Quatro pessoas morrem em batida entre carro e caminhão na BR-116, em Teófilo Otoni

Colisão frontal aconteceu no km 271 da rodovia. Uma gestante foi socorrida em estado grave para o Hospital Santa Rosália, em Teófilo Otoni.

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 08/10/2012 09:47 / atualizado em 08/10/2012 10:31

Cristiane Silva

Quatro pessoas morreram em um grave acidente no início da manhã desta segunda-feira na BR-116 em Teófilo Otoni, na Região do Vale do Mucuri. Segundo as primeiras informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), por volta das 6h00, um carro de passeio e um caminhão bateram de frente no km 271 da rodovia.

Conforme o sargento Marcélio Geraldo Leite, do 4º Pelotão do Corpo de Bombeiros de Teófilo Otoni, o condutor do caminhão contou que o Renaut Clio placa HEI-2968, que vinha da cidade de Crisólita, rodou na pista e atingiu o veículo de carga, que arrastou o carro de passeio por cerca de 100 metros. Cinco pessoas estavam no carro, sendo três mulheres e dois homens. No local, morreram Aldeir Florentina de Jesus, Renata Ferreira Dias, de 21 anos, Édipo Pereira da Silva e Genésio Bento Castelo, de 43. Jendria Gomes Lima, que está grávida, foi socorrida em estado grave para o Hospital Santa Rosália, em Teófilo Otoni. Os corpos das vítimas foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade. O caminhoneiro não se feriu.

Ainda de acordo com o sargento Leite, as vítimas do acidente moram em Belo Horizonte e estavam em Crisólita para votar no domingo. Havia muito óleo na pista, o que pode ter causado a derrapagem que levou à colisão com o veículo de carga. O trânsito ficou interditado por quase três horas nos dois sentidos da rodovia, mas foi liberado às 9h. Equipes do Corpo de Bombeiros ainda estão no local trabalhando na limpeza da pista.

Anel Rodoviário

A Polícia Militar Rodoviária (PMRv) informou que já foi retirado da pista o caminhão com problemas mecânicos que deixou o trânsito lento no Anel Rodoviário, sentido Vitória. O veículo estava parado sobre o viaduto da Avenida Amazonas, na altura do Bairro Madre Gertrudes, Região Oeste de Belo Horizonte. O congestionamento no local chegou a 5 quilômetros, provocando reflexos de lentidão até o Bairro Betânia. Conforme a PMRv, o trânsito ainda é intenso devido ao número de veículos.
Tags:
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600