SIGA O EM

Estudantes já podem se inscrever no Sisu

Inscrições para disputa em 59 federais estão abertas e nota do Enem é usada como critério. Em MG, são 19,6 mil vagas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 06/01/2014 06:00 / atualizado em 06/01/2014 07:38

Junia Oliveira /

Ramon Lisboa/EM/D.A.Press

Foi dada a partida para a definição do futuro de milhares de estudantes. Está aberta desde a 0h de hoje a disputa para uma cadeira nas 59 universidades federais do país pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Para concorrer a uma vaga no ensino superior, os candidatos devem usar as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), disponíveis no site do Ministério da Educação (MEC). Em Minas, serão oferecidas cerca de 19,6 mil vagas. A grande expectativa é pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a maior do estado, que participa do processo pela primeira vez, com a oferta de 3.535 vagas nos câmpus de Belo Horizonte e Montes Claros.

A lista com as instituições que participam do Sisu no primeiro semestre está no site do MEC, bem como os cursos e o número de vagas ofertadas. As inscrições começam hoje e vão até sexta-feira. Podem participar os estudantes que fizeram o Enem no ano passado e que não tenham zerado a redação. O resultado da primeira chamada do Sisu será divulgado no dia 13 e da segunda chamada, no dia 27. As inscrições são feitas exclusivamente pela internet (http://sisu.mec.gov.br). As notas do Enem também só podem ser consultadas no endereço eletrônico do ministério (www.mec.gov.br). Para ver o resultado, o candidato precisa dos números do CPF ou da inscrição, além da senha cadastrada no sistema. O site traz um link para recuperar a senha, caso ela tenha sido perdida.

É nesse clima de decisão que Dângelo Santiago, de 20 anos, aguarda a abertura das inscrições. Ano passado, ele fez o Enem pela terceira vez e, agora, vai entrar na universidade, mesmo que não consiga vaga numa instituição pública. Formado em curso técnico de mecatrônica, ele pretende fazer faculdade de engenharia de controle e automação. Caso a nota não seja suficiente para encarar a concorrência na UFMG ou no Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG), o jovem vai usá-la para o ingresso numa faculdade particular e realizar o sonho do acesso ao ensino superior.

Dângelo estava apreensivo por causa da redação. “Sou bom nas matérias, principalmente na área de exatas, mas o que mais me atrapalha é a redação, justamente o ponto mais importante. Se você não for bem nela, não vai bem no Enem”, diz. “Para engenharia, o melhor é tirar uma nota acima de 800, aí pode-se concorrer sem medo”, avalia.

Sistema
Para Alice Vieira Gariglio, de 18, hoje também é dia de tomar decisões. Caso a nota do Enem não lhe permita conseguir uma vaga em engenharia de produção, ela vai procurar outro curso na UFMG, com base na pontuação que obteve. Mas a garota, ex-aluna do Colégio Arnaldo, já assegurou vaga em universidade particular para garantir os estudos ainda neste primeiro semestre. “Considero que não fui bem no primeiro dia de provas, me recuperei no segundo com a redação, mas esperava ir melhor”, afirma. “Por isso, se a nota não for suficiente para engenharia, vou pesquisar um curso com o mesmo perfil que me permita atuar em várias áreas e me abra possibilidades.”

O Sisu é um sistema informatizado desenvolvido pelo MEC, por meio do qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas para candidatos participantes do Enem. A seleção é feita pelo sistema com base na nota obtida pelo estudante. O candidato pode escolher até duas opções de curso, indicando a sua prioridade. Durante todo o período de inscrição, o estudante poderá alterar a opção de curso ou cancelar a inscrição. Em todo o país, são ofertadas 171.756 vagas.

CRONOGRAMA

06 a 10 de janeiro
inscrições

13 de janeiro
resultado da primeira chamada

17 a 21 de janeiro
matrícula da primeira chamada

27 de janeiro
resultado da segunda chamada

27 de janeiro a 7 de fevereiro

inscrição na lista de espera

31 de janeiro a 4 de fevereiro
matrícula da segunda chamada

11 de fevereiro
convocação dos candidatos em lista de espera
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.