SIGA O EM

R$ 800 mi em verbas para educação infantil estão parados

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 17/06/2015 10:49

Agência Estado

Mata de São João (BA), 17 - Mais da metade dos recursos federais repassados a municípios pelo programa Brasil Carinhoso, voltado à educação infantil, está parada nas contas das prefeituras. O montante equivale a cerca de R$ 800 milhões.

Os dados, referentes aos últimos três anos, foram divulgados pela ministra do Desenvolvimento Social (MDS), Tereza Campello, no 15º Fórum da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime). O evento reúne gestores de todo País na cidade de Mata de São João, na Bahia.

"e tudo o que repassamos de 2012 a 2104, 55% está parado em conta. É grave. É alimentação que não se compra, fraldas, pequenos consertos", disse Tereza, ao cobrar os secretários.

O Brasil Carinhoso é uma parceria do MDS com os Ministérios da Educação (MEC) e da Saúde que repassa 50% a mais de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) por vaga ocupada por crianças beneficiárias do Bolsa Família em creches públicas.

Além disso, o MEC antecipa os valores do Fundeb para vagas em novas turmas de educação infantil abertas pelos municípios e pelo Distrito Federal. Com isso, as prefeituras não têm de esperar pela divulgação do Censo Escolar da Educação Básica para receber a verba.

A ministra ressaltou, entretanto, que 1,2 mil municípios não matricularam novas crianças beneficiadas pelo Bolsa Família desde 2012, quando o programa foi criado.

O repórter viajou a convite da Undime

As informações são do jornal

O Estado de S. Paulo.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600