SIGA O EM

Acusação faz proposta para Macarrão contar verdade em julgamento

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 482080, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Paulo Filgueiras/EM/D.A Press', 'link': '', 'legenda': 'Jos\xe9 Arteiro na cehgada ao F\xf3rum de Contagem, nesta quarta-feira', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2012/11/21/331249/20121121170003297001u.jpg', 'alinhamento': 'left', 'descricao': None}]

postado em 21/11/2012 13:51 / atualizado em 21/11/2012 17:00

Júnia Brasil , Cristiane Silva

Paulo Filgueiras/EM/D.A Press

O assistente de acusação no processo, José Arteiro Cavalcante Lima, afirmou na tarde desta quarta-feira que fez uma proposta para que Macarrão fale a verdade diante da juíza Marixa Fabiane e não defenda o goleiro Bruno.

Veja imagens do terceiro dia de julgamento

Mais cedo o assistente de acusação, Cidney Karpinsky, afirmou que o adiamento do julgamento foi uma manobra da defesa do goleiro e que Macarrão possivelmente assumiria a responsabilidade do desaparecimento e morte de Eliza Samúdio. Arteiro comentou a declaração e disse que Macarrão está sendo difamado. “ O que eles estão fazendo é difamar o Macarrão, que está abandonado”, disse. Os advogados e o próprio Bruno, segundo Arteiro, estão estudando a proposta feita para Macarrão.

Sobre o depoimento da mãe de Eliza, Arteiro afirmou que Sônia Samúdio quase não falou nada. “Ela quase não falava. Agora é que ela tomou conhecido do fato está muito sentido”, diz ele sobre os detalhes do suposto crime.
Tags:
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
levi
levi - 21 de Novembro às 18:50
acho que a defesa vai continuar usando de teatro, na maior cara de pau menosprezando a inteligência dos jurados, juiz e o público em geral. Devem estar ganhando muita grana ou muita mídia. Corra de profissionais assim....tudo por $$