São João Del-Rei terá 120 oficinas de arte e cultura durante Festival de Inverno

A cidade terá intervenções e apresentações de rua quase que diárias, durante o mês de julho

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 880971, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Junior Viegas/Divulga\xe7\xe3o', 'link': '', 'legenda': 'A cultura vai tomar conta das ruas de S\xe3o Jo\xe3o Del-Rei', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2015/06/29/663154/20150629180536144757u.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}, {'id_foto': 880973, 'arquivo_grande': '', 'credito': '', 'link': '', 'legenda': '', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2015/06/29/663154/20150630172510276958o.jpg', 'alinhamento': 'left', 'descricao': ''}]

postado em 29/06/2015 17:55 / atualizado em 30/06/2015 17:25

Chegando à sua 28ª edição, o Inverno Cultural da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) é um dos festivais da estação mais extensos e tradicionais do estado. No âmbito de cidades beneficiadas com a ampla programação de espetáculos, apresentações musicais, oficinas, palestras e intervenções artísticas, pelo menos, é o maior. Organizado desde a fundação da universidade, a edição deste ano segue a proposta iniciada em 2013 de envolver outros municípios onde a instituição atua. Além da cidade-sede, ele contempla Sete Lagoas, de 17 a 22 de julho; São João del-Rei, de 18 a 26; São Tiago, de 23 a 26 de julho; Santa Cruz de Minas, de 23 a 25; Divinópolis, de 24 de julho a 1º de agosto; Conselheiro Lafaiete, de 30 de julho a 1º de agosto; e Ouro Branco, de 30 de julho a 2 de agosto.


Projeto da Pró-reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários da instituição de ensino superior, o festival trabalhará o tema “Cultura da água”. “A questão da água já estava no pequeno banco de propostas que temos. Propostas que dialogam sempre com algum aspecto da cultura. Mas agora, com toda essa contingência e escassez de água, colocamos ela em pauta”, conta o coordenador geral do festival, Paulo Henrique Caetano, professor do curso de jornalismo da UFSJ. Ele garante que todas as atrações têm de dialogar com a temática, e que, para cada artista convidado, é apresentado o projeto. “Não basta ser famoso, tem que deixar um legado. Antes de fechar uma proposta comercial com o artista, conversamos sobre a adesão dele com o tema e o formato”, completa.
Sobre a presença do festival nas cidades onde a universidade está presente, Paulo Henrique diz que “é um movimento recente adotado pela Federal de São João del-Rei”. “O modelo de festival adotado pela UFSJ atualmente não comportaria outra possibilidade. Não daria para ser tão centralizado como os outros festivais”, complementa.

Junior Viegas/Divulgação

E a extensão, ampliação do braço da universidade para fora do câmpus, é o norte para todas as ações programadas pelo Inverno Cultural da UFSJ. “Nesse papel dialógico com a sociedade privilegiamos esse viés do ensino, na área da cultura, do patrimônio. Seguindo o contexto natural da UFSJ, da engenharia com humanas. Muita religiosidade e cultura pulsante”, diz o professor. Com 120 oficinas previstas somente em São João del-Rei, e várias programadas para os outros municípios, o caráter de incentivador da produção artística mantém sua força original, mesmo que não chame a atenção do público geral. “Sempre teve esse importantíssimo pilar das oficinas, que é a parte mais desprezada. Mas a cultura sempre serviu de intermediação de vários campos sociais. Por isso, as oficinas são tão importantes para o propósito de festival”, completa.
Outro destaque apontado por Caetano é a capacidade transformadora do festival, modificando a relação entre o espaço público e os moradores de cada local. “Há um trânsito específico para este evento. Todos da cidade participam do festival, de forma direta ou indireta. Teremos intervenções e apresentações nas ruas quase todos os dias. Buscamos equilíbrio entre as várias faixas etárias, grupos sociais e de interesse, e acho que temos sido felizes”, diz. Todas as apresentações serão gratuitas. Para algumas oficinas serão cobrados R$ 15.

POESIA
A realização do Concurso de Poesias da UFSJ já é tradicional na programação do Inverno Cultural. Em sua quinta edição, o concurso aceita um poema inédito de tema livre por candidato. O vencedor ganha R$ 1.500. O segundo e terceiro lugares na competição receberão R$ 1.100 e
R$ 800, respectivamente, além de ter seus textos publicados em livro lançado pela UFSJ com os 30 melhores poemas participantes.

 

 

As belezas e a história de São João Del Rei!



PROGRAMAÇÃO


18/7


15h – Mostra Audiovisual Sala de Multimídia Centro Cultural UFSJ
20h – Abertura oficial do 28º Inverno Cultural
21h – Concerto da Quarteto Filarmônica
Igreja do Carmo

19/7


16h – Exposição Liquidificador, de Marlon de Paula
Câmpus Santo Antônio UFSJ
17h - Apresentação musical Ritual de morte e Vida de Didjeridu, de Thamires Werneck & grupo
Casarão da Cultura
19h – Abertura de exposições
Museu Regional de São João del-Rei
19h – Abertura da exposição Tancredo e a redemocratização brasileira
Memorial Tancredo Neves
19h – Concerto com Quinteto Uai Brass
Conservatório Estadual de Música Padre José Maria Xavier
19h – Espetáculo Araci, do Projeto de Extensão Araci
Sala Preta CTAN

20/7


16h – Conversa com Badi Assad
Auditório da Biblioteca – câmpus Santo Antônio UFSJ
18h – Exibição do documentário Elena, de Petra Costa
Auditório da Biblioteca – câmpus Santo Antônio UFSJ
19h – 5ª Mostra Encontros de Arte e Cultura: Poesia visual
Museu Regional
19h – Exposição Do tradicional ao multimídia e exibição do documentário Festa do carmo, de João Ramalho Neto
Museu de Arte Sacra
19h – Espetáculo Orfeu de São João
Sala Preta – CTAN

21/7


16h – Concerto Música 21
Teatro Municipal
19h – 5ª Mostra Encontros de Arte e Cultura: Cartografia cerâmica na região do quadrilátero ferrífero
Museu Regional
21h30 – Show de Toninho Resende
Câmpus Santo Antônio UFSJ

22/7


16h – Recital Vitória – Piano Solo
Teatro Municipal
19h – 5xª Mostra Encontros de Arte e Cultura: Espaços compartilhados de produção artística e gravura: ofício e panorama histórico
Museu Regional
19h30 – Concerto Duo Orion – Piano e Violino
Teatro Municipal
20h30 – Concerto A Capela e a Voz de Deus, Grupo Mozart
Capela do Divino
20h30 – Espetáculo Deus é Fiel – Marca Registrada
Sai do Teatro Municipal
21h – Performances poéticas
Teatro Municipal

23/7

 

18h30 – Recital do Órgão de Tubos, com Elisa Freixo
Museu Regional
19h – 5ª Mostra Encontros de Arte e Cultura: Percursos artísticos e processos de criação
Museu Regional
20h – Recital Celina e Miguel – Piano a 4 mãos
Teatro Municipal
21h30 – Show da banda Audergang
Palco Inverno Cultural UFSJ – Avenida Tancredo Neves

24/7


16h – Palestra Como publicar meu livro?, com Guiomar de Grammont
Câmpus Santo Antônio UFSJ
18h30 – Show da Banda Sereníssima
Museu Regional
19h e 20h – Show de Duzão e Flávia Ellen
Câmpus Santo Antônio UFSJ

25/7


16h – Conversa com Quarteto de Violões
Câmpus Santo Antônio UFSJ
19h – 5ª Mostra Encontros de Arte e Cultura: O benefício da dúvida
Centro Cultural UFSJ
19h – Espetáculo Navalha na Carne, da Cia. Detalhes
Sala Preta – CTAN
20h – Concerto com Quarteto de Violões
Teatro Municipal


26/7


20h – Espetáculo Madame Satã, com Grupo dos Dez Teatro Municipal (foto)
20h – Concerto com Trio Elegia
Igreja do Carmo
21h – Encerramento

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
Últimas Notícias