/ 22°
Belo Horizonte,
01/AGO/2014
  • (36) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

População de BH vai conviver com tragédias provocadas por chuvas por muitos anos Prefeito diz que capital não tem dinheiro para obras que acabem com pontos de alagamento, afirma que solução total do problema pode levar de 5 a 10 anos e anuncia que PBH vai desenvolver mais um sistema paliativo para lidar com a chuva

Daniel Camargos -

Valquiria Lopes -

Publicação: 17/11/2012 06:59 Atualização: 17/11/2012 07:11

Em BH, a faxina depois das inundações: no Bairro Horto, garis tiveram trabalho em ponto que já passou por obra.  (Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)
Em BH, a faxina depois das inundações: no Bairro Horto, garis tiveram trabalho em ponto que já passou por obra.

Os moradores de Belo Horizonte terão que conviver com tragédias provocadas por chuvas por no mínimo mais cinco anos. Mas o drama pode se alongar até o período chuvoso de 2022. O prefeito Marcio Lacerda (PSB) calcula que para sanar os problemas dos 80 pontos de inundação da capital serão necessárias obras que demandam de R$ 3 bilhões a R$ 4 bilhões. “A prefeitura não tem recursos e não tem capacidade de endividamento para fazer essas obras todas a curto prazo. É preciso aumentar a prevenção e ter um sistema de socorro eficiente”, afirmou ontem Lacerda. Mesmo que o poder público tivesse a verba, o prazo não seria de menos que três a cinco anos, informou. Não é a primeira previsão do tipo feita pela PBH. Em 2009, primeiro ano da gestão Lacerda, o então o secretário municipal de Políticas Urbanas, Murilo Valadares, previu que a cidade precisaria de dois anos até estar pronta para temporais.

Em entrevista ontem, no Bairro Castelo, na Região da Pampulha, próximo ao Córrego Ressaca – local onde Gilmar Almeida de Santana morreu durante a tempestade da quinta-feira –, o prefeito reagiu com irritação ao ser questionado sobre o fato de que o poder público não agiu a tempo de evitar prejuízos, diante da previsão de temporais, nos pontos onde os problemas são conhecidos. “Se é assim, nós falhamos. Nós devíamos ter sido um pouco mais babás dos cidadãos, para que eles não corressem riscos”, disse.

Sem previsão de recursos que possibilitem enfrentar todo o problema a curto prazo, a estratégia da prefeitura pode chegar ao extremo de interditar vias apontadas como potenciais locais de alagamento. “É preciso pensar em um sistema dinâmico, em que mesmo com uma chuva que produza alagamento em 15 minutos, nós possamos ter o fechamento da via, para evitar que pessoas entrem em zonas de risco”, disse Marcio Lacerda, sem detalhar como a medida poderia ser adotada. O prefeito afirmou que nas próximas duas semanas deve pensar em um “sistema de aviso e monitoramento, que permita reação mais rápida, para que os carros não entrem nessas regiões”.

O atual sistema de prevenção, baseado na colocação de placas de advertência em pontos suscetíveis a alagamentos, mostrou-se insuficiente, admitiu o prefeito. “O que nós fizemos nos últimos dois anos foi instalar centenas e centenas de placas de aviso nessas zonas de inundação, pedindo as pessoas para não se arriscarem nesses espaços nos momentos de chuva forte. Foi o mínimo que podíamos fazer”, afirmou Lacerda, reconhecendo que a última morte mostrou que a iniciativa é ineficaz. “Parece que a pessoa se arriscou. É uma morte que lamentamos muito. Somos solidários com a família. É preciso que o poder público aja mais rapidamente para fechar essas áreas no caso de chuva forte”, disse Lacerda.

O prefeito informou que, na atual gestão, que termina este ano, foram investidos quase R$ 500 milhões em intervenções já concluídas, somando as iniciadas na gestão anterior. “Temos em andamento obras de prevenção de enchentes de R$ 900 milhões. Somando ao que está em projeto e licitação, chegamos a R$ 1,1 bilhão. Nunca se investiu tanto em BH na prevenção de enchentes quanto se fez nos últimos quatros anos” argumentou o prefeito, que foi reeleito e fica no cargo até o fim de 2016.

Na Cachoeirinha, córrego saiu do leito mais uma vez e comerciantes reviveram rotina de prejuízo (Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)
Na Cachoeirinha, córrego saiu do leito mais uma vez e comerciantes reviveram rotina de prejuízo


Lacerda admite que o volume é insuficiente e atribui parte da culpa a seus antecessores no cargo. “ É uma questão de bilhões e bilhões de reais que não foram investidos no passado. A cidade ocupou margens de córrego de forma indevida”, avaliou. O prefeito acrescentou que, se as chuvas forem intensas nos próximos anos, como ocorre desde 2008, os problemas continuarão a ocorrer até que todas as obras sejam concluídas. Lacerda classificou a chuva de quinta-feira como um fenômeno meteorológico atípico, mas que repetiu situações ocorridas nos últimos quatro anos. “Antes de 2008, pelo menos nos 15 anos anteriores, não tivemos acidentes meteorológicos assim”, afirmou.

MAIS PERDAS Diante da perspectiva pouco otimista da prefeitura, restou aos atingidos pelas chuvas nos conhecidos pontos de inundação da capital se armar de vassouras, pás e mangueiras para limpar a sujeira depositada em casas e lojas pela enxurrada. Foi assim na Avenida Bernardo Varconcelos, no Bairro Cachoeirinha, Região Nordeste de Belo Horizonte. No Supermercado Roma, na altura do número 2.000, produtos e computadores ficaram estragados. Metros à frente, a distribuidora de produtos de sorveteria Minas Soft amanheceu repleta de lama. A avenida por onde passa o Córrego Cachoeirinha ficou mais uma vez coberta de água barrenta, que invadiu o comércio da região. “Enfrentamos uma chuva forte no ano passado e perdemos R$ 15 mil em produtos. Depois disso, colocamos placas de vedação nas portas, mas o serviço não foi suficiente. Estamos com uma perda enorme. Ainda nem sei o valor”, contou a gerente Vanessa Dias, de 28, enquanto juntava caixas de papelão ensopadas. Trabalho que se repetiu por várias regiões da cidade, principalmente em avenidas como a Francisco Sá, Cristiano Machado e Silviano Brandão.


FALA, PREFEITO
“Se é assim, nós falhamos. Nós devíamos ter sido um pouco mais babás dos cidadãos, para que eles não corressem riscos”
Márcio Lacerda, prefeito de BH, ao ser questionado sobre a falta de obras e os resultados previsíveis da tempestade

FALA, CIDADÃO

“Tinha de haver mais obras de drenagem. As galerias não suportam e todo mundo sabe disso. Teve até quem nos prometeu isenção de IPTU, mas não deu nada”
Paulo de Souza Matos, ono de bar na Avenida Francisco Sá, no Prado, enquanto limpava o estabelecimento e contabilizava R$ 3 mil em perdas com a chuva de quinta-feira
Tags: celular

Esta matéria tem: (36) comentários

Autor: clayton pereira
SAFADO SAFADO SAFADO SAFADO ENTREGA A PREFEITURA. DINHEIRO PARA CAMPANHA TEVE NÉ, QUANTOS MILHOES? | Denuncie |

Autor: Marcos Augusto Ricardo de Gouvea
Continuo achando que o maior culpado de termos um prefeito tão "cara de pau" foi o PIMENTEL. Se não fosse este "traíra", o atual prefeito sequer teria um primeiro mandato. E foi reeleito exatamente porque no primeiro só fez "obra de vitrine" e que enganou a população! | Denuncie |

Autor: pablo
Perdoem-me o erro. O certo seria DESAGRAVO PÚBLICO. Obrigado, prezados do EM. | Denuncie |

Autor: Mário Sampaio
Tem como resolver o problema com enchentes em Bhte,só que ao inves de pensar nisto,pensam em fazer metrô subterraneo que nunca vai sair,é só fazer uma represa logo após o termino da cidade,a água represada seria evacuada depois, se quizerem resolve,mas tem pouca vontade de fazer. | Denuncie |

Autor: pablo
Impeachment é algo que acontece. A PBH TEVE TEMPO E DINHEIRO SIM!!!!! Agora vem com essa desculpa e o Sr Lacerda, ainda que implicitamente, debocha do cidadão e cria agravo público, desafeto. Prefeito não governa só, mas ESSE, nem governa! Impeachment nele! Vamos para as ruas! I | Denuncie |

Autor: christiano castilho
acho que Lacerda nao deve tomar posse no seu segundo mandato em janeiro proximo, o que ele fez com a população de BH é inaceitavel para qualquer politico que é eleito pelo seu povo. devemos eleger seu vice e que ele nao siga o impostor que estava no poder, se nao sai fora tambem | Denuncie |

Autor: Marco Pereira
Não venham me culparem as chuvas...e devemos agradecer a DEUS POR CHOVER. O problema é a boçalidade do homem querendo enfrentar a natureza com construções onde não deviam, obras de risco como pousadas, hotéis, caas, prédios onde quando chove, a desgraça vem e vem com força. Culpa de quem? de Deus? | Denuncie |

Autor: Marco Pereira
É o que eu sempre falei: deixaram o homem invadir o espaço da natureza, e agora, ela cobra e cobra caro...morros, encostas com mansões, casas em percurso de rios...queriam o que? Governantes não fizeram moradis para a segurança dos desesperados e eles, fizeram casas onde não deviam, taí o resultado. | Denuncie |

Autor: christiano castilho
o safado do nosso prefeito | Denuncie |

Autor: Edilson Guimaraes
Que não houve investimentos que deveriam ter sido feitos há anos atrás, é fato. Essa cidade vem sofrendo com administrações pífias, desde que Maurício Campos deixou a prefeitura. Mas, ter que ouvir isto desse "alcaide" é dose. Mas foi a população que o colocou lá. Agora tem que pagar por isso!!! | Denuncie |

Autor: Edilson Guimaraes
A máscara caiu. A eleição passou, esse Sr. atingiu seus objetivos aliando-se ao seu Vice, não se sabe de que maneira (aquele vídeo lembram?). Agora temos que aguentar, pois ele não tem e nunca teve copromissos com a população. Só com politicagem suja. Que sirva de lição!!! | Denuncie |

Autor: Lucas Salles
Se, como dizem, Lacerda quiser mesmo ser governador vai ter que rebolar para fazer as pessoas esquecerem dessa frase. Lamentável. Desumano. Ridículo. | Denuncie |

Autor: Luis Viana
Em diversos locais de BH existem ruas e avenidas em beira de córregos que são um verdadeiro atentado ao bom senso, mas para que fazer obras nestes locais? isto não gera votos e não beneficia os "amigos". A população que se vire nos trinta e não saia de casa no período chuvoso. | Denuncie |

Autor: Luis Viana
Cada povo tem a praga que merece. BH tem Marcio Lacerda. É simples transferir a culpa para a população e usar o dinheiro para fazer obras que beneficiem os "amigos" aos invés de obras que venham a solucionar problemas que estão aí a décadas. Parabéns BH. | Denuncie |

Autor: Rodrigo Carvalho
Esse prefeito é muito fraco, obras com verbas federais, vá pedir ao Aécio Neves, ele não teria feito um choque de (má) gestão em MG. O estado estaria bem? | Denuncie |

Autor: fernando guimarães
Isso é uma Vergonha, para a copa temos dinheiro, para ajudar o povo que esta sofrendo ai, querem não. Aposto que a casa deles não alagaram | Denuncie |

Autor: Werlesson Sampaio
IMPEACHMENT !!! Eu não quero babá, eu quero prefeito! | Denuncie |

Autor: jose costa
Fico pensando nos rios de dinheiro que se perdem na corrpção nesse país. Quantos Genoinos, Dirceus, Delubios... Como esses caras conseguem dormir?!?!? | Denuncie |

Autor: jose costa
BH nunca teve um plano de longo prazo. Esses pontos de inundação tem 20, 30 anos. E nada é feito nunca. A questão é de prioridade política: para a Copa saiu dinheiro de todo lado pro país inteiro. Agora, a população... quem liga, né? | Denuncie |

Autor: Prime Time 85
Herança maldita. Antes do lacerda, não tivemos administração nenhuma, por 16 anos. Paciência. | Denuncie |

Autor: Ubirajara Coelho
Ainda mais agora que não temos uma "BaBa" como PeRfEiTo. | Denuncie |

Autor: alexandre Belo
Quem manda a população eleger um pateta para ser prefeito? | Denuncie |

Autor: Patrick Alves
Isso pq esse foi apenas o primeiro temporal...e qdo for todo dia ? Até Março caira muita água ainda... Coitada da população Belo-horizontina... | Denuncie |

Autor: GERALDO RODRIGUES
A POPULAÇÃO TEMDE FAZER A PARTE DELA TAMBÉM,NÃO É SÓ ESPERAR PELAS AUTORIDADES, FALTA EDUCAÇÃO E MINIMO DE HIGIENE. AS PESSOAS TEM DE APRENDER A DESCARTAR LIXO CORRETAMENTE E NÃO CONSTRUIR EM ÁREAS DE RISCO. | Denuncie |

Autor: uberdham fernandes guimaraes
uai, bhte nao tem o melhor prefeito do brasil,cade a gestao, as obras,o lado social, o anstasia e aecio..ningum aparece ne...kkkja ganharam a eleiçao de novo. | Denuncie |

Autor: Adelson Queiroz
Mídia pura, Vamos fazer copa, povo brasileiro já tem toda infraestrutura que precisa. | Denuncie |

Autor: Hugo Castelo
Só a PBH colocar gente fiscalizando os porcos que jogam lixo no chão e quem faz bota-fora e põe lixo na rua sem ser no dia da coleta e a Copasa colocar fiscais multando quem colocou água de chuva na rede de esgoto. Não vai gastar nem 100 milhões e Janeiro - 2013 pode dar um Sandy que BH não inunda! | Denuncie |

Autor: Bruno Araújo
os seus interesses, é mesma coisa do Lula. Acorda pessoal, a agua vem vindo. Imaginem o metro subterraneo de bh? Vai ser um submarino? O povo burro!!! | Denuncie |

Autor: Bruno Araújo
Esse tipo de obra não da voto, não é o tipo de obra que fica visível. Uma pena que nem todos os prejudicados pelas chuvas são eleitores desse cara. Mas quem o elegeu deveria ser levado pela enxorrada com ele. Um prefeito completamente despreparado para governar para o povo. Esses dai governam para | Denuncie |

Autor: ewerton sousa
Babá ou responsável? | Denuncie |

Autor: couto jm
Isso prova que ja estão lavando as mãos neste mandato. Não tem dinheiro. Só daqui a 5 anos vai ser resolvido. Dinheiro para campanha não faltou, foram milhões, para prevenir tragédias não tem dinheiro. Conta outra pisca pisca boca murcha. | Denuncie |

Autor: couto jm
Pisca pisca boca murcha ta doidão. Precisava ter discernimento em dar apoio moral a quem foi afetado pela falta de atitude da PBH em fazer algo preventivo contra inundações. O que fez foi demostrar total falta de respeito com MUNÍCIPE que ja se ferrou com a chuva e tem de escutar esse derespeito. | Denuncie |

Autor: Luiz Leal
Isso é um BEM FEITO para todos que votaram nele. Está aí o troco de vocês. | Denuncie |

Autor: Alexandre Botelho
Isso que dá reeleger o Márcio. Ele prometeu deus e mundo contra as enchentes, 4 anos depois, tudo o que ele alcançou foram dívidas com as construtoras. Acordem, belohorizontinos. | Denuncie |

Autor: Paulo Barbosa
Impermeabilizaram o solo, asfalto, poucas boca de lobo, construções ocupando todo o terreno e depois como não há como absorver todo o excesso de água, corre pelas ruas e ladeiras abaixo prejudicando milhares de proprietários que seus bens destruidos. As cidades brasieliras tem que ser reiventadas. | Denuncie |

Autor: Domingos Sávio Oliveira
Passaram-se as eleições, agora que o povo se dane. Aliás, se o prefeito deveria ser babá dos cidadãos, os cidadãos não deveriam ter sido tão BABAcas votanto neste cidadão irresponsável e descompromissado. Mas, afinal o povo tem o prefeito que merece... | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.