SIGA O EM

Tribunal de Justiça do Rio julga redução de pena do goleiro Bruno

O advogado do goleiro disse que o pedido de redução de pena é uma resposta ao Minsitério Público

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 14/08/2012 09:57 / atualizado em 14/08/2012 10:32

Maíra Cabral

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro vai julgar nesta terça-feira o pedido de redução de pena do goleiro Bruno Fernandes. Em dezembro de 2010, Bruno foi condenado a 4 anos e 6 meses de prisão por agressão e cárcere privado de Eliza Samudio. O goleiro já cumpriu mais da metade da pena, o que lhe garantiu o direito à liberdade condicional em junho deste ano. No entanto, ele permanece preso por causa do processo sobre o desaparecimento e morte da ex-amante.

De acordo com do advogado do goleiro, Rui Pimenta, o pedido de redução de pena é de três meses e seria uma estratégia para responder ao recurso do promotor da vara Criminal do Ministério Público do Rio de Janeiro que entrou com pedido para aumentar a pena em três meses.

Além de Bruno, o amigo Luiz Henrique Romão, o Macarrão, e o ex-policial civil Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, estão detidos preventivamente em penitenciárias da Grande Belo Horizonte. Todos negam o crime e, embora a atual defesa do jogador admita que Elisa está morta, o paradeiro do corpo permanece um mistério.
Tags: