SIGA O EM

Previsões para Março e Abril de 2010

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 28/12/2009 14:15 / atualizado em 29/12/2009 19:58

Elaine Pereira /


MARÇO
Saturno ativa outros planetas na casa 11 do Brasil. Aspecto que volta em agosto.

De novo o foco será a moralidade política, já que Saturno rege a responsabilidade, fala e cobra limites que precisam ser estabelecidos, disciplina. Esse aspecto indica que podemos ter outros escândalos que chegam a um limite inaceitável. “Mesmo sendo o Brasil um país que aceita tudo, chega a um limite insustentável”, diz a astróloga Virgínia Simões. Nesse sentido, será um momento em que novos parâmetros para gastos devem ser acionados nessa fase. “Há possibilidade inclusive de afastamento de certos nomes do cenário político devido a esta falta absurda de decoro, com medidas punitivas. É um momento de cobrança ferrenha da sociedade sobre esta questão moral", completa.

Ouro aspecto do mapa natal do Brasil nesse período é Júpiter fazendo oposição ao Sol. Ao contrário de Saturno, Júpiter é excesso. Por isso a previsão é de aumento de gastos de forma desmedida que pode levar a aumento de dívidas. Num ano eleitoral, indica torneiras abertas de uma vez só. Embora a astróloga não afirme, o aspecto remete aos investimentos milionários nas campanhas eleitorais. Já no lado pessoal, ela diz que o ideal seria evitar o consumismo e o endividamento. “As pessoas devem lidar melhor com o impulso pra gastar”, completa.

E é justamente este aspecto que indica o surgimento, na oposição, de um candidato capaz de fazer frente ao carisma de Lula. "Alguém com luz própria", afirma. “Um candidato que vai ter luz própria. Vai lutar com Lula em pé de igualdade”, afirma.

ABRIL
Júpiter na casa 2 do Brasil e Saturno em oposição com Plutão. Aspecto que volta em julho e agosto.

Em abril, a influência de Júpiter - planeta do excesso, da bonança, das melhorias – pode ajudar no aumento da produção do país, com novos bens sendo colocados no mercado. Um momento bom, de crescimento, que tem um contraponto: o excesso. Pode ocorrer aumento do consumo que vai impulsionar a subida de preço de alguns produtos. De acordo com a astróloga, na passagem de março para abril a presença de Júpiter na casa 2 do Brasil altera questões relacionadas com dinheiro, valores materiais e capacidade da pessoa de gerar recursos. 'No mapa de um país, está relacionada aos bens que podem ser gerados, à riqueza que pode ser gerada”, diz.

Para contrabalançar os excessos de Júpiter, e contrabalançar a fartura, Saturno vai fazer oposição com Plutão natal no mapa do Brasil. Isso significa restrição, contenção, limite, escassez. 'O que significa essa combinação? É um momento de redução de despesas, principalmente do governo, de cortar desperdícios e evitar a qualquer preço exaurir nossos recursos naturais.

'O que for usado sem medida poderá faltar. Na esfera individual mexe com os fantasmas de cada um com relação à falta e à escassez. É um momento para economizar, não ficar no vermelho e rever as prioridades', aconselha.

Segundo ela, com a influência de Plutão, (regente da casa do poder no mapa do Brasil) na casa 2 (a dos recursos, do dinheiro e das despesas) pode ser que ocorram medidas reguladoras, ou até criação de órgãos supervisores, já que é o momento de disciplina inclusive dos gastos públicos. Para o cidadão comum vale a dica que rege o ano: ter equilíbrio e não gastar demais.

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600