SIGA O EM

Confira lista das escolas ocupadas em Minas

Prova aplicada em dezembro terá o mesmo modelo e nível de dificuldade do Enem deste fim de semana, segundo o Inep, mas com questões diferentes

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 01/11/2016 17:54 / atualizado em 01/11/2016 20:20

Estado de Minas

Nesta terça-feira, o Ministério da Educação (MEC) decidiu adiar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 304 locais de provas devido às ocupações de escolas, institutos e universidades federais. Em Minas Gerais, 59 unidades estão ocupadas e 42.671 alunos foram prejudicados.

A prova aplicada em dezembro terá o mesmo modelo e nível de dificuldade do Enem deste fim de semana, segundo o Inep, mas com questões diferentes.

Clique aqui para acessar os números de locais de prova ocupados

Segundo o Inep, a mudança dos locais de prova na véspera da aplicação colocaria em risco a segurança do Enem. O exame exige um plano logístico de distribuição do material, com rotas pré-definidas, escoltas policiais e efetivo policial destacado para a operação. A alteração desses locais implicaria reprocessar todo o material para readequação da nova logística.


Veja os locais em Minas que tiveram as provas adiadas:

Belo Horizonte
UFMG - CAD 2 - Bloco B
UFMG - CAD 2 - Bloco C
UFMG - Coltec
UFMG - Escola de Ciência da Informação
UFMG - Fafich
UFMG - Instituto de Geociências (IGC)
Escola Estadual Ari da Franca - Blocos 1 e 2
Escola Estadual Geraldina Ana gomes - Blocos 1 e 2
Escola Estadual Governador Milton Campos- Unidade I
Escola Estadual Juscelino Kubitschek de Oliveira
Escola Estadual Professora Maria Muzzi Guastaferro

Conceição do Mato Dentro
Escola Estadual Mestre Sebastião Jorge - Bloco 1
Escola Estadual São Joaquim - Bloco 1

Contagem
Escola Estadual Helena Guerra - Prédiso A e B

Diamantina
Escola Estadual Professora Ayna Tôrres
Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) - Campus I - Prédios 1 e 2
Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) - Campus JK - Pavilhão de aulas

Divinópolis

Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ)

Espinosa
Escola Estadual Betânia Tolentino Silveira - Prédios 1 e 2

Januária
Escola Estadual Olegário Maciel - Blocos 1 e 2

Juiz de Fora
Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) - Instituto de Ciências Humanas - Prédio novo - Blocos A e D

Mariana
Instituto de Ciências Humanas e Sociais ICHS - Bloco Reuni
Instituto de Ciências Sociais Aplicadas ICSA UFOP

Monte Azul
Escola Estadual Tancredo Neves - Blocos 1 e 2
Escola Estadual Monte Azul - Blocos 1 e 2

Montes Claros
Escola Estadual Monsenhor Gustavo - Bloco 1

Ouro Branco
Universidade Federal de São João del-Rei (USFJ) - Campus Alto Paraopeba CAP - Blocos 1, 3, 4, 5 e 6

Paracatu
Escola Estadual Antônio Carlos - Blocos A e B
Escola Estadual Doutor Virgílio de Melo Franco

Pirapora
Instituto Federal do Norte de Minas Gerais IFNMG - Campus Pirapora - Bloco 1

Poços de Caldas
Colégio Municipal Doutor José Vargas de Souza - Blocos 1 e 2
Escola Estadual David Campista
Escola Estadual Doutor João Eugênio de Almeida
Escola Estadual Professor Arlindo Pereira - Polivalente

São João del-Rei
Universidade Federal de São João del-Rei - Campus Santo Antônio - Prédio principal


E não perca, neste sábado e domingo, divulgação do gabarito extra-oficial das provas do Enem, em parceria do Portal Uai, Estado de Minas e Chromos.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
JORGE
JORGE - 02 de Novembro às 12:18
Parabéns a esse bando de arruaceiros! esse dinheiro poderia ser usado para reforma de escolas!
 
Lúcio
Lúcio - 02 de Novembro às 12:07
Esse menti das provas do ENEM tem um custo alto, que será pago com o dinheiro dos nossos impostos. Dinheiro, esse, que poderia ser aplicado em outras coisas. Na saúde, por exemplo. Tudo isso, porque não há Justiça e nem Polícia nesse País. Esse bando de baderneiros irresponsáveis que invadiram as escolas, já deveriam ter sido retirados de lá há muito tempo. O que falta em nosso País e "ação ", pois passividade temos de sobra!
 
Elias
Elias - 02 de Novembro às 11:51
Que vergonha deixar 6 duzias de sem vergonhas dá um prejuízo tão grande ao país, e continua sendo culpa do PT e seus seguidores, que querem continuar a terem mordomias, não aceitando o que pode ser bom para o BRASIL.
 
ulisses
ulisses - 02 de Novembro às 10:34
Me pergunto ate quando vamos ver isso?Um bando que invade,fecha rodovias e ninguém faz nada,sempre vejo essas lideranças estudantis dando entrevistas se achando mas uma pergunta e se for para assumir responsabilidades pelo atos? Aposto que se forem cobrar deles por vandalismos,pixações e roubos que sempre acontecem todo mundo desaparece.e como vão repor as aulas???
 
Nilson
Nilson - 02 de Novembro às 09:09
Fico imaginando o histórico escolar desses ocupantes de escolas, provavelmente os piores alunos dos colégios. Aproveitam-se da oportunidade para justificar os seus péssimos rendimentos.