Morre aos 60 anos o jornalista mineiro Eduardo Lima

Ele trabalhou em várias emissoras de rádio e televisão do estado. Cronista e poeta, era famoso pelo bordão "quem é inteligente está ouvindo a gente"

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 02/01/2013 19:10 / atualizado em 03/01/2013 07:40

Estado de Minas

Reprodução/Facebook
Morreu nesta quarta-feira, aos 60 anos, o jornalista e radialista mineiro Eduardo Lima, uma das vozes mais famosas do rádio nacional. Ele trabalhou em várias emissoras de rádio e TV, fez teatro, atuou no cinema como diretor e roteirista, fez parcerias com vários artistas mineiros, além de escrever crônicas e poesia.

Sua última aparição foi no TV Verdade, da TV Alterosa, onde apresentou uma crônica em homenagem à menina Mírian Brandão, que morreu há 20 anos.

Nascido em Montes Claros, ele foi apresentador do programa Viva a Tarde, apresentado de segunda-feira a sábado pela Rádio Itatiaia. Foi no programa que surgiu sua marca, o bordão “quem é inteligente está ouvindo a gente”. Lima também foi vereador e secretário municipal de Esportes em Belo Horizonte na década de 1990 e foi candidato a deputado federal.

O jornalista estava internado, recuperando-se de complicações após uma cirurgia cardíaca. Ele deixa 13 filhos. O velório será às 7h na Câmara Municipal de Belo Horizonte.

(Com informações da TV Alterosa)
Tags: