SIGA O EM

ENEM

Participantes podem consultar correção da redação do ENEM 2015

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1046580, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Imagem de Arquivo/Ag\xeancia Brasil', 'link': '', 'legenda': 'Estudantes fazem a prova do Enem', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/06/16/773363/20160616150206753536a.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}, {'id_foto': 1046581, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Cristina Horta/EM/D.A.Press', 'link': '', 'legenda': 'Sofia Dolabela, 16 anos, \xe9 blogueira do Uai e tirou mil na reda\xe7\xe3o do Enem ', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/06/16/773363/20160616145937711016i.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 16/06/2016 14:49 / atualizado em 17/06/2016 18:39

Lívia Machado

Está liberado para consulta o espelho da correção da redação do ENEM 2015. Os participantes da última edição do exame podem acessar os seus próprios textos e as justificativas para as notas em cada uma das cinco competências exigidas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Para isso, é necessário acessar a Página do Participante, informar a senha e o número do CPF usados na prova.

Em 2015, o tema da redação do ENEM foi “A Persistência da Violência contra a Mulher na Sociedade Brasileira”. Dos 5.631.606 textos corrigidos, 104 obtiveram nota mil. Outros 53.032 foram anulados e receberam nota zero por motivos como fuga do tema, desrespeito aos direitos humanos e produção de texto com tipo diferente do que foi solicitado.

Para se chegar à nota final, as redações são avaliadas por dois corretores independentes, que atribuem nota de zero a 200 pontos para cada uma das competências cobradas. A média aritmética entre as cinco competências resulta na nota da redação. Caso haja discrepância maior do que 100 pontos na soma total da correção ou maior do que 80 pontos em alguma competência, é feita uma terceira correção. Se persistir a diferença, o texto é encaminhado a uma banca especial, formada por três novas pessoas, que irão atribuir a nota final.

As competências avaliadas são:

- Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa.

- Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa, pelo qual o participante deve expor um aspecto relacionado ao tema, em defesa de uma posição.

- Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

- Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

- Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitados os direitos humanos.

Além de conferir a própria nota em cada critério, os estudantes podem, por meio do site, comparar seu desempenho com o dos outros participantes.

Cristina Horta/EM/D.A.Press
Como se preparar para a redação

A redação vale 1000 pontos, sendo responsável por 20% da nota do ENEM. É o único momento no exame em que o participante pode mostrar de forma mais livre, por meio da escrita, seu senso crítico, conhecimento e posicionamento sobre questões importantes da sociedade. Essa oportunidade não deve ser desperdiçada e pode influenciar bastante na nota final da prova.

Não dá para adivinhar qual vai ser o tema, mas avaliando o ENEM como um todo, sabe-se que a avaliação tem uma inclinação forte por questões sociais e relacionadas aos direitos humanos. Sendo assim, é importante ampliar o repertório, por meio de livros, revistas, jornais, sites, cinema, músicas e o que mais estiver ao alcance.

Ler muito é essencial para aumentar os conhecimentos gerais e para escrever bem. A prática da leitura vai influenciar tanto na riqueza e profundidade dos argumentos quanto na escrita sintática e gramaticalmente correta.

Outra dica valiosa é treinar constantemente e sem preguiça. Escrever também se aprende escrevendo. Se alguém puder ler e fazer considerações sobre o texto, é ainda melhor. Se não souber sobre o que escrever, que tal começar com os temas que já foram cobrados nas edições anteriores do exame? A gente te ajuda:

1998: Viver e aprender

1999: Cidadania e participação social

2000: Direitos da criança e do adolescente: como enfrentar esse desafio nacional

2001: Desenvolvimento e preservação ambiental: como conciliar os interesses em conflito?

2002: O direito de votar: como fazer dessa conquista um meio para promover as transformações sociais que o Brasil necessita?

2003: A violência na sociedade brasileira: como mudar as regras desse jogo

2004: Como garantir a liberdade de informação e evitar abusos nos meios de comunicação

2005: O trabalho infantil na sociedade brasileira

2006: O poder de transformação da leitura

2007: O desafio de se conviver com as diferenças

2008: Como preservar a floresta Amazônica: suspender imediatamente o desmatamento; dar incentivo financeiros a proprietários que deixarem de desmatar; ou aumentar a fiscalização e aplicar multas a quem desmatar

2009: O indivíduo frente à ética nacional

2010: O trabalho na construção da dignidade humana

2011: Viver em rede no século 21: os limites entre o público e o privado

2012: Movimento imigratório para o Brasil no século 21

2013: Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil

2014: Publicidade infantil em questão no Brasil

2015: A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira

Artigo produzido por Percurso Pré-Vestibular e Enem 



Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600