14°/ 31°
Belo Horizonte,
02/SET/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Construída em 1840, Fazenda da Vargem e referência na região de Nova Era

Gustavo Werneck -

Publicação: 26/08/2012 09:12 Atualização: 26/08/2012 09:22

A Fazenda da Vargem foi construída em 1840 por Joaquim Martins da Costa, quando Nova Era ainda se chamava São José da Lagoa e pertencia a Itabira. Moradores mais antigos chegaram a ouvir, sentados no passeio de pedras, na lateral do casarão e diante do paiol antigo, as histórias contadas pelo lendário Manuelzão (1904%u20131997) %u2013 personagem de Guimarães Rosa %u2013, quando da sua visita à cidade.

De acordo com pesquisas, a propriedade representou um marco econômico no município e no Vale do Rio Doce, sendo uma das pioneiras ao mostrar vantagens da agricultura sobre a mineração, que já se mostrava decadente. Depois de Joaquim Martins da Costa, que teve papel importante na Revolução Liberal de 1842, a Vargem passou às mãos do fazendeiro Raymundo Martins da Costa, que deu prosseguimento ao cultivo das lavouras de 24 mil pés de café, 155 alqueires de terra em semeadura de milho e criação de gado leiteiros, além da suínos das melhores raças. Banhada pelo Rio do Prata, afluente do Rio Piracicaba e com grande número de escravos, a fazenda teve 70 anos de apogeu, tornando-se referência em toda a região.

Ao pesquisar em cartórios, livros e outros documentos para fazer o levantamento sobre a fazenda, Elvécio Eustáquio da Silva jogou mais luz sobre a história da Vargem. Com o fim da escravatura e chegada da República, houve mudanças na administração da fazenda. A então proprietária e seus filhos instituíram uma sociedade agrícola industrial e compareceram ao cartório de Nova Era, em 22 de dezembro de 1890, para passar uma escritura a seus representantes no Rio de Janeiro e regularizar a situação. Para Elvécio, a recuperação da Fazenda da Vargem estará completa se for acrescentado um projeto arqueológico para escavações no terreno.

SERVIÇO
Fazenda da Vargem
» Tel: (031) 3861-4228
» Localizada a seis quilômetros do Centro de Nova Era
» Aberta todos os dias das 7h às 11h e das 13h às 17h – Entrada franca
» Excursões devem ser agendadas no Departamento de Cultura e Turismo
Tags: celular

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.