SIGA O EM

Entidades de defesa dos direitos das mulheres protestam em frente ao Fórum de Contagem

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/11/2012 11:03 / atualizado em 19/11/2012 10:16

Cristiane Silva

Paulo Filgueiras/EM.DAPress


Diversas entidades de defesa do direito da mulher, Coordenadas pela União Brasileira de Mulheres, protestaram na porta do Fórum de Contagem, pedindo Justiça e cobrando um julgamento responsável no caso do desaparecimento de Eliza Samudio.

Segundo a entidade, o julgamento de repercussão nacional e internacional pode demonstrar maior responsabilidade social no enfrentamento da violencia contras as mulheres. A deputada federal Jô Moraes (PCdoB) participa do protesto, que distribuiu cruzes com nomes de mulheres vítimas de agressões, primeiramente em frente ao Fórum de Contagem, depois no gramado do prédio. "Sentimos que há lentidão nesses casos de agressão e violência contra a mulher. A violência contra a mulher continua e com requintes de crueldade. Assim, protestamos para que eles agilizem esses julgamentos", afirmou.

O primeiro dia de julgamento do Caso Bruno começou por volta das 9h30 desta segunda-feira. A movimentação de curiosos e manifestantes no local ainda é grande.
Tags:
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600