SIGA O EM

UFMG terá nova moradia universitária em BH até 2015

A Moradia Ouro Preto III (MOP III), na Avenda Fleming, Bairro Ouro Preto, vai ofertar 386 vagas para estudantes

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

Os alunos carentes da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) terão até 2015 uma nova moradia universitária que será construída ao lado de uma das unidades já existente na Avenida Fleming, no Bairro Ouro Preto, na Região da Pampulha em Belo Horizonte. A Moradia Ouro Preto III (MOP III) vai ofertar 386 vagas para estudantes, aumentando para 1.126 os quartos disponibilizados pelos conjuntos habitacionais da UFMG. De acordo com a Fundação Universitária Mendes Pimentel (Fump), a demanda pelo auxílio cresce a cada ano e deve aumentar em 2014 por causa da adesão da universidade ao Sistema de Seleção Unificada (SISU).

Mesmo com a construção da nova unidade, não serão atendidas todas as demandas por moradia. Atualmente, as 740 vagas das unidades habitacionais estão preenchidas e ainda assim, a Fump paga bolsa auxílio moradia para 462 alunos, que não conseguiram acomodações nas duas moradias de BH e no prédio de Montes Claros, no Norte de Minas. De acordo com a Fump, de 2008 até 2013, o número de estudantes que ficaram de fora das moradias e precisaram ser beneficiados com a bolsa cresceu quase 10 vezes. Mesmo com a construção de edifícios em Montes Claros, em 2010, a procura por vagas ainda é maior do que a universidade pode oferecer.

As obras da nova unidade em BH devem ficar prontas em meados do ano que vem. Em 2011, foi firmado entre Fump e a UFMG um convênio para execução da primeira etapa das obras. Essa fase compreende na aquisição de projetos, instalação de canteiro, fundações, alvenaria e parte das instalações com conclusão prevista para novembro de 2014. O investimento para o primeiro momento é de R$ 8,5 milhões.

Conforme Fump, o projeto da MOP III foi concebido para atendimento à demanda reprimida. Os prédios serão levantados em três terrenos adjacentes ao da moradia II, sendo desenvolvidos para integrar os espaços das duas unidades. A infraestrutura de acesso existente será compartilhada. A proposta arquitetônica na área de 7.810 metros quadrados de construção foi pensada para oferecer condições de conforto aos estudantes. Os 45 apartamentos ficarão distribuídos em dois blocos, que ainda serão levantados, e um terceiro prédio já existente vai ser reformado para abrigar áreas de uso comum.

O bloco 1 terá cinco pavimentos e o bloco 2, quatro andares. Cada apartamento tem quartos individuais, sala, cozinha, área de serviço e sanitários. O projeto de paisagismo da MOP III inclui jardins internos, tratamento dos taludes e passeios voltados para os prédios. Serão plantadas gramas, arbustos, trepadeiras e palmeiras.

ARTE SORAIA PIVA
 

Quem mora

O Programa Permanente de Moradia Universitária nasceu em 6 de novembro de 1997 e oferece habitação para estudantes carentes não residentes em Belo Horizonte e Montes Claros, onde estão os câmpus da UFMG. No caso dos beneficiados em BH, há transporte de ônibus para o campus Pampulha, que fica a poucos minutos das moradias. Os mstudantes coparticipam nos custos de manutenção dos apartamentos de acordo com a respectiva classificação socioeconômica, sendo que os classificados no nível I têm gratuidade, cujos valores são revistos e aprovados pelo Conselho Diretor da Moradia Universitária. Podem acessar as habitações todos os estudantes de graduação e pós-graduação da UFMG regularmente matriculados, frequentes e que não residem nas cidades citadas. Para se candidatar a uma vaga, o estudante deve preencher o formulário de inscrição no site ou na sede da Fump.

Tags: