SIGA O EM

Advogado de Bola quer suspensão de julgamento após dispensa de sete jurados

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/11/2012 12:19 / atualizado em 23/11/2012 07:59

Cristiane Silva

O advogado Manoel Zanone advogado de Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, vai tentar pedir a suspensão do julgamento que acontece nesta segunda-feira, no Fórum de Contagem. O defensor do ex-policial ficou instatisfeito após a juíza Marixa Rodrigues permitir a dispensa de sete dos jurados que os advogados poderiam escolher. Alguns deles participaram do julgamento de Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, no início deste mês. Ele foi julgado e absolvido pela morte de Rogério Martins Novelo. Suplentes vão substituir essas pessoas.

Com o chamado de suplentes, agora são 33 jurados presentes no salão do júri. Antes eram 20. Após o anúncio, a juíza reviu a decisão e pediu para os jurados escolherem se queriam participar do julgamento. Segundo a magistrada, se eles não se sentissem à vontade, poderiam sair.


Quando questionados, todos levantaram a mão pedindo dispensa. Zanone informou que solicitou à juíza que fizesse uma certidão sobre a decisão da dispensa. Ele alega que não há embasamento no código de processo que embase esse procedimento.


O documento, segundo o advogado, será encaminhado ainda hoje ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Com ele, a defesa pretende pedir um habeas corpus e anular o julgamento de hoje. Caso seja emitida uma liminar, o júri pode ser suspenso até o julgamento do mérito. Enquanto isso, a sessão prossegue.

 

Com informações de Luana Cruz e Arnaldo Viana

Tags: