SIGA O EM

UNA se expande no interior de Minas

Centro universitário incorpora instituição de Bom Despacho

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 27/09/2016 06:00 / atualizado em 27/09/2016 08:08

Estado de Minas

Após estudo de mercado, o Grupo Anima, rede de instituições de ensino superior privado, concluiu que há espaço no interior de Minas Gerais para fortalecimento da educação de nível superior e está investindo em aquisição de universidades particulares em todo o estado. Recentemente, o Centro Universitário UNA, uma das redes de ensino privado do grupo, incorporou mais um centro acadêmico na Região Centro-Oeste de Minas, a Faculdade Alis, em Bom Despacho.

Um dos objetivos da Alis, segundo a fundadora da faculdade, Débora Guerra, sempre foi crescer e se consolidar no mercado, para alcançar abrangência regional. Débora viu na compra da instituição pelo Grupo Anima uma maneira de cumpri-lo. “A Alis e a Una compartilham vária ideias, como inovação acadêmica, valorização dos funcionários para manter um bom clima na organização e alta qualidade de ensino”, comenta Débora.

Os 5 mil alunos matriculados na Alis, vindos de mais de 60 cidades, e os futuros estudantes só têm a ganhar, de acordo com Débora, que hoje é diretora-executiva da UNA Centro-Oeste. Ela explica que o Centro Universitário Una, além de ter tradição, credibilidade e reputação, foi eleito o melhor centro universitário privado de Minas pelo quinto ano consecutivo. A avaliação foi feita pelo Índice Geral de Cursos (IGC) e divulgada pelo Ministério da Educação (MEC) em dezembro de 2015.

Outro ponto importante para Débora é a internacionalização dos alunos, devido aos vários programas de intercâmbio pelo mundo disponibilizados pela UNA, além da implementação de programas de extensão social, como assistência jurídica gratuita à população. “Queremos, a partir do próximo semestre, ampliar a estrutura dos centros acadêmicos. A Una está com planos de se expandir na região, se consolidar no interior de Minas e tornar-se a maior universidade mineira”, diz Débora.



Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600