20°/ 32°
Belo Horizonte,
01/SET/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Hospital São Bento passa a integrar a rede do SUS Foram ativados ontem 60 leitos da unidade do Bairro Santa Lúcia, na Região Centro-Sul

Luciane Evans -

Publicação: 13/05/2012 07:30 Atualização:

 (Cristina Horta/EM/D.A Press)

Depois de quase um ano de portas fechadas, o Hospital São Bento, no Bairro Santa Lúcia, Região Centro-Sul da capital, foi reaberto ontem como Complexo Hospitalar São Francisco – Unidade Santa Lúcia. Fruto de parceria entre a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) e a Fundação São Francisco, a unidade será destinada ao atendimento ortopédico e, até agosto, contará com 110 leitos, sendo 100 de enfermaria e o restante de CTI adulto. A promessa é de que com o espaço a fila de cirurgias eletivas de ortopedia, especialidade com mais pacientes à espera, seja reduzida. Hoje, na capital, 8 mil pessoas aguardam intervenção cirúrgica ortopédica pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

A expectativa é de que sejam feitas 300 cirurgias por mês, todas pelo SUS. Em agosto, a estimativa é de 700 por mês. Por enquanto, estão ativados 60 leitos, sendo 50 de enfermaria e 10 de CTI adulto. Além disso, há três salas de bloco cirúrgico e um ambulatório, que conta com quatro consultórios e uma sala de gesso. Entre as especialidades atendidas estão mão, coluna, joelho, ombro e quadril.
De acordo com
o secretário municipal de Saúde, Marcelo Teixeira, a unidade serve como retaguarda para a cidade. “A principal demanda que temos hoje é de origem ortopédica. Para atender os casos de urgências contamos com unidades de pronto- atendimento (UPAs) e hospitais, como o Pronto-Socorro João XXIII. Este novo espaço servirá para os pacientes que precisam de cirurgia agendada sem urgência”, explicou. Foram investidos R$ 4,8 milhões em compra de equipamentos.

A Fundação São Francisco já havia assumido o hospital mais antigo da capital, o São Francisco de Assis, no Bairro Concórdia, Região Nordeste, que no fim de 2009 fechou as portas. De acordo com o superintendente-geral do complexo hospitalar, Helder Yankous, a nova unidade será como uma filial do Francisco de Assis. “A fundação é uma entidade em que os donos são todos. As contas são prestadas ao Ministério Público, o que dá mais segurança de que não haverá problemas futuros.”

Em novembro, depois de 30 anos de atividades, o Hospital São Bento, que funcionava com pacientes da rede SUS e de planos de saúde, fechou as portas em função da precariedade das condições sanitárias e estrutura física. Foram suspensas cirurgias, internações, além do serviços de farmácia, central de esterilização e a UTI da casa de saúde privada, especializada em ortopedia. Em fevereiro do ano passado, foi reaberto e, em junho, voltou a fechar devido ao problemas administrativos.

Tags: celular

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.