SIGA O EM

HISTÓRIA GERAL

O Homem do Castelo Alto e a doutrina Nazifascista

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 965954, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Amazon/Divulga\xe7\xe3o', 'link': '', 'legenda': 'Cartaz promocional "O Homem do Castelo Alto". Forte influ\xeancia da doutrina Nazifascista.', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2015/11/27/711037/20151124153202312440u.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}, {'id_foto': 965955, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Amazon/Divulga\xe7\xe3o', 'link': '', 'legenda': 'Na distopia da Amazon TV, os Estados Unidos foram divididos em duas zonas de ocupa\xe7\xe3o pela Alemanha Nazista e o Imp\xe9rio Japon\xeas.', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2015/11/27/711037/20151124143226560322e.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}, {'id_foto': 965956, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Internet', 'link': '', 'legenda': 'Benito Mussolini e Adolf Hitler - l\xedderes nazifascistas da It\xe1lia e Alemanha.', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2015/11/27/711037/20151124161526283266i.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}, {'id_foto': 965957, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Hugo Jaeger, 1938', 'link': '', 'legenda': 'O nacionalismo e o militarismo exacerbados est\xe3o presentes nas doutrinas nazifascistas.', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2015/11/27/711037/20151124162914976535a.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 27/11/2015 06:00 / atualizado em 27/11/2015 17:59

Percurso Pré-vestibular /ENEM



A série de TV da Amazon que está criando muita polêmica, e também audiência nos Estados Unidos, é o "O Homem do Castelo Alto" (Tradução livre de "The Man in the High Castle"). Baseada no livro de mesmo nome do escritor Philip K. Dick e adaptada por Ridley Scott, a história é situada na década de 60, em um universo paralelo onde o Eixo vence a Segunda Guerra Mundial. O roteiro retrata a vida dos norte-americanos em um país ocupado pelo Japão e a Alemanha Nazista ao estilo da República de Vichy (França ocupada de 1940-44).

Amazon/Divulgação

Na distopia, as liberdades civis foram suprimidas, a eugenia e a eutanasia dos considerados "inferiores" são comuns e há uma forte influência da filosofia oriental. Para piorar, se é possível isso, a população africana é exterminada através de uma política racial, os nazistas iniciaram a colonização do sistema solar e existe um risco eminente de uma guerra nuclear entre o Japão e a Alemanha.

Amazon/Divulgação

A única esperança da humanidade são os filmes do "homem do castelo alto"  que mostram a nosso curso da história. A série já está no quarto capítulo, mas ainda não tem data de estreia no Brasil. Entretanto, você sabe o que foi o Nazifascismo que influenciou fortemente esse programa de TV?

Sobre o Nazifascismo

Internet
 

O Nazifascismo surgiu na década de 30 a partir de doutrinas totalitárias na Itália e depois na Alemanha até o final da Segunda Guerra Mundial em 1945, com a derrota das nações do Eixo (Itália, Alemanha e Japão). Esta doutrina ganhou o nome de nazismo na Alemanha e teve como principal representante Adolf Hitler. Na Itália, recebeu a denominação de fascismo e Benito Mussolini foi seu líder. O Japão, apesar ser aliada do Eixo, não era um regime totalitário e sim uma monarquia controlada por militares ultraconservadores. Apesar de existirem algumas particularidades, os regimes italiano e alemão tinham as seguintes características em comum:

  • Nacionalismo: valorização exacerbada da cultura, símbolos (bandeiras, hinos, heróis nacionais) e valores da nação.
  • Totalitarismo: concentração de poderes nas mãos do líder da nação e do seu partido político. Falta total de democracia e liberdade. No sistema totalitário as pessoas devem seguir tudo que é determinado pelo Estado. O partido político controla o Estado.
  • Militarismo: investimentos pesados no desenvolvimento e produção de armas. Além de proteção, os nazifascistas defendiam o uso deste poderio militar para fins de expansão territorial.
  • Anticomunismo: os comunistas foram culpados pelos nazifascistas como sendo os grandes responsáveis pelos problemas sociais e econômicos existentes. Muitos comunistas foram perseguidos, presos e executados pelos nazifascistas da Alemanha e Itália.
  • Anti-liberalismo: ao invés da liberdade econômica, defendiam o controle econômico por parte do governo. O governo deveria controlar a economia, visando o desenvolvimento da nação.
  • Romantismo: para os nazifascistas a lógica e a razão não seriam capazes de desenvolver a nação, mas sim o autosacrifício, as atitudes heroicas, o amor a pátria e a fé e dedicação incondicional ao líder político.
  • Antissemitismo: atitudes de preconceito e violência contra judeus e outras minorias étnicas. De acordo com os seguidores do nazifascismo, os judeus eram, junto com os comunistas, os grandes responsáveis pelos problemas econômicos do mundo. Com essa justificativa, Hitler tentou eliminar os judeus durante a Segunda Guerra Mundial, matando-os em campos de concentração. Este genocídio ficou conhecido como Holocausto.
  • Idealismo: transformação das coisas baseada nos anseios e instintos.
  • Expansionismo: busca de expansão territorial através de invasões, ocupação e domínios de territórios de outros países. Para isso era necessário investir no setor bélico e promover guerras. Baseado neste ideal, a Alemanha Nazista invadiu a Polônia em 1939, dando início a Segunda Guerra Mundial.
  • Superioridade racial: linha de pensamento que defende a ideia de que algumas raças são mais desenvolvidas do que outras (darwinismo social). Os nazistas, por exemplo, defendiam que os arianos (homens brancos alemães) eram superiores às outras raças e, portanto, tinham o direito de exercer a supremacia mundial.

Hugo Jaeger, 1938
 

A ideias Nazifascistas ganharam muita força na Europa, especialmente na Alemanha, Itália e Espanha, devido a crise econômica de 29 e da expansão do socialismo através da Revolução Russa de 1917. Em 1922, Benito Mussolini toma o poder na Itália a partir da marcha dos camisas negras em Roma. Adolf Hitler torna-se chanceler em 1933 através de uma manobra política com a elite prussiana e da classe média alemã, receosas de uma revolução socialista no país. O ovo da serpente estava posto, e alguns anos mais tarde, ele eclodiria com a Segunda Guerra Mundial, o conflito mais brutal da humanidade. Mais de 60 milhões de militares e civis iriam morrer em seguida e, apesar da derrota do Eixo, o mundo nunca mais seria o mesmo.

Artigo do Percurso Pré-vestibular e Enem.

 

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Gilberto
Gilberto - 28 de Novembro às 07:08
O livro é confuso na sua estória, mas o seriado tem enredo, e é aceitável. Já é possível baixar os 10 capítulos no ThePirateBay, porém legendas até agora só até o 4º capitulo. O seriado como já disse é interessante, já o livro doei....
 
valmir
valmir - 02 de Dezembro às 14:57
bom comentário..e certamente tem razão: as ideias do PKD funcionam muito melhor nos filmes que nos livros dele...