindo a mulher, a falta de educação de qualidade nas escolas, o "sempre" existente Machismo que trata a mulher como objeto e por ai vai.... | Denuncie |

Autor: José Augusto Figueiredo
Comentários idiotas esses aqui. Parece, para esses "entendidos", que as famílias são as únicas culpadas. Ninguém aqui conhece a família ou a mocinha. Ninguém aqui estava lá. Estão é na frente do micro, dando de moralistas e justos, depois de ler a notícia. Bando de hipócritas. | Denuncie |

Autor: José Augusto Figueiredo
Quem é o imbecil aqui, imbecil? Desde qdo desrespeito aos pais, prostituição e nóia são justificativas para estupro? Tomara que vc tenha uma filha dessa idade, que seja ou venha a ser prostituta ou noiada e que não te respeite. Que seja submetida ao mesmo tratamento. Aí veremos quem é o imbecil. | Denuncie |

Autor: Full Metal Jacket
Suruba trash? | Denuncie |

Autor: Francisco FERREIRA
É crime,são bandidos,etc.,mas, pera ai! foi pega em casa,igreja, escola? Claro q não.Hoje nesta idade são tão adultas e as vezes prostitutas,noiadas,etc.Mas já já aparece um imbecil para dizer q estou falando merda.Pagou pelo desrespeito aos pais,quanta aos outros,cadeia e muito castigo. | Denuncie |

Autor: Anderson Zanin
A sociedade conta com a Polícia Civil para fazer esses cretinos pagarem por isso. Lá, na gaiola, essa gangue receberá o merecido pagamento por esse crime bárbaro. | Denuncie |

Autor: carlos bertoline
O crime é hediondo e desumano. Mas a menina tem culpa e pior ainda, a família, os país, são mais culpados ainda. 15 anos e bebendo. E os pais? Onde estavam? Circulo de amizades imprestáveis, drogados, traficantes e tudo que é pior e a menina lá no meio da "tchurma". Caçou sim. | Denuncie |

Autor: Carlos Felipe Guimaraes
Todos os dias vemos casos como esse envolvendo menores. Então eu pergunto: POR QUÊ AS FAMÍLIAS NÃO DEIXAM DE LADO ESSE FALSO DISCURSO DE LIBERDADE E AUTONOMIA APREGOADO PELA TURMA DO "PÃO E CIRCO", E NÃO PASSAM A DIZER "NÃO"! ESPECIALMENTE NO CASO DAS MENINAS, OS PAIS TÊM O DEVER DE ESTAR ATENTOS... | Denuncie |

Autor: Ademir Leal
Tem alguma coisa estranha nesta história. "Foi levada para um posto de Pronto Atendimento" e ninguem neste posto percebeu nada de errado!!!!????? | Denuncie |

Autor: Júlio Araújo
Quem procura acha, o que a garota foi fazer na festa lotada de bandidos? | Denuncie |

Autor: André Luiz Souza
3 sugestões pra começar a mudança: 1- pena de morte pra este tipo de crime (execução pública) 2- redução da maioridade penal pra 14 3- criação de uma instituição que ajude a justiça (dentro do prórprio judiciário) pra julgar este tipo de crime hediondo de forma urgentetíssima e imediata. | Denuncie |

Autor: Tatiana Maia
A PM NUNCA PODE FAZER NADA...BANDO DE SUJOS NOJENTOS...PENA DE MORTE JÁ PARA A VAGABUNDAGEM... | Denuncie |

Autor: Antonio
Festas em condomínios e escolas o álcool (e muitas vezes a droga) corre solto. As novelas são faculdades de patifaria. Os professores são cachorros de alunos(e a justiça protege) a Bolívia fez do Brasil sua latrina (drogas), o marginal de 17 anos não é preso, é "orientado". Eis o resultado !! | Denuncie |

Autor: Cristiano Neves da Silva
Vai caçar gandaia, vai?! Se tivesse participando de uma festa religiosa, como agora a JMJ, certamente isso não teria acontecido - tem gente que fica pagando de moderna, e tardiamente descobre que pagou de esperta e levou "de otária"! | Denuncie |

Autor: helenno souza
Que o fato é lamentavel todos concordamos. Mas os pais devem estar mais atentos nos dias de hoje menina de 15 anos na rua a noite é perigo na certa, e na companhia de 8 rapazes? | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.