16°/ 30°
Belo Horizonte,
24/OUT/2014
  • (26) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Jovem que atropelou grupo na saída de boate é autuado por homicídio doloso Inabilitado e embriagado, rapaz de 18 anos jogou veículo contra três pessoas, matando uma delas

Daniel Silveira

Alfredo Durães

Landercy Hemerson -

Publicação: 05/08/2012 11:50 Atualização: 05/08/2012 19:56

Hudson Eduardo Silva, de gorro, presta depoimento no Detran, ao lado dos colegas que estavam com ele no carro  (Jair Amaral/EM/D.A Press)
Hudson Eduardo Silva, de gorro, presta depoimento no Detran, ao lado dos colegas que estavam com ele no carro


Hudson Eduardo Silva, de 18 anos, que atropelou neste domingo duas pessoas e matou uma terceira, vai responder a inquérito por homicídio doloso, quando há intenção de matar. Além disso, ele responderá também pelo crime de lesão corporal. Se condenado, o jovem poderá ser sentenciado em até 30 anos de prisão. A informação é da delegada de plantão do Detran, Rosângela Tulher, que fez o auto de flagrante de Hudson, na tarde deste domingo. Ele está preso no Detran, na Região Centro-Sul da capital e será transferido para a Cadeia Pública de Nova Lima, onde os crimes ocorreram.

Segundo testemunhas ouvidas pela polícia, o jovem de 18 anos atropelou de propósito, na madrugada deste domingo, após sair de uma boate, em Nova Lima, um rapaz, não identificado pelo Polícia Militar, e Daniel Henrique Barbosa dos Santos, de 25 anos, internado no Hospital de Pronto-Socorro João XXIII. Wellington Ribeiro de Faria, de 60 anos, também foi atropelado por Hudson e morreu antes da chegada do socorro médico. Hudson estava acompanhado de dois amigos, que foram ouvidos pela delegada e liberados em seguida. A delegada disse que não foi apurado envolvimento no ato criminoso de Lucas Marsal Silva Duarte, de 23 anos, e Yago Bruno Portilho Siman, de 20.

De acordo com a Polícia Civil, Hudson é inabilitado, estava embriagado e não possuía o documento do carro que dirigia, um Fiat Uno com placa de São Paulo. Ele alegou ser o dono do veículo, que não possui registro de furto ou roubo.

Atropelamento

De cordo com a polícia, Hudson e os dois amigos contaram que se envolveram em uma briga dentro da Hard Rock Café, em Nova Lima, após um deles mexer com uma mulher que estava acompanhada por outro homem. Por causa da briga, eles teriam sido expulsos da casa noturno pelos seguranças. Os jovens afirmaram que foram agredidos pelos seguranças.

Ainda conforme o depoimento do trio, eles entraram no carro e, quando se preparavam para sair, viram um grupo seguindo em direção ao veículo para agredi-los. Ele teriam ficados assustados, subindo a rua de carro, que não tem saída. Neste momento, eles contam, atropelaram um rapaz. Ao descerem a via, o mesmo grupo estaria armado com pedaços de ferro e madeira e, numa tentativa de se defenderem, avançaram com o veículo sobre as vítimas e fugiram do local.

A polícia informou que Wellington estava dentro de uma van quando viu o primeiro rapaz atropelado. Ele teria desembarcado do veículo para socorrer a vítima quando foi atingido pelo Uno que descia a rua em alta velocidade. Ele sofreu ferimentos múltiplos, morrendo no local do atropelamento. O motorista, que morava no Bairro Palmares, trabalhava com transporte escolar e fazia transporte de jovens à noite, que, por causa da Lei Seca, o contratavam para levar a bares e boates. Ele aguardava um grupo sair da casa noturna para levá-lo de volta quando ocorreu a tragédia.

Cerco

Imediatamente após o atropelamento, a polícia montou um cerco para deter o trio. Eles foram interceptados na Região da Savassi, mas conseguiram fugir dos policiais. Ao passarem pelo cruzamento das ruas Camões e Dantes, Hudson perdeu o controle da direção do veículo, que bateu no meio-fio e invadiu a calçada. Danificado, o veículo parou de funcionar. Os três foram detidos antes mesmo de desembarcarem.

No fim da manhã deste domingo, Hudson foi levado para o Instituto Médico-Legal para exames periciais antes de ser encaminhado para a Cadeia Pública de Nova Lima.

Velório

O corpo de  Wellington Ribeiro de Faria chegou às 16h30  à Funerária São Cristóvão, no bairro  Gameleira, Região Oeste de Belo Horizonte. Ele deixa mulher, três filhas e um neto. No velório, o clima era de muito pesar e de lambranças sobre a personalidade de Wellington, descrito por amigos como uma pessoa "boa, alegre e expansiva". A mãe dele, dona Débora, de 83 anos, também estava presente ao velório. O corpo de Wellington será enterrado nesta segunda-feira, às 10 horas, no Cemitério Bosque da Esperança,  localizado na divisa de Belo Horizonte com Santa Luzia, na Região Metropolitana.

Caso semelhante no Norte de Minas

Em Montes Claros, o estudante de administração de empresas Luiz Filipy Oliveira Almeida, de 23 anos, foi indiciado por dupla tentativa de homicídio qualificada por ter atropelado intencionalmente duas pessoas na saída de uma casa de shows da cidade. O fato ocorreu na madrugada de 16 de junho depois de o estudante se envolver em uma briga na casa noturna. O atropelamento foi filmado pelo sistema de vigilância Olho Vivo e teve repercussão nacional.

Uma das vítimas do atropelamento, o comerciante Camilo Martins Lima, de 24 anos, sofreu traumatismo craniano e continua internado em estado grave no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) da Santa Casa de Montes Claros. De acordo com boletim médico, sem recuperar as funções neurológicas, ele está sendo mantido em coma e corre o risco de ficar tetraplégico. A outra vítima, o estudante Bruno Sandrer, sofreu lesões na perna esquerda, na barriga e no rosto e foi liberado no mesmo dia do acidente.

Tags: celular

Esta matéria tem: (26) comentários

Autor: lucio teixeira
Sabe o que vai acontecer com o Hudson? Nadinha de nada, isso acontece todo mês em MG ninguém fica preso. Na próxima semana aparece mais um Hudson :( | Denuncie |

Autor: camilo
Esse tipo de coisa me faz "desistir" do ser humano! E só tem 18 anos! Quais os valores foram passados pra esse(s) rapaz(es)?! Nelson Rodrigues tinha razão: Conselho pros jovens?! "-ENVELHEÇAM!!!!" | Denuncie |

Autor: Humberto C B
Jovem já com esta mentalidade de matar ... PAREDÃO e FUZILA !!!! Antes que piore ..... | Denuncie |

Autor: Ramon Faria
Eu sou alérgico a juventude ! | Denuncie |

Autor: valmir marques
no passado o velhos promoviam grandes guerras globais, para, entre outras matar a parcela da juventude mais combativa e inquieta, eliminar desempregados e patrocinar industria de armas...como não fazem mais isso, eles mesmos (Jovens)se matam sozinhos, já que nunca foram muito inteligentes mesmo.. | Denuncie |

Autor: Ark Souza
Estes pilantras ... Já saem de casa avisando: se não arrumar mulher vou arrumar uma confusão... Cadeia para ele, mas a justiça no Brasil é frouxa... daqui uns dias está na rua respondendo em liberdade... lembram do caso da Av. Nrsa do Carmo... | Denuncie |

Autor: Gabriel Moreira
Qual é Sergio ??? Isso argumentação deles e se tinha uma galera de porretes para pega-los ou todos estavam errados ou estavam fugindo de algum hospício, pois os três são todos, "santos"tadinhos !... Esse otário vai mofar no xilindró...Coitado kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk | Denuncie |

Autor: Alessandro Soares
Começou tudo errado! O fim não poderia ser outro! Lamentável que um 3º terceiro pagou com a vida. | Denuncie |

Autor: Gustavo
Lamentável o caso... | Denuncie |

Autor: Deocleciano Moreira
Um rapaz de 18 anos, sem carteira de habilitação, sem documentos do veículo e embriagado. Um cara desses nasceu pra arrumar encrenca. Agora que paga o pato são os pais, que vão gastar o que tem e não tem para pagar o advogado. | Denuncie |

Autor: André Rocha
Pé de chinelo no meio de bacana é uma mistura que de fato não combina! | Denuncie |

Autor: Mario Moreira
So por ter metido as caras com mulher aconpanhada não precisa dizer mais nada!!! | Denuncie |

Autor: mauricio oliveira
Cadeia meu irmao....CADEIA,XILINDRO,AGORA PERGUNTO? ONDE ESTA OS FILINHOS DE PAPAI QUE FAZEM O QUEREM!!!! NAO ESTOU DEFENDENDO NINGUEM. SO QUERO SABER ONDE ESTAO OS BANDIDOS RICOS QUE COMETERAM CRIMES!!!!!! O BANDIDO QUE MATOU O PROFESSOR A FACADAS, ESTA SOLTO!! JUSTIÇA DE CANALHAS,VENDEM ATE MAE. | Denuncie |

Autor: Marcelo Loschi
Como é pobre e matou um trabalhador já deve estar solto. No Brasil você só fica preso se matar rico ou famoso ou se a imprensa cair em cima, caso contrário aqui pode tudo e estão "estudando" para poder mais... | Denuncie |

Autor: Bruno Mello
Alguns que comentam aqui estão equivocados, quem declarou que foram atacados foram os caras que cometerem o crime (aliás, homicidio culposo!), o que deve ser mentira porque uma pessoa inocente foi atropelada e morta | Denuncie |

Autor: Mario Oliveira
A periferia ataca novamente!!!Olhem a cara do jacu!! pobretão da pior espécie.. | Denuncie |

Autor: Antonio Ziller
O que mais me admira são os comentários tentando mostrar que o coitado do inabilitado bêbado estava sendo ameaçado. O cara está totalmente errado, inabilitado, embriagado, tem que pagar e caro pelo seu erro. Sérgio Batista, muito infeliz o seu argumento. | Denuncie |

Autor: Gláucia Barbosa
Queria mesmo que todos os malditos desgraçados que vão pra balada e enchem a cara, que acham lindo contar vantagem de quantos engradados de cerveja beberam, que se orgulham de falar "eu bebo mas não fico tonto" e ai depois disso tudo se acham os todo-poderosos e controlados para dirigir e colocar a v | Denuncie |

Autor: Ricardo Scz
Mata logo essa desgraça. | Denuncie |

Autor: Bruno Mello
tem gente defendendo estes marginais mediante a declaração que eles deram na delegacia, o que provavelmente é mentirosa, lembrem-se que um inocente foi morto por eles | Denuncie |

Autor: GUILHERME FARIA
Homicidio culposo quando ha enetençao de matar um hinabilitado e alem ALCOLIZADO acorda Brasil 30 anos ainda e pouco qual o preço que vale a perca de um filho | Denuncie |

Autor: andrea magela oliveira
Sérgio, eles já começaram errados envolvendo com mulher acompanhada. | Denuncie |

Autor: Antonio Fonseca de Oliveira
Tudo errado! Os meliantes de classe baixa (dirigindo Uno, pobre), cismarem de irem ao Hard Rock. Os seguranças humilhando os rapazes pq nitidamente eram de periferia. E ainda os semi-Deus (ñ menos crimonosos) da ZS indo encurralar os consumados criminosos na rua sem saída. É o sistema em BH. | Denuncie |

Autor: André Corrêa
Daqui a pouco o "adevogado" argumenta que o coitadinho estava "sob forte tensão emocional" e solta essa desgraça. Tem que matar mesmo! | Denuncie |

Autor: Sergio Batista
Patrick,não vi ou conheço alguém que tenha presenciado os fatos,mas pelo relatado na reportagem, te pergunto:Se vc estiver dentro do teu carro e várias pessoas se colocarem na frente c/paus e ferros,buzina para saírem, passa em cima, ou fica parado esperando para ser espancado? Um dia pode ser vc | Denuncie |

Autor: Patrick Alves
Tem que acabar com a vida desse infeliz !! Aqui no Brasil, a coisa só começaria a mudar se as coisas forem tratadas no modo "mão-de-ferro"... Chega de moleza para assassinos e outros tipos de criminosos !! | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.