SIGA O EM

Hilma Caldeira, esportista

Fábrica de talentos esportivos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 273181, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Beto Novaes/EM/D.A Press\n', 'link': '', 'legenda': '', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2009/12/24/141423/20091224105847863974e.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': None}]

postado em 24/12/2009 10:49

Maurício Lara /Estado de Minas



Beto Novaes/EM/D.A Press
 

Hilma Caldeira é de Diamantina, onde nasceu Juscelino Kubitschek. Ela conta que, quando escreveu uma carta para o Minas Tênis Clube, pedindo uma oportunidade no vôlei, nem imaginava que viria a ser uma das principais atacantes do mundo em sua geração. Aberta a porta, Hilma virou cidadã de Belo Horizonte e sentiu-se assim mesmo quando morou nos Estados Unidos. “Rodei o mundo todo, mas BH é o meu lugar”, garante.

Por causa da oportunidade que teve para realizar seu sonho, a atleta campeã imagina dar de presente à capital de Minas um centro esportivo que tivesse seu nome, com profissionais qualificados para orientar crianças em todas as modalidades esportivas. “Quero dar a outras crianças a chance de descobrir a vocação”, deseja. No centro sonhado por Hilma, as crianças teriam garantia de alimentação adequada, atendimento médico e psicológico, além do treinamento. E o atendimento se estenderia aos idosos, focado na questão da saúde e da necessidade de praticar exercícios físicos. Moradora do Bairro Gutierrez, Hilma adora caminhar pelas ruas e apreciar o lugar, que considera parecido com a Califórnia, onde morou.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600