Publicidade

Estado de Minas

Conselho de Arquitetura e Urbanismo lamenta a morte de Oscar Niemeyer


postado em 06/12/2012 11:10

Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Minas Gerais lamentou a morte de Oscar Niemeyer, aos 104 anos, por infecção: “O CAU/MG, lamenta profundamente o falecimento do gênio Niemeyer, que nos deixou o legado de seus primeiros projetos (Conjunto da Pampulha). Oscar permanecerá inesquecível e suas obras lembradas para sempre”, informou o órgão por meio de nota.

O arquiteto Joel Campolina, presidente do CAU/MG, que chegou a trabalhar com Niemeyer na década de 1970, demonstrou tristeza: “O sentimento é de perda de uma pessoa que marcou sua trajetória de uma maneira muito especial. Ele lutou pelos seus princípios, acreditou no que fez”, destacou.

Niemeyer foi o primeiro profissional a receber a carteira de identidade fornecida pelo conselho. O arquiteto faria aniversário de 105 anos de idade no dia 15 de dezembro, mesma data em que o CAU completará um ano de existência.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade