SIGA O EM

MEC libera consulta à 2ª nota de corte do Sisu

Inscrições podem ser feitas até às 23h59 de quinta-feira

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 990669, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Elza Fi\xfaza / Ag\xeancia Brasil', 'link': '', 'legenda': '', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/01/13/724633/20160113113811973723u.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 13/01/2016 11:34 / atualizado em 13/01/2016 12:07

Agência Estado

Elza Fiúza / Agência Brasil
O segundo balanço de notas de corte parciais para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) foi divulgado nesta quarta-feira, 13, e já podem ser consultadas pelos estudantes no portal de inscrições. Os valores divulgados serão atualizados até a quinta-feira, 14, e representam a menor nota para o candidato ficar entre os potencialmente selecionados para as 228 mil vagas em 131 instituições públicas de educação superior.

Para participar do processo seletivo, o candidato deve ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2015. As notas foram divulgadas na última sexta, 8. As inscrições podem ser feitas até as 23h59 de quinta-feira.

Os cursos de medicina e direito estão entre os que têm notas de corte mais elevadas. Na ampla concorrência, a nota de corte para cursar direito durante o dia na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) é 787,47; na Universidade Federal do Ceará (UFC) é 756,22; na Universidade de Brasília (UnB) 755,97 e na Universidade Federal do Paraná (UFPR), 795,25. Para Medicina, na UFRJ a nota de corte é 824,53; na UFC é 790,72; na UnB, 831,71 e na UFPR, 824,53.

Divulgada diariamente no portal do Sisu, a nota de corte varia sempre, pois é calculada com base no número de vagas disponíveis e no total de candidatos inscritos para aquele curso, por modalidade de concorrência. O número é apenas uma referência para o candidato monitorar sua inscrição e não garante seleção para as vagas oferecidas.

Durante o período de inscrição, o candidato também pode consultar, em seu boletim, sua classificação parcial na opção de curso escolhido. A classificação parcial é calculada a partir das notas dos candidatos inscritos na mesma opção. Ela também é apenas uma referência para o estudante. O sistema permite que o candidato monitore as notas e mude as inscrições quantas vezes quiser até o prazo final.

Ao se inscrever no Sisu, o participante pode escolher até duas opções de curso, por ordem de preferência. É possível mudar essas opções durante todo o período de inscrição. O candidato também precisa definir se deseja concorrer às vagas de ampla concorrência, às reservadas à lei federal de cotas ou às vagas destinadas às demais políticas afirmativas das instituições de ensino superior. Até as 19h de terça-feira (12), o Sisu havia registrado 1.932.580 inscritos.

(Com informações da Agência Brasil)
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600