SIGA O EM

A poucos dias do Enem, estudantes devem relaxar e repassar conteúdos

Prova é determinante para o futuro profissional dos estudantes, mas os professores ouvidos pelo Estado de Minas orientam que, neste momento, o melhor é controlar a ansiedade, buscando atividades relaxantes

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/10/2015 06:00 / atualizado em 20/10/2015 09:56

Márcia Maria Cruz /Estado de Minas

Ramon Lisboa/EM/DA Press

Um antigo provérbio latino diz que mente sã é sinal de um corpo também em perfeito funcionamento. Na semana que antecede a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), ele é essencial. Para que a mente esteja plena na hora do teste, o estudante deve cuidar do corpo para deixar o lado psicológico equilibrado. “Nesta reta final, o ideal é relaxar e esfriar a cabeça”, afirma o aluno do 3º ano do Colégio Santo Antônio Henrique Botelho, de 17 anos. Para cuidar do psicológico, o jovem investe em momentos de descontração com os amigos e a namorada. Cerca de 7,7 milhões de estudantes farão o teste, que é a principal porta de entrada para as universidades públicas. Em Minas, são 870.384 inscritos, o segundo estado em números de candidatos, ficando atrás apenas de São Paulo, com mais de 1,25 milhão de candidatos.


A prova é determinante para o futuro profissional dos estudantes, mas os professores ouvidos pelo Estado de Minas orientam que, neste momento, o melhor é controlar a ansiedade, buscando atividades relaxantes. No próximo fim de semana, os estudantes farão quatro provas objetivas, cada uma com 45 questões de múltipla-escolha e uma prova de redação. No sábado, serão realizadas as provas de ciências humanas e suas tecnologias e de ciências da natureza e suas tecnologias, com duração de 4 horas e 30 minutos. No domingo, 25, será a vez de linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e matemática e suas tecnologias, com duração de 5 horas e 30 minutos.

Pela primeira vez, o Ministério da Educação (MEC) não enviou o cartão de confirmação para a residência dos estudantes. A consulta deverá ser feita no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e a orientação é que o estudante visite com antecedência o local de prova, para se familiarizar. De acordo com o MEC, a medida representou uma economia de R$ 16,5 milhões.

O professor de biologia do Colégio ICJ, Ricardo Silva, orienta os alunos a darem uma última olhada no conteúdo, mas não é o momento de aprender nada novo. O estudante não deverá se desgastar com assuntos que não sabe ou com os quais tem dificuldade. O caminho é consolidar o que ele domina. Conforme Ricardo reforça, a estratégia deve ser adotada devido ao pouco tempo e também como uma maneira para que o estudante não se estresse. Ele lembra que, além de muito raciocínio, trata-se de um teste longo que exige boa preparação física. A dica é relaxar.

Henrique precisa de pontuação acima da nota de corte do curso de medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Ele avalia que terá que fazer pelo menos 789 pontos. “Se o candidato não estiver de cabeça tranquila, não adianta ter todo o conhecimento. O estado psicológico é o principal diferencial. Quem quer medicina estuda muito e tem muito conhecimento. A diferença está na capacidade de resistência, interpretação, calma e raciocínio rápido.” Para conseguir demonstrar seu conhecimento nas horas de prova, Henrique cronometrou o tempo ao refazer as três últimas edições do Enem. “Consegui fazer a prova no tempo”, disse.

O professor de matemática do Colégio Santo Antônio Rodrigo Gondim reforça que é o momento de o aluno desenvolver tudo o que aprendeu no processo escolar. “Os professores fizeram a organização do conteúdo. O estudante deve ficar tranquilo na hora da avaliação e desenvolver de forma coerente o que foi trabalhado durante toda a vida escolar e não somente no 3º ano.”O professor lembra que as provas do Enem medem as competências dos estudantes e não são conteudistas. O estudante deve estar apto a ler, interpretar e conseguir extrapolar, o que depende muito do repertório. “O Enem é uma prova mais global, e a extrapolação depende da vivência que o aluno tem”, pondera.

O futebol e o balé são atividades que relaxam a aluna do 3º ano do Colégio Santo Antônio, Joana Marques, de 17. Depois de ter se dedicado, durante um ano, à preparação para o Enem, a jovem quer sombra e água fresca. “Nesta reta final, procuro dormir bem, tomar sol e fazer atividades físicas”, diz. Ele busca pontuação para se classificar para o primeiro semestre no curso de direito da UFMG.

Ramon Lisboa/EM/DA Press

MUDANÇAS Os candidatos devem ficar atentos às mudanças nesta edição. Entre elas, a do novo horário de início das provas, que começarão 30 minutos depois que todos os candidatos já tiverem entrado nas salas. Os portões de acesso às salas serão abertos ao meio-dia e fechados às 13h, sempre no horário de Brasília. As provas serão entregues aos candidatos às 13h30. Os estudantes devem ficar atentos ao horário de verão, que teve início no dia 18.

No domingo, circularam nas mídias sociais imagens do que seriam as provas deste ano. No entanto, o Inep informou que eram falsas e as encaminhou à Polícia Federal. Em entrevista coletiva, o ministro da Educação Aloizio Mercadante reforçou a segurança do exame. “Nós tivemos, no passado, tentativas de fraude. Estamos preparados para fazer o monitoramento e a fiscalização”, ressaltou.

Horários de ônibus


A BHTrans montou uma operação especial para que os alunos possam chegar aos locais de prova utilizando o transporte público da capital. Se você é uma das pessoas que vai fazer a prova, verifique com antecedência quais os horários dos ônibus para que não chegar atrasado e correr o risco de perder o teste. Confira a lista completa com as linhas de ônibus e horários no em.com.br.

CONTROLE OS NERVOS

  • Durma, no mínimo, oito horas por noite. O sono é fundamental para ativar a memória.

  • Faça refeições de três em três horas. Não pule nenhuma refeição. É importante se alimentar bem. Mas evite comer em excesso e opte por alimentos leves.

  • O cérebro também tem sede. Para que ele funcione bem, é importante beber bastante água.

  • Faça atividades para relaxar: assista a uma comédia, passeie com o cachorro, saia com o namorado ou a namorada.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600