SIGA O EM

Conversas no MSN revelam as ameaças de Bruno a Eliza

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/07/2012 06:00 / atualizado em 10/07/2012 06:37

Paula Sarapu , Pedro Ferreira

 

Felipe O'Neill/Agência O DIA/AE
A perícia no computador apreendido na casa de uma amiga de Eliza Samudio em São Vicente, litoral paulista, onde a jovem se refugiou, revela conversas sobre as ameaças que o goleiro teria feito horas depois da festa de premiação dos melhores no Campeonato Brasileiro de 2009. Eliza conta pelo MSN a quatro amigos, incluindo um jogador, que Bruno ligou às 3h, dizendo que iria matá-la. Ela diz que viu a festa pela TV. Em conversas, ela demonstra carinho por ele, mas critica as influências.

A modelo monitora os passos do atleta e copia notícias da internet, que encaminha para sua advogada. Ela se revolta com os gastos de Bruno em uma premiação de R$ 10 mil para jogadores de Ribeirão das Neves. O goleiro chegou à festa de helicóptero. Ela mostra interesse em saber quanto pode ganhar de pensão e conversa com um advogado, que diz que o valor pode chegar a 30%. Eliza calcula os gastos que ele já tem com as filhas. Com outra amiga, a modelo diz que se engravidou porque o pai tinha condições. “Vou gasta 5 mil e guardo o resto”, escreve.

Eliza debocha da polêmica declaração que o goleiro fez sobre briga entre o casal, de que é comum marido e mulher “sair na mão”. As notícias sobre assunte foram recortadas e encaminhadas à advogada. Um mês antes de o bebê nascer, comenta comamiga que escolheu o nome: “logico nao vou deixa outra mulher por o nome do pai (sic)”, escreveu em 13 de janeiro de 2010.

A moça se preocupa com amigos do atleta, que procuram saber por onde ela anda. Um segurança do goleiro oferece presentes ao bebê e diz que vai mandar R$ 1 mil se ela ficar calada. Ela diz que gasta muito com Bruninho e que guarda notas fiscais e comprovantes, para anexar ao processo. Em março de 2010, com o atraso no depósito, Eliza pede a um jogador do Flamengo que mande um recado para Bruno. Se ele não ligar, ela fará um “barraco” no hotel onde o time está para jogo em São Paulo.

À uma amiga que joga cartas, Eliza conta em 20 de janeiro um sonho em que os cabelos saíam pela boca. A amiga diz que pode ser morte e a modelo comenta que outra amiga pediu que ficassse atenta.


Um drama nos diálogos


   13 de novembro de 2009

Eliza fala que só engravidou porque o pai tem condições

11:07    Eliza: vô ver se tiro foto grávida aí t mando

11:08    amiga: faz isso

11:08    Eliza: demorô para eu engravidar/ idade boa

11:08    amiga: rsrsrs/ verdade/ vc foi esperta

11:08    Eliza: só engravidei tbm pq o pai do bb tem condiçoes d criá e dá d tudo/ se não teria procurado o máximo evitá

   11 de dezembro de 2009

Ameaça de morte após a festa de premiação do Campeonato Brasileiro

14:03    Eliza: ah! o Bruno ligô essa semana

14:03    amiga: sério?

14:03    Eliza: prá falar que ia me matar/ doente/ deve me amá/ 3 da madruga em vez d comemorar q me encher

14:05    amiga: cuidado, heim? mas oq deu a denúncia na delegacia?

14:05    Eliza: devagar/ tenho audiência em fevereiro

   10 janeiro de 2010

Um mês depois, modelo dizter recebido novas ameaças

17:43    Eliza: ele ligô dia 9 de dezembro/ prá falar q ia me matar/ kkkkk/ quando falei bruno tu é loco ele não chamô mas/ e maluco/ isso três horas da manhã/ sendo campeão pode pegá geral que encher o saco

17h46    amigo: kkkk/ só vc memo

17h46    Eliza: eu nada/ kkkk/ conheço a voz dele