SIGA O EM
 col-xs-12

2010

União faz sucesso

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 03/05/2010 09:00 / atualizado em 07/11/2012 20:05

Uma pequena cooperativa de produtores surgida no final da década de 1940, em Belo Horizonte, para resolver um problema circunstancial de desabastecimento de leite na cidade, não poderia, pelo menos naquela época, ter a pretensão de se tornar um dos maiores grupos do país no setor de produtos lácteos. Mas foi isso o que aconteceu coma Itambé, eleita a sexta colocada na pesquisa Marcas de maior prestígio e reputação em Minas e vice-líder, no mesmo estudo, no quesito Qualidade de produtos e serviços.

Segundo o presidente da empresa, Jacques Álvares Gontijo, o resultado do levantamento do
Grupo Troiano e da Ideia Comunicação é reflexo de uma preocupação permanente da organização nos últimos 60 anos: o compromisso de fazer o melhor como leite dos cooperados. "Isso acaba se traduzindo em confiança e identificação por parte do nosso consumidor", afirma.

Gontijo lembra que, como a Itambé surgiu para resolver a carência de leite na capital, "já nasceu com a identidade mineira, pois foram mineiros que se uniram para ser a solução de um problema de Minas". "E isso não foi ontem. Já são seis décadas evoluindo e fazendo história no estado, levando às pessoas carinho e amizade na forma de produtos lácteos. Quando o consumidor elege um produto Itambé, está optando por uma marca de garantia", afirma.

PÚBLICO-ALVO
De acordo com o gerente geral de vendas da cooperativa, Martim Bernardara, em relação à construção e gerenciamento da marca, o trabalho bem-sucedido da Itambé é consequência, especialmente, de um relacionamento satisfatório com o público-alvo. "Quando a identificação positiva se torna forte o bastante, a marca obtém um posicionamento claro na mente dos consumidores. A base do trabalho é a busca constante pela satisfação na experiência do consumo. Isso se dá por meio de produtos de alto padrão de qualidade, transparência nas relações e respeito aos consumidores, meio ambiente e sociedade", sustenta.

Passados mais de 60 anos, a Itambé conta com 31 cooperativas singulares espalhadas por Minas Gerais, Goiás e São Paulo, que congregam 8,5 mil famílias produtoras de leite. Todos os dias, os cooperados enviam para as cinco fábricas da empresa cerca de 3,1 milhões de litros de leite, transformados em 152 produtos, agrupados em 13 linhas de produtos lácteos.

Com faturamento anual de cerca de R$ 2 bilhões, a empresa tem 3,3 mil colaboradores, lotados nas fábricas de Sete Lagoas, Guanhães, Pará de Minas, Uberlândia (MG) e Goiânia (GO) e em oito centros de distribuição. Esses centros estão em Minas Gerais, Distrito Federal, Goiás, Rio de Janeiro, São Paulo, Ceará, Pernambuco e Bahia. Há ainda operadores logísticos em Alagoas, Piauí, Maranhão, Pará, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Para 2010, segundo Bernardara, a empresa tem em curso investimentos de R$ 130 milhões para o lançamento de produtos, construção de uma fábrica no interior de São Paulo e a modernização da tecnologia de informação, que visa a aprimorar o sistema de gestão.
Tags:
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600