SIGA O EM

Fundação suspende auxílio e diz que demanda de alunos teve aumento na UFMG

Na graduação, 6.173 estudantes receberam benefícios em 2013. Em 2014, esse número aumentou para 6.880, passando a 6.923 estudantes em 2015

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 14/03/2016 06:00 / atualizado em 14/03/2016 07:22

Márcia Maria Cruz /Estado de Minas

A Fundação Mendes Pimentel (Fump), entidade que presta assistência aos estudantes da UFMG, suspendeu a bolsa-acesso à informação digital, auxílio para aquisição do primeiro notebook, e ofereceu, no ano passado, apenas uma edição da bolsa para material acadêmico, repasse semestral para a compra de livros e outros materiais usados pelos alunos.

A fundação reforçou que o número de estudantes que buscam assistência estudantil cresceu nos últimos quatro anos. Na graduação, 6.173 estudantes receberam benefícios em 2013. Em 2014, esse número aumentou para 6.880, passando a 6.923 estudantes em 2015.

No ano passado, foram concedidos 69.246 benefícios nos demais programas de auxílio financeiro (transporte, moradia e manutenção no curso). “O aumento provocou um impacto na assistência, o que criou uma demanda reprimida no segundo semestre de 2015 para acesso aos benefícios,” informou a fundação. Neste primeiro semestre, a Fump afirmou ainda que tem se esforçado para regularizar a situação, a partir da definição de critérios de prioridade para o atendimento dos estudantes.

A fundação reforçou que mantém o programa de alimentação, permitindo que todos os estudantes assistidos possam frequentar os restaurantes universitários gratuitamente ou com valor subsidiado. A Fump também tem o programa de moradia universitária, que atende estudantes que não residem em Belo Horizonte ou Montes Claros, onde há câmpus da UFMG. Os cortes não afetaram o Programa Saúde do Estudante (PSE), que oferece gratuitamente atendimento médico, odontológico, nutricional e psicológico aos estudantes assistidos.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600