SIGA O EM

Goleiro Bruno também faz pedido de transferência para presídio de Montes Claros

Uma outra solicitação foi feita pelos advogados do atleta para ele ser levado para uma unidade prisional em Nova Lima. Nenhum dos casos ainda foi julgado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

Os advogados do goleiro Bruno Fernandes, condenado a 22 anos e três meses de prisão pela morte de Eliza Samudio, querem transferir o atleta da Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Um dos pedidos, que foi divulgado na manhã desta quarta-feira pelo em.com.br, foi para que Bruno seja levado para a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac) de Nova Lima. Mas, este não é o único local pretendido pela defesa. De acordo com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), uma outra solicitação foi feita à Vara de Execuções Criminais de Contagem, em 23 de janeiro, para que o jogador seja levado para o presídio de Montes Claros, na Região Norte do estado.

Em relação a esta última solicitação, o TJMG informou que o juiz Francisco Lacerda de Figueiredo, responsável pela Vara de Execuções Criminais de Montes Claros, ainda não recebeu o ofício. O caso só será analisado depois que os documentos forem entregues pelo Ministério Público de Minas Gerais, que pediu vistas.

Já o pedido de transferência para Nova Lima, que foi feito em 13 de novembro de 2013, deve ser analisado nos próximos dias. De acordo com o TJMG, o caso não tinha sido apreciado pois havia alguns impedimentos. Na tarde desta quarta-feira, o advogado de Bruno, Francisco Simim, apresentou um comprovante de residência que mostra o aluguel de um imóvel em Rio Acima em nome do goleiro. 

Após os documentos relativos à residência de Bruno serem anexados ao processp, o juiz da Vara de Execuções Criminais de Nova Lima, Juarez Morais de Azevedo, vai abrir vista ao Ministério Público e, na sequência, informar sobre a possibilidade de transferência.

Mais cedo, Simim negou qualquer relação da transferência para Nova Lima com um possível acerto do jogador com o Vila Nova, mas a assessoria do clube informou que os defensores entraram em contato no fim do ano passado pedindo para Bruno treinar com o time. A diretoria do Vila não se interessou pela proposta porque já havia renovado com o goleiro Tiago Braga e contratou o jogador Braz, também para a posição. O Vila mantém a posição e reafirma que não tem interesse no atleta.

O em.com.br tentou entrar em contato com o advogado de Bruno na tarde desta quarta-feira, mas ele não atendeu as ligações

Tags: