SIGA O EM
 col-xs-12

2010

Satisfação garantida

Excelência no que cada uma oferece, um dos seis atributos avaliados na pesquisa sobre as melhores de Minas, é quesito de maior peso no cálculo sobre imagem e reputação das empresas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 03/05/2010 09:50 / atualizado em 07/11/2012 20:02

A percepção sobre a qualidade de produtos e serviços,o primeiro atributo em importância relativa entre os seis avaliados na pesquisa do Grupo Troiano e da Ideia Comunicação Empresarial, foi o que mais apresentou mudanças na comparação com a lista geral das 10 marcas de maior prestígio no estado.

Três empresas presentes no ranking final não aparecem entre as 10 primeiras do quesito: Gerdau Açominas, Telemig Vivo e Votorantim Metais (VM). Outras três organizações que não estão nos rankings das 10 mais de outros atributos e também no geral ocupam os seus lugares. São duas do setor de alimentação e uma do segmento de comércio varejista: as indústrias de alimentos Vilma (sexta colocada) e Pif Paf (sétima) e o Supermercados Bretas (décima).

Para o diretor da Ideia Comunicação Levi Carneiro, a exclusão do top 10 desse atributo da Gerdau Açominas e da VM tem razões simples. "A maioria das marcas que figuram nessa lista oferecem produtos e serviços de acesso direto a consumidores/clientes, o que torna mais fácil a sua avaliação no quesito qualidade. Não é tanto o caso dessas duas empresas, que são do setor de metalurgia e siderurgia", afirma.

SINAL
Já o não aparecimento da Telemig Vivo no ranking das 10 primeiras em qualidade de produtos e serviços, segundo Levi, "é sinal de que a operadora precisa melhorar nesse aspecto". "O que parece pesar no caso é especificamente a questão dos serviços oferecidos pela empresa, que não têm uma avaliação tão positiva dos consumidores como ocorre em outros atributos, como a capacidade de inovação", diz.

A empresa, no entanto, assegura que oferece excelência também em produtos e serviços. Segundo a assessoria de comunicação da Vivo, indicadores recentes confirmam boa performance da operadora no quesito, sobretudo em relação às concorrentes."A Vivo tem os planos mais vantajosos do mercado, de acordo com as revistas Consumidor Moderno e ProTeste, e a melhor qualidade de sinal de telefonia móvel no país, conforme indicadores da Agência Nacional de Telecomunicações(Anatel), com média superior a 99% de cumprimento desses indicadores", informa a empresa.

Ainda de acordo com a assessoria, a operadora apresenta os melhores indicadores de qualidade definidos pelo Plano Geral de Metas de Qualidade (PGMQ) do Serviço Móvel Pessoal (SMP) e o menor índice de reclamação de consumidores, segundo o Ranking de Reclamações de Telefonia Celular (RRTC).

"A Vivo é líder de mercado no Brasil, com a marca expressiva de 53 milhões de clientes e 29,9% de market share. Em Minas Gerais, a empresa retomou a liderança do mercado em agosto de 2009 e não parou mais de crescer, ampliando mês a mês a vantagem frente à segunda colocada", diz a diretora de maketing Cristina Duclos. "Não conseguiríamos ter mais de 6,14 milhões de clientes e 33,6% de market share no estado se não oferecêssemos qualidade”.


SEGURANÇA À MESA

Vilma e Pif Paf, as duas indústrias de alimentação que surgem entre as 10 marcas preferidas pelos mineiros no ranking de qualidade de produtos e serviços, têm mais que o segmento como pontos em comum. Afinal, ambas são empresas familiares, cujos fundadores têm o mesmo sobrenome, Costa, embora sejam originários de diferentes países europeus – Itália e Portugal. Também enfrentaram dificuldades parecidas ao longo de décadas de história, mas se modernizaram, adaptaram-se aos novos tempos, expandiram suas atividades e conseguiram se consolidar como marcas fortes nos mercados estadual e nacional.

Segundo o vice-presidente de vendas e marketing da Vilma, Cezar Tavares, a empresa, fundada em 1925 pelo casal de italianos Domingos e Josefina Costa, em Belo Horizonte, sofreu percalços nos últimos 85 anos. Mas seus gestores – os criadores da indústria, seus filhos e netos - sempre encontraram caminhos para superar obstáculos sem abdicar da excelência na fabricação de massas e, recentemente, de um mix mais amplo de produtos.

"Nenhuma marca se sustenta por tanto tempo se não tiver uma verdade por trás da empresa que a carrega. E a nossa verdade foi sempre a qualidade dos produtos oferecidos aos consumidores, o que, mais uma vez, é reconhecido por pesquisas", diz Tavares. A Vilma conta hoje com 1,5 mil funcionários e espera faturar R$ 450 milhões este ano, ante R$ 410 milhões em 2009. Além das massas, produz misturas para bolos, sucos e molhos especiais e pretende lançar, em breve, uma linha de macarrões mais refinados, que deve dar novo impulso às vendas.

Na Pif Paf, criadaem1968, no Rio de Janeiro, pelo português Avelino Costa, a filosofia também é de expansão contínua de negócios, mas sempre com garantias de qualidade. De acordo com o superintendente Luiz Carlos Mendes Costa, prova disso é que, em mais de 40 anos de atividades, a empresa nunca registrou "um caso sequer que colocasse em xeque seu controle de qualidade".

"Não se trata apenas de assegurar o alimento mais saboroso e prático. Sabemos que, nesse mercado, segurança alimentar é essencial", afirma Costa. A Pif Paf, sediada em Belo Horizonte, é hoje o maior frigorífico de Minas Gerais e faturou, em 2009, R$ 763 milhões. Além de abastecer com mais de 230 produtos o mercado nacional, de cortes de frango e suínos a pizzas, exporta para mais de 10 países e tem 5,5 mil funcionários.

SUPERMERCADO
O Supermercados Bretas, único representante do segmento na lista de 45 maiores empresas mineiras relacionadas na pesquisa – e décimo colocado no quesito qualidade de produtos e serviços -, também baseia sua estratégia de negócios na origem e na união familiar.O grupo, fundado em Santa Maria de Itabira (MG) na década de 1950, é hoje uma potência no setor. Com 11,2 mil colaboradores, número que deve chegar a 13mil, até o fim do ano, e quase 60 lojas espalhadas por Minas Gerais e Goiás, a empresa registrou crescimento de 17% nas vendas em 2009, na comparação com 2008, e prevê 20% de expansão, até o fim de 2010.
Tags:
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600