Siriema que teve perna amputada em atropelamento recebe prótese e volta a andar

A ave recebeu uma prótese feita de PVC moldada para se adaptar à perna da siriema

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 04/06/2013 09:40

Cristiane Silva

Cláudio Yudi/Divulgação


Uma siriema que foi atropelada em uma rodovia na cidade de Uberaba, no Triângulo Mineiro, voltou a andar após receber uma prótese em substituição a uma das pernas, que foi amputada. Segundo o veterinário Cláudio Yudi, a ave adulta foi encaminhada a ele pela 5ª Companhia da Polícia Ambiental há um mês. Por causa de uma fratura na perna direita, perto do pé, e foi preciso amputar o membro.

Em 23 de maio, a siriema recebeu uma prótese feita de PVC, material barato e mais leve, moldada para se adaptar à perna da siriema. Nos dois primeiros dias a ave não se apoiava com a prótese. Posteriormente, ela conseguiu se adaptar e passou a se locomover com a ajuda do equipamento. Uma segunda prótese, de metal, está sendo feita e será testada na ave.

A siriema é uma ave típica do serrado e muito comum na região do Triângulo Mineiro. O veterinário explica que a ave vive em casal e, normalmente, quando uma é atropelada, a outra ave fica próxima ao corpo e também acaba sendo atingida.

Cláudio Yudi/Divulgação
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.