SIGA O EM

Funcionários públicos terão ponto facultativo em jogo da Copa das Confederações

Os trabalhos nos órgãos públicos serão até às 12h, devido ao jogo entre Nigéria e Taiti

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 13/06/2013 18:17 / atualizado em 13/06/2013 18:42

João Henrique do Vale

Funcionários Públicos de Belo Horizonte terão pontos facultativos na segunda-feira, dia do jogo entre Nigéria e Taiti pela Copa das Confederações. A partida será realizada às 16h no Estádio Mineirão. Um decreto do prefeito Marcio Lacerda (PSB) com a determinação foi publicado nesta quinta-feira do Diário Oficial do Município (DOM).

De acordo com o decreto, os órgãos públicos cujos serviços são considerados essenciais funcionarão normalmente, incluindo o plantão na Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) e no Grupo de Área de Risco (Gear). Em relação aos postos e hospitais, a Secretaria Municipal de Saúde regulamentará, por intermédio de Portaria, o funcionamento dos serviços. Ainda conforme o texto, no caso dos demais serviços indispensáveis à população, fica facultado aos Secretários Municipais e dirigentes das entidades descentralizadas a regulamentação do funcionamento especial dos mesmos. A Central de Atendimento Presencial do Sistema de Atendimento Integrado ao Cidadão - BH Resolve não vai funcionar após o horário. O ponto facultativo vai valer apenas para este primeiro jogo. Nas outras partidas, o horário de trabalho ainda não foi definido.

Na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) uma portaria foi publicada nessa quarta-feira. Os trabalhos vão até as 12h. Durante a noite, haverá uma reunião especial para homenagear o Colégio Loyola pelos 70 anos de sua fundação.

No Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) o expediente forense será suspenso às 12h nas comarcas da Região Metropolitana de Belo Horizonte, que englobam, além da capital mineira, Betim, Brumadinho, Caeté, Contagem, Esmeraldas, Ibirité, Igarapé, Itaguara, Jabuticatubas, Lagoa Santa, Mateus Leme, Matozinhos, Nova Lima, Pedro Leopoldo, Ribeirão das Neves, Sabará, Santa Luzia e Vespasiano. Os prazos processuais que vencem neste dia ficam prorrogados para o primeiro dia útil subsequente.

A Câmara de Vereadores de Belo Horizonte ainda não definiu se haverá ponto facultativo na segunda-feira.
Tags:
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Hélio
Hélio - 14 de Junho às 16:14
Mamata danada!!! É uma piada nosso governo!!! Fui ao Detran em uma sexta-feira, após o último feriado, para emplacar um veículo e qual não foi minha surpresa ao saber que tinham emendado o feriado!!! A solução para os jogos é toque de recolher, para as ruas ficarem livres para os turistas!!!
 
Alysson
Alysson - 14 de Junho às 15:31
Coisas do BRASIL!!
 
Lucas
Lucas - 14 de Junho às 15:14
Tem gente aqui que parece colocar a culpa no funcionalismo público, mas essa medida não é pra beneficiá-los não, é apenas para tirá-los das ruas no horário de pico e assim ter um trânsito "menos pior" para os gringos verem... Esse país está mais maquiado que drag queen
 
luiz
luiz - 14 de Junho às 15:06
Fui professor federal até aposentar. Nunca faltei sem justificativa séria. O diretor da escola onde eu trabalhava adorava concertos de músicas clássicas e vivia cobrando presença dos professores nas apresentações. Absurdo, autoritarismo. O mesmo está fazendo o Estado.
 
geraldo
geraldo - 14 de Junho às 15:05
Esse mesmo Zé povinho que fazem essas críticas acima, vão esquecer tudo isso se o Brasil ganhar essa porcaria, podem crer!!!
 
Massa
Massa - 14 de Junho às 13:20
ATe quando esta baderna vai continuar?ESte Pais esta uma bagunça!!!!!!!
 
Massa
Massa - 14 de Junho às 13:17
ESte é um PAís de brincadeira!!!!! e de FARRA
 
Ark
Ark - 14 de Junho às 10:06
Funcionário público tem fama que não trabalha mesmo, por isso que todo mundo quer ser funcionário público, coisa de gente preguiçosa, quer mamar nas tetas do governo, ou melhor nas nossas tetas que pegamos uma alta carga tributária para sustentar estes folgados...
 
Maurício
Maurício - 14 de Junho às 09:38
Os tribunais e postos de saúde ficarão fechados, que absurdo!
 
James
James - 14 de Junho às 09:04
O governo só deu folga para os funcionários públicos porque precisava encher o mineirão. A fifa só vendeu 16.000,00 ingressos para o jogo, então o governo precisava encher o mineirão para não fazer feio na copa. Aí o governo distribuiu os ingressos para os func. Publicos. Viva o país das bananas !!!
 
James
James - 14 de Junho às 08:39
O Governo so deu folga para os funcionários publicos porque precisa encher o mineirão. A fifa so vendeu 16.000,00 ingressos, então deu folga e distribuiu o restante dos ingressos para os funcionários publicos(de graça). Assim o mineirão vai ficar bonito pra estreia da copa. Viva o país das bananas.
 
Gian
Gian - 14 de Junho às 08:12
Ponto facultativo = FERIADO. E agente é que paga a conta deste circo, que tem malabarista, apresentador, elefante, mágico, corista... e nós, os palhaços. Quem está auditando as contas desta festa superfaturada? Deve ser a turma dos mágicos, especialistas em fazer sumir as coisas. PALHAÇADA!!!
 
Márcio
Márcio - 14 de Junho às 08:03
Fico imaginando em Brasília, vai parar tudo mesmo..
 
JOSÉ
JOSÉ - 14 de Junho às 07:10
Olha eu nunca imaginei que a FIFA fosse tão poderosa assim!!! Parar a capital e RMBH em prol de um jogo de futebol. Vivemos em um circo onde os governos são platéias e nós o povo os palhaços. Que vergonha!!!
 
sebastiao
sebastiao - 13 de Junho às 23:56
O coitadinho , passa no concurso com 1000/vaga e sai da privada .
 
Anderson
Anderson - 13 de Junho às 23:21
Tão reclamando de quê..palhaços do circo. Vocês não estavam comemorando a copa do mundo no Brasil. Bem feito..vão trabalhar e pagar impostos.
 
Marcos
Marcos - 13 de Junho às 22:22
Eu que sou de empresa privada que ajudo a pagar as mordomias destes, e uma vergonha. Muda BRASIL !!!
 
Marcos
Marcos - 13 de Junho às 22:21
Nesta hora que precisamos ir para a praça sete e reivindicar profissionalismo por parte do nosso governador. Senhor Anastásia, esta me dando azia. Muda BRASIL !!!!
 
Jefferson
Jefferson - 13 de Junho às 22:20
Quem espera por anos aguardando uma audiência na justiça e se depara justamente no dia 17 de junho com feriado, ops,ponto facultativo..., deve estar arrasado...Mas a Fifa mandou, todos obedecem, ordens pro judiciário, legislativo e executivo.Uai, então manda na população também?
 
Marcos
Marcos - 13 de Junho às 22:18
Eu não esperava outra atitude do nosso governo, a final de contas coitados nos nossos funcionários públicos, trabalham tanto que merecem folgas de vez em quando. Cambada de canalhas, de aproveitadores do dinheiro público, estou falando dos nossos governantes e políticos. Muda BRASIL !!!!
 
Marcelo
Marcelo - 13 de Junho às 22:16
Bacana! Quem sabe nao tem um recesso ate a copa do mundo? Trabalhar para que, se tem o cidadao brasileiro para pagar as contas! Ja estou pagando o Mineirao mesmo, e nao uso! Umas contas a mais nao vao fazer diferenca nao gente! E nos inocentes achando que este pais ainda vai ser de primeiro mundo!!!
 
felipe
felipe - 13 de Junho às 21:58
ESTUDEM E PASSEM TB.
 
Meirelles
Meirelles - 13 de Junho às 21:23
Sabem quando irão ver uma manifestação contra esta pouca vergonha? NUNCA!!! E sabem por que? Leiam o EM de domingo... As novas gerações que estão vindo por aí só querem saber de estudar e entrar no serviço público. ACABAR COM A MAMATA? NUNCA!!! Na verdade a maioria gostaria de ter uma boca dessas.
 
Gustavo
Gustavo - 13 de Junho às 20:56
É uma vergonha mesmo. As instituições públicas que são as que deveriam dar o exemplo, são as primeiras a nos envergonhar. Lixo de país. Não aguento mais isso aqui.
 
Ana
Ana - 13 de Junho às 20:28
e garantir o colégio eleitoral, alienando a todos no que mais interessa a quem não é muito chegado ao trabalho, porque, quase todos fazem parte do "cabide de emprego"!
 
Ana
Ana - 13 de Junho às 20:27
A pouca vergonha está solta; funcionários públicos com ponto facultativo por conta de copa. Ao invés de doar Bolsa Família, deveria ser Bolsa Bola e deixar a população aprender o que é lutar pela vida e não se entregar às manobras eleitoreiras destes governantes sem escrúpulos, fazem tudo para valer
 
Walter
Walter - 13 de Junho às 19:53
Brincadeiraaaaa! Fazer bondade com o dinheiro alheio é muito fácil. Mas os 200 milhões de otários não se mobilizam pra acabar com essa desordem. E assim o Brasil vai descendo a ladeira, da falta de educação, de saúde e segurança. Ainda mais num joguinho sem nenhuma expressão. Pobre Povo Brasileiro.
 
Helbert
Helbert - 13 de Junho às 19:37
Brasil sil sil. Trabalhar que é bom mesmo ... NADA! Enfim, vem aí a COPA, Olimpíadas e daqui a pouco acontece outra coisa pro povão esquecer dos problemas. Pão e Circo, ou melhor, FUTEBOL E BOLSA FAMILIA.
 
domicio
domicio - 13 de Junho às 19:36
Fazer concurso. Cinco mil reais Passar no concurso muito estudo Nao ter que trabalhar nao tem preco
 
domicio
domicio - 13 de Junho às 19:29
Bom salário,folga direto e feriado na segunda e nos cidadãos pagamos a conta