Acrobata é asfixiada por corda durante apresentação de circo em Araguari

Ela fazia uma apresentação em uma corda a cerca de seis metros do chão quando o objeto enroscou em seu pescoço. No momento do socorro, a mulher não apresentava sinais vitais

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 10/09/2012 14:39 / atualizado em 10/09/2012 18:39

Estado de Minas

Uma acrobata foi asfixiada durante uma apresentação de circo na cidade de Araguari, no Triângulo, neste domingo. Ela fazia uma apresentação em uma corda quando o objeto enroscou em seu pescoço. De acordo com o Corpo de Bombeiros, Valderes Aik, de 31 anos, foi socorrida sem sinais vitais.

Segundo um militar da corporação que assistia o espetáculo, sargento Neilson Carlos Rosa, Valderes fazia uma apresentação a cerca de seis metros do chão. “ A menina colocou a alça de uma corda, que chegava até o chão, no pescoço. No solo estava um homem que giraria a menina pelo pescoço. Porém, o nó, que era para estar fixo, apertou o colo da garota”, disse.

Rosa disse também que, quando o número acabou, a mulher sofreu alguns espasmos. “Quando percebemos que havia algo errado, eu e um outro militar, que também estava de folga, fomos correndo ao picadeiro. Um funcionário subiu em uma patlaforma e conseguiu resgatar a vítima. Pedimos para que ele, com cuidado, jogasse a mulher ao solo. Conseguimos apanhar Valderes que estava sem batimos e não respirava”, contou.

Ainda conforme o sargento, após cerca de dois minutos em procedimentos de ressuscitação, a menina voltou a respirar, porém não respondia aos sinais dos militares. Ela foi encaminhada ao pronto socorro da cidade.

Nielson informou que foi ao circo nesta segunda-feira. A jovem já havia sido liberada do hospital e passava bem. “Ela também não soube explicar o que aconteceu. Disse que simplesmente apagou e ficou muito satisfeita de nós estarmos no local para acudi-la”, completou.