SIGA O EM

EXPEDIÇÃO CULTURAL 25/8/16

Aventura das arábias em Belo Horizonte

Trupe de Truões, de Uberlândia, mostra afinidade com o público infantojuvenil em passagem pela capital que foi acompanhada pela Expedição Cultural Estado de Minas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1069417, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Paulo Filgueiras/EM/D.A Press. Brasil.', 'link': '', 'legenda': 'Espet\xe1culo apresentado pelo coletivo de atores na capital mineira faz parte da trilogia "As mil e uma noites"', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/08/25/797299/20160902121813326207e.JPG', 'alinhamento': 'left', 'descricao': ''}]

postado em 25/08/2016 10:07 / atualizado em 02/09/2016 12:18

Paulo Filgueiras/EM/D.A Press. Brasil.

 

Ao começar o espetáculo, as gargalhadas da criançada que foi ao Teatro Bradesco, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, para ver a peça “Ali Babá e os 40 ladrões (de 2006)” já mostra a afinidade da Trupe de Truões com o público infantojuvenil.
A quinta edição da Expedição Cultural Estado de Minas passou a tarde de domingo acompanhando a preparação, a maquiagem, os testes de som e luz e o aquecimento dos atores antes da apresentação da peça que faz parte da trilogia “As mil e uma noites”, composta também por “Simbá o marujo” (2008) e “Aladim e a lâmpada maravilhosa (2012)”

Direto de Uberlândia para o mundo. Vindo do Triângulo Mineiro, o coletivo foi criado pelo professor Paulo Merisio, que hoje dirige as montagens, com a parceria de seus alunos do curso de artes cênicas da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) em 2002. 

Bate-papo com os atores

Durante o encontro, a Expedição conversou com os atores Amanda Aloysa, Amanda Barbosa, Laís Batista, Maria De Maria e Ronan Vaz sobre a produção de diferentes espetáculos para os públicos adultos e infantojuvenis, as multifunções de cada integrante e os desafios de se manter um grupo teatral no interior.

Além disso, o coletivo contou sobre a estreia do novo espetáculo, que levará a trupe a sua primeira produção com parceria internacional.

Parceria além das fronteiras

Com grandes expectativas, o coletivo está em fase de preparações finais para a estreia da montagem “Zapato busca Sapato”, com coprodução do grupo mexicano Maquina de Teatro e de Rogério Manjate, de Moçambique. A peça conta a história de um sapato que nasce sem seu par e sai viajando pelo mundo em busca da sua outra metade.

O espetáculo promete brincar com a imaginação do espectador. “Ao desenvolver da narrativa, o sapato descobre que está em busca não de um outro calçado igual a ele, mas de um pé que possa ser calçado. O espetáculo também faz referência ao nosso presente que sofre com guerras e imigrantes refugiados. A gente dá as deixas para que as crianças possam entender a partir das referências já adquiridas por elas e ela cria a sua própia história ”, antecipou o ator Ronan Vaz.

A estreia está programada para 25 e 26 de agosto, com apresentações especiais em escolas de Uberlândia. Nos dias 27 e 28, a peça será aberta ao público no galpão da Trupe de Truões. Mais informações no site www.trupedetruoes.blogspot.com.br. 

Expedição continua na estrada

Após as visitas à Trupe de Truões e ao Grupo Galpão, a Expedição Cultural Estado de Minas passará esta semana pela Cia Luna Lunera e pelo Pigmalião Escultura que Mexe. Os relatos completos poderão ser conferidos na edição da revista Expedição Cultural 2016, em outubro. 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600