21°/ 29°
Belo Horizonte,
29/AGO/2014
  • (5) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

TV Alterosa comemora 50 anos de inovação na TV Alterosa faz aniversário fiel aos princípios de sua criação: ser referência em entretenimento e jornalismo de qualidade. Emissora está presente em 834 municípios

Arnaldo Viana - Estado de Minas

Publicação: 13/03/2012 06:00 Atualização: 13/03/2012 06:37

Bancada do Alterosa esporte se transformou em tribuna aberta para todas as torcidas do futebol mineiro (jair amaral/em/d. a press)
Bancada do Alterosa esporte se transformou em tribuna aberta para todas as torcidas do futebol mineiro
 

 

A TV Alterosa nasceu em 13 de março de 1962, sob o signo de Peixes. Naquele dia, o horóscopo predizia uma vida de devoção, com grande capacidade de servir aos outros. A devoção da emissora foi, é e sempre será com o entretenimento de qualidade e o jornalismo sério e responsável. Testemunha disso é a sua própria história e os personagens que ajudaram a construí-la. Os outros são os telespectadores, especialmente os mineiros, preocupação constante na montagem da grade de programação. Os astros, mais vez, acertaram em suas predições: a Alterosa vem cumprindo sua sina e chega  ao seu cinquentenário de fundação, presente em 834 municípios do estado.

 


Os Beatles gravavam o primeiro disco, Please, please me, em 1962, iniciando um novo tempo para os jovens de então, enquanto em Belo Horizonte inaugurava-se a Alterosa, para fazer história em Minas Gerais e pôr o estado no mapa televisivo brasileiro. Apenas 10 emissoras operavam no Brasil quando a TV mineira entrou no ar com exibição de filmes, noticiosos e esportes. Chegou a tempo de comemorar com os mineiros a conquista, no Chile, do bicampeonato mundial de futebol, graças aos dribles geniais de Garrincha. A sede era no Edifício Acaiaca, Centro da capital, onde estava também instalada a TV Itacolomi.

Pioneirismo

No fim dos anos 1970, uma decisão arbitrária do governo militar fechou a Rede Tupi de Televisão, dos Diários Associados, à qual pertencia a TV Itacolomi. Coube à Alterosa, não vinculada à rede, substituir a Itacolomi nas salas dos mineiros. Pode-se dizer que a emissora é uma das mais antigas em operação contínua no país. E cumpriu sua missão.
Em sua trajetória não faltam pioneirismo, ousadia e marcas, como as 42 mil pessoas, a maioria crianças, que a apresentadora Dulce Maria levou ao Mineirinho em uma das edições externas do Clubinho, nos anos 1980, quando a Alterosa já estava instalada no Palácio do Rádio, na Avenida Assis Chateubriand. O Clubinho continua presente na memória de muitas gerações de mineiros e sua personagem principal não deixa e não deixará a apresentadora Dulce Maria: “No Clubinho fui e continuo sendo a Tia Dulce”.

Craques

Kafunga, Fernando Sasso, Dirceu Pereira, Vânia Turce e tantos outros são personagens dessa trilha de pioneirismo, ousadia e marcas que levaram a Alterosa a se tornar, por merecimento, a TV que o mineiro vê. Kafunga comandava as análises de futebol no horário de almoço e o bordão “no Brasil, errado é que é o certo” incorporou-se ao vocabulário mineiro. Dirceu comandou o Povo na TV, entre meados dos anos 1980 a meados de 1990. “Ganhamos todos os horários, tanto que o programa, que começou com duração de duas horas, chegou a ser transmitido das 12h às 18h. Vânia lembra do Aqui agora, um programa interativo com a comunidade. “Eu era repórter e nós referência. Tanto que o rebelado nos queria lá e os reféns também”. Isso porque a presença da emissora era, como continua sendo, garantia de responsabilidade e isenção.


Do som hi-fi dos anos 1960  à tela em alta definição dos dias de hoje, a Alterosa sempre procurou ficar à frente e foi a primeira a oferecer, nos seus jornalísticos, imagens geradas pelo equipamento conhecido como mochilink, que permite ao telespectador acompanhar de casa, ao vivo, abordagens policiais em locais de tumulto, ações em veículos em movimento, como se ele estivesse presente no local. Exemplos da preocupação da emissora em investir em profissionais e em equipamentos de última geração para continuar sendo uma TV à frente de seu tempo.

Esta matéria tem: (5) comentários

Autor: Claudio Amancio Ferreira
Parabéns Alterosa pelos 50 anos e por valorizar e priorizar as coisas de MInas!! Meus filhos cresceram frequentando o Clubinho, da Tia Dulce!! Acompanhei o futebol assistindo o Kafunga, Fernando Sasso!! Parabéns e continuem sempre em frente!!! | Denuncie |

Autor: Erica Uba Andrade
Também faço aniversário hj, 13/03 e fico feliz em dividir a data com a TV Alterosa, que considero um patrimônio dos Mineiros. | Denuncie |

Autor: Valdir Pereira Ramos Vasconcelos Gualaxo gualaxo
Felizmente nem tudo acabou. Foram-se os áureos tempos, mas a TV ALTEROSA continua resistindo, como mineira fiel a raízes. Parabéns TV ALTEROSA. | Denuncie |

Autor: William Batista de Almeida
Parabéns a TV ALTEROSA, pelo sucesso e principalmente por priorizar as coisas das nossas Minas Gerais. | Denuncie |

Autor: Claudio Francisco
Assistir a um programa de TV, sentadinho no sofá é fácil. Porém, atrás deste produto final, ou seja, a programação e informação que chega até o usuário, existe um grande aparato de tarefas e serviços. Imaginem só quanto trabalho, ajustes e investimentos. Parabéns a TV dos Mineiros. Sucesso!!! | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.