SIGA O EM

Polícia investiga pista do corpo de Eliza Samudio

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/06/2012 06:00

Andréa Silva / Aqui

 

Informações sobre um poço no Bairro Planalto, na Região da Pampulha, onde estariam os restos mortais de Eliza Samudio, ex-amante do goleiro Bruno, desaparecida em junho de 2010, serão investigadas pela delegada Alessandra Wilke, que assumiu a Delegacia de Homicídios de Venda Nova. O chefe do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), delegado Wagner Pinto, informou que está sendo analisado o teor de uma carta encaminhada a Sônia de Fátima Moura, de 44, mãe de Eliza, quando ela participava de um programa da TV Alterosa.

A Polícia Civil vai tentar localizar a mulher que telefonou para o advogado José Arteiro Cavalcante de Lima, que representa Sônia Moura, indicando a área de mata no Bairro Planalto como o local em que o corpo foi deixado. O lugar é o mesmo descrito na carta e há a possibilidade de as informações terem sido repassadas pela mesma pessoa. A única informação sobre a suposta testemunha é um número de um celular, que está desligado. “Analisamos todas as denúncias dos possíveis locais onde estariam os restos mortais. Apuramos aquelas com informações contundentes. Os documentos apresentados pelo advogado estão sendo analisados. Caso haja dados relevantes, vamos fazer buscas no local”, disse Wagner Pinto.

Nas apurações do sumiço da modelo, investigadores e bombeiros fizeram buscas na mata e nas águas do Parque Lagoa do Nado, no Planalto, porque o rastreamento do celular do ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, indicou sinal do aparelho na região.