SIGA O EM

Testemunha alega ameaça e promotor diz que Bruno pode responder por coação

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 482526, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Sidney Lopes', 'link': '', 'legenda': 'Jailson diz que foi amea\xe7ado por Bruno', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2012/11/20/330925/20121123083642458565o.JPG', 'alinhamento': 'right', 'descricao': None}]
O promotor Henry Vasconcelos revelou na manhã desta terça-feira, na porta do fórum de Contagem, que a testemunha Jailson Alves de Oliveira, companheiro de cela de Marcos Aparecido, o Bola, foi ameaçada pelo ex-goleiro Bruno. A denúncia teria ocorrido dentro da penitenciária Nelson Hungria, onde Bruno e Macarrão também estão presos.


Segundo o promotor, Jailson chegou ao fórum na segunda-feira e procurou funcionários do local dizendo que foi ameaçado pelo ex-goleiro dias antes do julgamento. Ele afirmou que Bruno se aproximou dele e disse: “Você está falando demais. Peixe morre pela boca”.

A denúncia da testemunha foi oficializada e documentada pelos funcionários do fórum. De acordo com o promotor, Bruno pode ser responsabilizado por coação no processo.

Ainda de acordo com promotor, a expectativa pelo depoimento do Jaílson é comprovar a confissão de Bola sobre a morte de Eliza.
Tags:
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
leonardo
leonardo - 20 de Novembro às 10:10
Oh senhor !!! Será que não tinha jeito do Joaquim Barbosa julgar esse processo. Garanto que já estava tudo resolvido.