• (3) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Metrô de BH funciona normalmente no horário de pico Metroviários cumprem a escala mínima depois de acordo em audiência no TRT. Os trens rodam normalmente entre 5h20 e 8h30/ 17h às 19h30 de segunda sexta. No sábado funcionam de 5h30 e 9h e domingo não haverá operação

Luana Cruz -

Publicação: 15/05/2012 07:15 Atualização: 15/05/2012 10:46

Portas fechadas na Estação de Metrô Carlos Prates, Região Noroeste de BH, depois de 8h30 (Paulo Filgueiras/EM DA Press)
Portas fechadas na Estação de Metrô Carlos Prates, Região Noroeste de BH, depois de 8h30

Os metroviários de Belo Horizonte e região metropolitana cumprem a escala mínima mantendo funcionamento normal do metrô entre 5h20 e 8h30. De acordo com a presidente do Sindicato dos Empregados em Empresas de Transportes Metroviários e Conexos de Minas Gerais (Sindimetro-MG), Alda Lúcia Fernandes dos Santos, a operação mínima vai continuar de 17h às 19h30. O movimento normal durante a greve acontece de segunda a sexta-feira e aos sábados a escala será cumprida entre 5h30 e 9h. No domingo o metrô não vai funcionar.


Passageiros encontraram plataformas e trens vazios porque muita gente não ficou sabendo da operação normal em horário de pico. O Sindimetro-MG está acatando determinação do Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais (TRT-MG) depois de acordo firmado em audiência na segunda-feira. Se descumprir a operação mínima, o sindicato pode pagar multa diária de R$ 30 mil.

Os metroviários reivindicam reajuste salarial de 5,74%, participação nos lucros e resultados, adicional noturno de 50%, além de plano de saúde. De acordo com o sindicato, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), se recusa a aumentar os salários e definiu manter congelados os benefícios dos trabalhadores, como os auxílios transporte e alimentação.

De acordo a Alda Lúcia, uma nova audiência de conciliação entre o Sindimetro-MG e a CBTU foi marcada para o dia 21 de maio, na sede do TRT-MG. Até essa data, os passageiros precisam se preparar para usar o metrô apenas nos horários de pico e buscar outras opções fora desse período. A presidente do sindicato informou que esse cenário de escala mínima só vai mudar se a CBTU conceder reajuste. No dia 22 de maio, após conciliação, os trabalhadores vão se reunir para definir os rumos da paralisação.
Tags: celular

Esta matéria tem: (3) comentários

Autor: MARCELO FREITAS
desce o cacete. | Denuncie |

Autor: ricardo souza
É NÃO SEI O QUE É PIOR COM OU SEM ESSE TREMMMM HOJE O TRANSITO TAVA PIOR QUE ONTEM 2:30 HORAS NO ONIBUS PELA CRISTIANO UM PERCURSO QUE FAÇO COM 1:20 NO MÁXIMO PELO MENOS DA PRA DORMIR MAIS UM BOCADO.....KKKK SÓ RINDO MESMO | Denuncie |

Autor: Teo Fernandes
Só mesmo no Brasil para existir greve com funcionamento normal. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.