SIGA O EM

HISTÓRIA

47 anos da chegada do homem à Lua

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1057947, 'arquivo_grande': '', 'credito': '', 'link': '', 'legenda': '', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/07/21/786054/20160721130656229002o.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}, {'id_foto': 1057948, 'arquivo_grande': '', 'credito': '', 'link': '', 'legenda': '', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/07/21/786054/20160721130706554625e.png', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}, {'id_foto': 1057949, 'arquivo_grande': '', 'credito': '', 'link': '', 'legenda': '', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/07/21/786054/20160721130742510978o.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 21/07/2016 12:56 / atualizado em 21/07/2016 13:09

Lívia Machado

No dia 20 de julho de 1969, pessoas em todo o mundo se reuniram em frente à televisão para assistir à chegada dos primeiros homens à Lua. Os astronautas americanos Neil Armstrong e Edwin Aldrin caminharam e fincaram a bandeira dos Estados Unidos no satélite terrestre quatro dias depois do lançamento da nave espacial Apollo 11, em que estavam embarcados. A conquista foi resultado de um investimento maciço em tecnologia espacial durante a Guerra Fria.

A partir do fim da Segunda Guerra Mundial (1945), o mundo passou por disputas e conflitos indiretos entre os Estados Unidos e a União Soviética. Este período ficou conhecido como Guerra Fria, já que as duas superpotências não guerrearam diretamente, mas disputaram influência política, militar, tecnológica e ideológica nos outros países do globo.

Durante a Guerra Fria, os dois países oponentes entraram em uma corrida armamentista e construíram um grande arsenal de armas nucleares. Uma guerra aberta, com a utilização destas armas, poderia significar a aniquilação tanto dos Estados Unidos quanto da União Soviética. Assim, eles passaram a se envolver em conflitos regionais, apoiando lados opostos, em uma tentativa de exercer influência político-ideológica e amedrontar o oponente, mostrando seu poder de fogo.

Neste contexto, houve investimentos altos em tecnologia, que permitiram não só aconstrução de armas cada vez mais destruidoras, mas também trouxeram alguns avanços para a sociedade. A internet, por exemplo, começou a ser desenvolvida neste período.

Com a tecnologia espacial não foi diferente. Em 1957, a União Soviética lançou o Sputinik 1, o primeiro satélite artificial da Terra, e o Sputinik 2, que levou em seu interior a cadela Laika, o primeiro ser vivo a sair da Terra (e que não sobreviveu). Três anos mais tarde, o soviético Yuri Gagarin, tripulante da nave Vostok-1, foi o primeiro homem a viajar pelo espaço e voltar ileso.

Os Estados Unidos apressaram-se em serem os primeiros a circum-navegarem a Lua e, em 1968, enviaram a missão Apolo 8, que levou os astronautas Frank Borman, James Lovell e William Anders. Apesar de não terem pousado, eles tiraram fotos inéditas da Lua.

No ano seguinte, Neil Armostrong pisou no satélite terrestre e disse a célebre frase: “Um pequeno passo para um homem, um salto gigante para a humanidade”. Depois, outras seis missões Apollo foram lançadas, cinco delas pousando na Lua, num total de doze astronautas que caminharam sobre este corpo celeste.

A Guerra Fria terminou oficialmente em 1991, com a extinção da União Soviética. Apesar de todos os prejuízos gerados pelos conflitos espalhados pelo mundo, deve-se entender que a corrida espacial acabou provocando grandes investimentos em educação, pesquisa e desenvolvimento, o que também gerou benefícios para a população.

Artigo publicado por Percurso Pré-Vestibular e Enem 



Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
marcos
marcos - 21 de Julho às 16:13
NÃO ACREDITO QUE EM PLENO SÉCULO 21 , VCS AINDA LANÇAM MATÉRIA COM ESTA FRAUDE PREGADA PELOS EUA . COMO VCS MESMO FRISARAM , FOI A ÉPOCA DA GUERRA FRIA. EXISTEM MUITAS EVIDÊNCIAS E PROVAS TÉCNICAS , QUE AQUELAS IMAGENS , JAMAIS FORAM FEITAS NA LUA. PESQUISEM A RESPEITO , E VERÃO QUE SE TRATA DA MAIOR FRAUDE DO SÉCULO.
 
VALTER
VALTER - 21 de Julho às 16:48
A prova da ida a lua não pode ser pautada em votos tiradas em estúdios. As fotos foram produzidas sim, como se ilustra um livro.
 
VALTER
VALTER - 21 de Julho às 16:47
Se foi pregada pelos EUA (FRAUDE) como vc, GÊNIO, alega, então pq a URSS não contestou??? Pra não pagar mico, como vc?? Idiotia tem limites??? Einsteim dizia que estudar o universo é interessante pois pode-se prever a sua limitação, já a imbecilidade...