SIGA O EM

Apreender outro idioma é fundamental em quase todas as profissões; veja dicas de estudo

Coordenadora diz que forma de aprender é ter uma exposição maciça do idioma

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/10/2015 06:00 / atualizado em 14/10/2015 19:15

Augusto Pio /Estado de Minas

Beto Magalhães/EM/D.A Press

Aprender uma outra língua é fundamental em quase todas as profissões. Enquanto o mercado já fala em segundo e até terceiro idioma, os brasileiros ainda mal conseguem se comunicar em inglês, que é universal. Qual a melhor forma de aprender o idioma? Como escolher o método que mais se adequa ao seu perfil? O intercâmbio é mesmo uma boa solução para resolver esse problema?

Para a coordenadora acadêmica da Cultura Inglesa, Litany Pires Ribeiro, a melhor forma de aprender é ter uma exposição maciça do idioma, ou seja, estar em um país no qual se fala o inglês ou em um ambiente onde a língua é usada como primeiro idioma. “Outra maneira é frequentar uma escola que leve o ensino de inglês a sério e promova diferentes formas de contato com a língua.”

Litany ressalta que o mais importante é que a pessoa se sinta confortável aprendendo com uma determinada metodologia. “São fundamentais a análise e a orientação de um educador na hora de escolher o curso ideal. Normalmente, um primeiro contato com as pessoas responsáveis pela parte pedagógica já pode ser elucidativo e capaz de levar o aluno à escolha correta da metodologia. Vale assistir a algumas aulas antes de decidir se matricular.”

Litany diz que o intercâmbio pode ser a solução, caso a pessoa se mantenha atenta ao aprendizado da língua e, principalmente, se estiver disposta a buscar a companhia de estrangeiros que a “obriguem” a usar o idioma em tempo integral.

METODOLOGIAS Márcio Mascarenhas, diretor-presidente do grupo Number One, no Bairro Estoril, explica que o inglês é uma língua mundial, tanto para negócios, quanto nas áreas científicas e culturais. “A melhor maneira para aprender inglês ou qualquer outra língua é em sala de aula, com um professor competente, ensinando por meio de um método que leva em conta, neurolinguisticamente falando, a maneira de o ser humano aprender a sua língua materna.”

Ele aconselha o aluno a se matricular em uma escola de idiomas que use um método adequado de ensino e dedicar-se totalmente ao aprendizado. “Além disso, ter um objetivo claro da necessidade que cada um tem para aprender outro idioma. A necessidade é que impulsiona o ser humano a aprender uma coisa nova”, garante.

Dicas para ter fluência:


» Ver mais filmes, programas e séries na língua inglesa.
» Ler livros, portais, blogs, revistas ou jornais do interesse na língua inglesa.
» Pesquisar, sempre que não souber, o sentido de uma palavra ou expressão, no dicionário ou na internet.
» Nunca estudar uma palavra isoladamente. “Vale lembrar que as palavras ocorrem em um ambiente no qual podem ser precedidas ou seguidas de outras com sentidos diferentes em variados contextos.
É importante observar como a palavra ou expressão é usada e em qual situação”, esclarece Litany.
» Ser persistente no estudo do inglês. “Interrupções no aprendizado, além de desacelerar o desenvolvimento das habilidades comunicativas, podem levar a um retrocesso, que, muitas vezes, causa o desânimo de recomeçar. A persistência faz com que a pessoa crie o hábito de estudar outra língua, tornando isso uma atividade rotineira”, justifica a coordenadora.
» Uma dica prática é mudar a língua padrão do smartphone para a língua inglesa.


Fonte: Cultura Inglesa

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600