SIGA O EM

Aventuras por trás do espelho

A Expedição Cultural foi ao Rio de Janeiro para acompanhar o ensaio de peça do Armazém Companhia de Teatro inspirada nas obras de Lewis Carroll

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 26/09/2016 16:34 / atualizado em 26/09/2016 16:51

Prepare-se para uma experiência cênica singular, emocionante e surpreendente. É atrás dos Arcos da Lapa, no Centro do Rio de Janeiro, que está o portal para o País das Maravilhas. É com a peça em cartaz “Alice através do espelho” (1999), do Armazém Companhia de Teatro, que a Quinta Edição da Expedição Cultural se aventura no mergulho da loucura ao lado de Alice, do Chapeleiro Maluco e de outros personagens desse mundo mágico.

Ao chegar à sede do Armazém, saboreiem um chá quentinho servido em uma xícara de porcelana. “E aí, bateu?”, pergunta uma das atrizes. Preparem-se, a viagem vai começar. Os espectadores são convidados a entrar por um corredor escuro e subir uma escada, onde encontra-se a jovem Alice, dormindo, em frente a um espelho quebrado.

E o que tem através do espelho quebrado? É esse o questionamento que leva a jovem a cair para dentro do objeto, em um vão escuro, e desaparecer nos olhos do público. Todos ficam perplexos. E, de repente, o público é convidado a se arriscar por trás do espelho. Logo, um a um, todos descem por um escorregador escuro. A partir daí, tudo é possível.
 
 
 
Espectadores e protagonistas
O galpão se transforma em diversos espaços, divididos por cortinas pretas, e o público se torna protagonista ao lado de Alice. Com elementos das obras “Alice no País das Maravilhas” e “Alice através do espelho”, de Lewis Carroll, a peça é uma das mais marcantes da companhia e foi a primeira montagem feita na Cidade Maravilhosa, em 1998. Há 17 anos no repertório, a montagem acompanha a história dessa trupe de artistas.

“O grupo foi fundado em Londrina (PR) e nos mudamos para o Rio de Janeiro com o objetivo de nos inserirmos ainda mais no cenário teatral nacional, além de avançar na pesquisa de nosso trabalho. Nossa mudança para cá possibilitou uma melhor sobrevivência da companhia, já que foi possível nos dedicarmos exclusivamente ao nosso trabalho”, explica Patrícia Selonk, uma das fundadoras do Armazém Companhia de Teatro.

Expedição visita o ensaio
A Quinta Expedição Cultural pousou no litoral carioca no fim de semana para acompanhar o ensaio e conversar com Patrícia Selonk, Jopa Moraes, Paulo de Moraes e Simone Mazzer, que interrompeu a sua carreira nos palcos do teatro para se dedicar à música e retornou para dar vida à Rainha de Copas nessa última temporada de “Alice através do espelho” (1999), após 4 anos fora.

O espetáculo está em cartaz até 9 de outubro, no Espaço Armazém – Fundição Progresso, na Rua dos Arcos, 24, Lapa, Rio de Janeiro. Para mais informações, acesse www.armazemciadeteatro.com.br


Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600