SIGA O EM

Duplicação da BR-381, a Rodovia da Morte, dá importante passo em Brasília

Dnit abre hoje processo licitatório para duplicar uma das mais movimentadas e perigosas rodovias que cortam Minas. RDC promete dar agilidade ao projeto

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 544133, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Rodrigues/EM/D.A Press', 'link': '', 'legenda': 'At\xe9 a segunda-feira ser\xe3o conhecidas as empresas vencedoras da licita\xe7\xe3o', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2013/06/13/405126/20130613012605235134o.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': None}]

postado em 13/06/2013 06:00 / atualizado em 13/06/2013 06:38

Landercy Hemerson

Rodrigues/EM/D.A Press

A duplicação da BR-381, no violento trecho entre Belo Horizonte e Governador Valadares (Vale do Rio Doce), dá hoje um importante passo, com a abertura das propostas iniciais de preço e técnicas, em sessão pública a partir das 9h, na sede do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), em Brasília. Até a segunda-feira serão conhecidas as empresas vencedoras da licitação para elaborar os projetos básicos e executivos e assumir as obras de duplicação e ampliação de capacidade e de segurança entre os kms 155,4 (MG-020/Avenida Cristiano Machado, em BH) e 458,4 (entroncamento com a BR-116, em Valadares).

O projeto de referência do Dnit prevê que, além da duplicação de 303 quilômetros de rodovia ao Norte, serão construídas 99 obras de artes específicas, como pontes e viadutos, e cinco túneis. Atualmente, a rodovia é duplicada entre Belo Horizonte e São Paulo e, com a conclusão do novo trecho, será ampliada a capacidade de tráfego que corta o país através do estado. “A duplicação da BR-381 é fundamental para a economia do Brasil e de Minas Gerais, mas é mais importante ainda para a vida de todos nós, mineiros. A abertura da licitação para as obras mostra o compromisso da presidente Dilma com o nosso estado”, destacou ontem à noite o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel.

O Edital da Licitação 165/13 foi publicado em 28 de março e, no fim do mês passado, foi encerrado o prazo para esclarecimentos aos interessados. O trecho de 303 quilômetros da BR-381, que inclui o percurso conhecido como Rodovia da Morte, entre BH e João Monlevade, foi dividido em 11 lotes para execução das obras, que incluem duplicação, melhoramentos e ampliação de capacidade e segurança. Como a licitação é em regime diferenciado de contratação (RDC), na modalidade contratação integrada, o processo de análise das propostas será mais rápido e acredita-se que em agosto já estejam assinadas as ordens de serviço para que as empresas vencedoras iniciem a elaboração dos projetos. Já existe um projeto de referência elaborado pelo Dnit, que deverá ser aprimorado.

A contratação em RDC traz outras vantagens, segundo o governo federal, já que o grupo que vai elaborar o projeto também vai executar as obras. Com isso, a gestão de risco passa a ser de responsabilidade do mercado, sem nenhum aditivo. A exigência de seguro performance, nessa modalidade, garante a conclusão das obras, independentemente de problemas alheios à empresa contratada ou ao Dnit.

Hoje, a partir das 9h, o Dnit recebe as propostas dos lotes 1 a 5. Amanhã, a partir das 14h, serão entregues os documentos referentes aos lotes 6 e 7. Na segunda-feira, em sessão pública que começa às 9h, será encerrada a entrega das propostas dos lotes 8 a 11. Logo depois de aberta a sessão, as empresas interessadas são credenciadas pela comissão de licitação e entregam os envelopes com carta de apresentação e proposta de preço. As que apresentarem menor valor são classificadas para a fase de lances abertos, verbais, respeitando o intervalo mínimo de 1% do valor da proposta inicial mais vantajosa.
Tags:
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Leandro
Leandro - 25 de Junho às 09:32
Pessoal, vamos participar do movimento nova381... vamos conseguir tirar a duplicação da BR do papel...
 
Leandro
Leandro - 24 de Junho às 17:04
Pessoal, vamos apoiar o projeto nova381 para sairmos com essa duplicação do papel...
 
Rafael
Rafael - 13 de Junho às 12:19
Para quem não sabe, a outorga é o preço que a concessionária de rodovia para para o estado pelo uso dela, ou seja, uma espécie de aluguel.
 
Rafael
Rafael - 13 de Junho às 12:17
A empresa que administra a Fernão Dias tem outras rodovias no interior de SP, todas estaduais. Ela disse que cobra o mesmo preço por KM para todas as estradas, mas o governo de SP cobra outorgas muito mais altas que o governo federal, por isso o pedágio mais caro em SP.
 
Rafael
Rafael - 13 de Junho às 12:14
Mário, a melhor coisa que pode acontecer para Minas é concederem essa e outras estradas. O que torna o pedágio caros nas rodovias concedidas é a outorga cobrada pelo estado. Lembro quando terminaram a duplicação da Fernão Dias: as primeiras obras estavam completamente perdidas. Será assim na 381?
 
Eusimar
Eusimar - 13 de Junho às 12:07
Estão mudando a cara do Brasil mesmo: a cara de pau foi oficializada.
 
JOSÉ
JOSÉ - 13 de Junho às 12:04
Obra estratégica para a Dilma tirar votos do Aécio em Minas, a tendência é está obra entrar em pleno vapor até o início de 2014! Daí virá obra mal feitas, sem drenagem e compactação e manutenção de curvas perigosas. Fiquemos espertos leitores, o PT sabe que precisa desta obra para derrubar o AÉCIO.
 
humberto
humberto - 13 de Junho às 11:49
ESPERO QUE NÃO SEJA ALGO MONTADO PARA QUE DILMA VENHA GANHAR POPULARIDADE.
 
Manoel
Manoel - 13 de Junho às 11:43
Porquê não privatizar logo e deixar a iniciativa privada tomar conta disto?Assim o nosso parcos recursos não seriam surrupiados.
 
Manoel
Manoel - 13 de Junho às 11:41
Puxa vida,a memória dos brasileiros realmente são curtas.Quem efetivou o custo do pedágio na 381 foi o FHC.Os PeTralhas realmente acabaram com o PAÍS.
 
Marcos
Marcos - 13 de Junho às 11:37
O TELETRANSPORTADOR SERÁ INVENTADO PRIMEIRO.
 
fernando
fernando - 13 de Junho às 11:26
Aposto que não acontecerá, é conversa desse povinho do PT ( Terroristas ) !!!!!
 
Bruno
Bruno - 13 de Junho às 11:09
Calma gente, o DNIT apenas vai abrir a licitação, depois tem prorrogação, depois tem fraude e anulação, depois tem suspensão da licitação, falta de recursos etc....
 
Luiz
Luiz - 13 de Junho às 10:59
Concordo com o sr. José Campos. A concessão da fernão dias é até correta. Permanece arrumada e sendo mantida por um pedágio barato. Mesmo que o asfalto não seja de um tipo "via Anchieta/Imigrantes". A MG-050 (não MG-010) realmente é uma vergonha! Pedágio caro para uma rodovia de pista simples. aff.
 
Altarimo
Altarimo - 13 de Junho às 10:49
Os falastrões de sempre não aparecem, quem tem comprometimento mesmo com a Rodovia está lá em Brasília acompanhando o processo e colocando pressão, como é o caso do Deputado João Vítor Xavier e o Secretário Alexandre da Silveira.
 
jose
jose - 13 de Junho às 10:40
quanto a cobrança de pedagio e o correto, como foi feito pelo lula com a br 381 sp a bh pedagio 1,90 ao passo que as outras como a mg 10 que foi privatizada pelo sr aecioe corjas cobram 4,00 e nao fizeram nada na estrada pois nem acostamento existe.UMA PORCARIA A TAL DE NASCENTES DAS GERAIS (FALCATR
 
jose
jose - 13 de Junho às 10:36
engraçado,tanto palpite sobre essa duplicaçao que mais parece palanque, nos brasileiros deveriamos aprender com uma escritora holandesa,e valorizar mais nosso pais, tanto tempo teve o psdb e outros que antecederam o pt e nao fizeram a duplicaçao e agora criticam o pt que ta mudando a cara do brasil
 
Altarimo
Altarimo - 13 de Junho às 10:36
Espero que a obra não seja como as da Copa que o MULA disse que não teria dinheiro público e o que se viu foi uma enxurrada de recursos mal aplicados, obras que custaram o dobro ou mais do esperado, estádios em cidades que não têm futebol, mas tem governo do PT e outras tramoias mais!
 
Altarimo
Altarimo - 13 de Junho às 10:30
Muito conveniente para a Super Dilma! Há um ano da próxima campanha põe o Edital na Rua. O PT prometeu durante 10 anos, agora, na hora que um Mineiro de verdade vai concorrer com ela é que ela que mostrar algum serviço para nós? Se a Dilma é mineira o JK era gaúcho!
 
Luiz
Luiz - 13 de Junho às 09:44
Honestamente....se fosse para duplica-la em no máximo 2 anos, eu seria totalmente a favor de privatizá-la e com pedágio de 8 reais. Aí acaba com essa novela de vez.
 
Luiz
Luiz - 13 de Junho às 09:38
Seja com o PT ou com o PSDB, depois de duplicada (?), a BR-381 será entregue para a iniciativa privada. Não duvidem disso.
 
gilberto
gilberto - 13 de Junho às 09:34
essa obra da 381 eh prima do metrô de bh, vao nascer em 2.099
 
gilberto
gilberto - 13 de Junho às 09:33
bem, vejamos, DNIT da ''MAIS UM PASSO'' contando que essa BR tem aproximadamente 167 km ente bh/valadares , a passos largos eu imagino que em 2099 essa BR começa a sair do papel
 
Jarbas
Jarbas - 13 de Junho às 09:10
As coisas não mudam mesmo!!! Ô Brasilzinho safado esse !!! O povo já cansou dessa novela e esses políticos ainda tem a cara de pau de continuar com um novo capítulo.
 
domicio
domicio - 13 de Junho às 09:05
Eu acredito nessa obra como acredito em papai noel,mula sem cabeça e curupira. Conversa fiada
 
Mario
Mario - 13 de Junho às 08:58
Rafael, vc acha que ela não será entregue à iniciativa privada depois de pronta? Aí eles assumem e nós começamos a pagar pedágio,isto é, pagamos pela obra duas vezes!
 
Eduardo
Eduardo - 13 de Junho às 08:57
Mais uma marolinha do pt para fingir que estão preucupados. Daqui a pouco a imprensa noticia que o edital é invalido e que passará por novos estudos. Eu tambem quero esse pt fora do poder!
 
sidnei
sidnei - 13 de Junho às 08:57
mais uma vez quer fantasiar, e querer que sejamos os seus fantoches, marcio larcerda que porqueira
 
Cristiano
Cristiano - 13 de Junho às 08:50
Como vão mexer, já deviam deixar com 3 pistas em cada sentido, pois senão vai ficar em pouco tempo depois da obra igual BH Sete Lagoas, ou seja, com excesso de caminhões e engarrafamentos.
 
sebastião
sebastião - 13 de Junho às 08:44
Todos sbem que está à frente da comitiva a Brasilia. É só interesse próprio até 2014; após as eleições, o assunto morre. Há quantos o povo clama?
 
José
José - 13 de Junho às 08:41
É um grande alívio para todos nós, melhor quando a obra estiver pronta. Não é momento para bairrismo, basta as propagandas medíocres e sínicas da Cemig e da Copasa que menospreza a capacidade de pensar do mineiro.
 
Pablo
Pablo - 13 de Junho às 08:40
Esse é o jeito PT de governar com mentiras e promessas. Sonho em ver esta quadrilha que ai está fora do poder. Enquanto isso, a br-381 continua matando.
 
sebastião
sebastião - 13 de Junho às 08:22
só acredito depois de pronta, será que fica em de dez anos? 'DUVIDO'
 
HEULLER
HEULLER - 13 de Junho às 08:18
Semana que vem acaba o conto de fadas.... edital cancelado... fraude etc etc etc... a carroagem volta a ser abóbora... etc..etc...etc... o açougue continua... ano que vem te eleição... as promessas surgem.... e o açougue continua....
 
Nery
Nery - 13 de Junho às 08:06
Dúvido que isso vá prá frente. Já ouvimos essa conversa fiada antes.
 
Rafael
Rafael - 13 de Junho às 08:01
Levaram 12 anos para duplicar o trecho de BH a SP. Quantos serão necessários para fazer de BH a Valadares? E o custo? Deviam conceder essa estrada com obrigação de duplicação. Em dois anos, se muito, estaria toda duplicada. Sem superfaturamento.