SIGA O EM
 col-xs-12

2010

Resultado planejado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 03/05/2010 08:30 / atualizado em 07/11/2012 20:05

Figurar em rankings de excelência industrial nunca foi novidade para a Usiminas, uma das gigantes da indústria brasileira, líder do mercado nacional de aços planos e uma das responsáveis, há mais de meio século, pelo desenvolvimento econômico do país e de Minas Gerais. Mas o bom
posicionamento na pesquisa sobre as marcas de maior prestígio do estado reflete também, de acordo com a empresa, o recente trabalho de reengenharia da marca.

Segundoodiretor de relações institucionais e comunicação corporativa da Usiminas, Eduardo Levy Vieira, as ações para reposicionamento da marca envolveram extensa consulta aos empregados, clientes, profissionais do mercado financeiro e outros stakeholders,oque contribuiu para a aceitação positiva do público em geral. Além disso, a companhia contratou a Interbrand, uma
das principais consultorias estratégicas de marcas do mundo, e colheu bons resultados.

"De forma geral, a siderurgia é vista como uma indústria ainda muito hermética e pesada. A nova marca Usiminas quer comunicar o contraponto, ou seja, uma empresa mais moderna, arejada, aberta para a inovação e para novas oportunidades de negócios", afirma Vieira. Lançada em março de 2009, a nova identidade corporativa, que veio acompanhada de projetos inovadores
de comunicação externa e interna, teve como objetivo sintetizar um jeito "novo e único
de ser", segundo o diretor: "Uma marca capaz de refletir os fundamentos que diferenciam a Usiminas e a tornam competitiva na siderurgia mundial", explica.

O lançamento também representou a plataforma de uma nova arquitetura de marcas para as 12 empresas do grupo, unificadas no nome Usiminas. A revitalização culminou no desenho de uma logomarca vinculada às etapas de fabricação do aço. Representado em cinco cores, segundo o diretor, o ícone em "U" tem sua forma inspirada nas grandes panelas da aciaria, que recebem o aço em estado líquido.

INVESTIMENTOS
A Usiminas, que em 2009 produziu 5,6 milhões de toneladas de aço bruto e fechou balanço com receita líquida de R$ 10,9 bilhões e lucro líquido de R$ 1,3 bilhão, tem em curso, para o biênio 2010/2011, um plano de investimentos de R$ 5,6 bilhões, valor que supera a soma de tudo o que foi investido nos últimos 10 anos.

Os recursos estão sendo aplicados nas usinas de Ipatinga (MG) e Cubatão (SP), em novas linhas de produção. Paralelamente, segundo a direção da empresa, a Usiminas pretende manter ou intensificar, este ano, projetos nas áreas social e ambiental, que levaram a empresa, em 2010, a figurar no Sustainability Yearbook 2010, anuário internacional
de sustentabilidade.
Tags:
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600