Estado de Minas - Acompanhe as últimas notícias sobre Minas Gerais, economia, política, nacional, internacional, ciência e tecnologia Você, Empreendedor

SIGA O EM

Oportunidades para prosperar

Mesmo em momentos como o atual é possível empreender com sucesso

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 31/05/2015 06:00 / atualizado em 31/05/2015 09:27

Jorge Macedo - especial para o EM

Bruno Falci – Presidente da Câmara de
Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH)


Em momentos de instabilidade econômica, como o que estamos atravessando, uma pergunta surge com naturalidade: a hora é oportuna para a abertura de novos negócios? A resposta é sim. E por um motivo muito simples: oportunidades sempre existiram e sempre vão existir para empresários de qualquer porte, mesmo em momentos de crise, porque a sociedade não deixa de consumir. O segredo está na correta identificação dessas oportunidades, para preencher lacunas existentes. Mas, nesse caminho, há regras básicas que precisam ser seguidas à risca por quem quiser diminuir os riscos inerentes aos empreendimentos.

Na cartilha empresarial, quando um micro ou pequeno empreendedor decide abrir seu negócio, a palavra “planejamento” é verbete indispensável. É sabido que o sucesso de um empreendimento, qualquer que seja seu tamanho, está condicionado a um minucioso estudo. Identificada a oportunidade, é preciso respeitar a capacidade financeira, buscar capacitação empresarial, ficar atento à concorrência e promover ações de inovação. Mas nesse manual de prosperidade nos negócios consta outro item essencial, sobretudo para micro e pequenas empresas: o foco.

A ideia de “atirar para todos os lados” é quase sempre parte de um jogo perigoso para qualquer candidato a empreendedor. São muito comuns os exemplos de micro e pequenas empresas que, sem direcionar os esforços e as estratégias, acabaram perdendo seus investimentos. Quem abre uma loja de artigos de decoração de casa, por exemplo, deve, antes de tudo, identificar a qual público vai atender. Será a dona de casa que vai investir em peças mais simples e de menor custo, pagando uma média de R$ 20 a R$ 50; ou a consumidora disposta a pagar R$ 200, R$ 500 ou até mais por um objeto de decoração de qualidade superior? Será que mesclar públicos e produtos tão distintos em um mesmo estabelecimento é vantajoso?

Daí nasce a necessidade do foco. É preciso direcionar o tipo de público a ser atingido e os tipos de produtos e serviços a serem oferecidos. A avaliação deve levar em conta, também, um estudo da região em que estará localizado o estabelecimento, se ela concentra consumidores das classes A, B ou C, D, E...

Decidido o foco, outro fator essencial para o sucesso de um negócio, de acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Minas Gerais (Sebrae-MG), está na disputa de preço. É preciso entender qual o valor percebido pelo cliente para o produto ou serviço que está sendo oferecido. O consumidor pode buscar preço baixo e agilidade quando, durante a semana, gasta pouco mais de R$ 10 para almoçar próximo ao trabalho, mas, no fim de semana, se propõe a gastar R$ 50 ou mais pelo almoço, valorizando outros aspectos, como conforto e qualidade. Um mesmo consumidor tem percepções diferentes de valores e decide quando e onde pretende gastar mais ou menos dinheiro. Entender essa dinâmica é importante para o empresário, porque demonstra que existe público para todo tipo de negócio.

Um dado positivo, segundo o Sebrae-MG, é que a taxa de sobrevivência das micro e pequenas empresas mineiras nos primeiros dois anos de atividade está entre 76% e 77%. São índices semelhantes a de países europeus. A entidade avalia que esse resultado reflete uma mudança na percepção das empresas, que não mais se constituem exclusivamente por necessidade, mas por oportunidade.

Portanto, há avanços a serem comemorados. Mas essa mudança positiva reforça ainda mais a necessidade de planejamento e foco para enfrentar uma concorrência cada vez mais profissionalizada.
Tags: emp-varejo
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600