SIGA O EM

Janine comenta Fies e diz que não dará 'cheque em branco' a 'vendedores de vagas'

Janine disse que o ministério cobrou explicações às universidades que pediram reajuste acima de 6,4%

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 16/07/2015 17:01 / atualizado em 16/07/2015 18:00

Agência Estado

Antônio Cruz/Agência Brasil

Brasília, 16 - Ao defender o teto de reajuste de 6,4% no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), o ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, disse nesta quinta-feira, 16, que não dará "cheque em branco" a "vendedores de vagas", referindo-se assim às instituições privadas que desejam aumento acima deste porcentual.

"Uma coisa é o direito das instituições privadas aumentarem suas mensalidades. Outra é a disposição do ente público em pagar. O que queremos, para cumprir as relações de mercado e respeitar o contribuinte e limites orçamentários, é não dar ao vendedor de vagas um cheque em branco pelo qual ele aumenta o quanto quiser", afirmou o ministro em audiência pública na Comissão de Educação na Câmara dos Deputados.

Janine disse que o ministério cobrou explicações às universidades que pediram reajuste acima de 6,4%. "O MEC sentiu que não era justo nem com o contribuinte nem com o aluno aceitar estes valores sem justificativa", explicou.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
EDSON
EDSON - 19 de Julho às 14:54
Esta ferramenta FIES esta na hora de ser extinta, pois possuímos a mais abrangente e democrática forma de egresso acadêmico que é o ENEM, sem citar o educa mais brasil. Então, pra que o governo pagar um valor que nos termos atuais já custa caro pro aluno. Apenas, uma alternativa de salvar o FIES é tarifar com os percentuais da inflação da poupança de 5% ao mês, desta forma, o aluno sai resguardado e o governo mantem o orçamento em equilíbrio na educação. Assim, não é o sonho de enxugar a educação e sim de proliferar ideias inovadoras no campo da educação, com criatividade e responsabilidade, e