SIGA O EM

Enem de privados de liberdade será em 13 e 14 de dezembro

Segundo o Inep, data foi alterada para adequar a logística em relação à segunda prova do Enem, aplicada em 3 e 4 de dezembro

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 04/11/2016 09:19 / atualizado em 04/11/2016 11:44

Agência Estado , Estado de Minas

O Ministério da Educação remarcou para os dias 13 e 14 de dezembro o período de aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para pessoas privadas de liberdade e jovens sob medida socioeducativa.

A nova data está publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira, 4. O período inicialmente previsto para essa prova era nos dias 6 e 7 de dezembro, terça-feira e quarta-feira. "Contudo, houve necessidade de adiar essas provas para adequar a logística em decorrência da segunda prova do Enem, que precisará ser aplicada nos dias 3 e 4 de dezembro, para os inscritos que participariam desse Exame em escolas atualmente ocupadas", explica o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), por meio de nota publicada em seu site.

Ontem, a Justiça Federal no Ceará rejeitou o pedido do procurador da República, Oscar Costa Filho, do Ministério Público Federal (MPF) no Ceará, de adiar o Enem para todos os candidatos do País. Com isso, a prova para a maior parte dos candidatos - não afetada pelas ocupações - está mantida para este fim de semana, 5 e 6 de novembro.

O MEC deve divulgar ainda hoje uma lista atualizada das escolas ocupadas onde o Enem será adiado, agora para 13 e 14 de dezembro.

 

 E não perca, no sábado e no domingo, divulgação do gabarito extra-oficial das provas do Enem, em parceria do Portal Uai, Estado de Minas e Chromos

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600